Patrick diz que pré-candidatura a deputado está fluindo e vai ouvir Cocá antes de qualquer decisão

/ Política

Patrick Lopes, prefeito reeleito de Jitaúna. Foto: Divulgação

Prefeito reeleito de Jitaúna, Patrick Lopes (PP), se articula para candidatar-se a deputado estadual em 2022 e demonstra estar otimista em relação ao novo projeto político.

Patrick é um dos nomes cogitados para representar o grupo liderado pelo presidente da UPB e prefeito de Jequié, Zé Cocá (PP), de quem é amigo pessoal.

Ao Blogmarcosfrahm, o prefeito afirmou, por telefone, na noite desta segunda-feira (29), que a pré-candidatura está fluindo. ”Temos um mandato para ser cumprido, mas se for da vontade de Deus e das pessoas enfrentaremos uma nova empreitada e, caso esse projeto se concretize, Jitaúna ficará em boas mãos, com o nosso vice-prefeito Marcelo Pecorelli, que tem trabalhado em sintonia com a gente dia e noite para ajudar no desenvolvimento do município”, disse.

Ciente de que o padrinho e prefeito do município que é um dos maiores colégios eleitorais do interior teria outros nomes com a mesma pretensão, a exemplo do secretário de Governo Hassan Iossef (Podemos), Patrick diz ter os pés no chão e que não tomará decisão precipitada. ”Tenho humildade para reconhecer que o apoio de Zé Cocá é fundamental para qualquer um que queira ser candidato, diante da leveza dele e da musculatura que o nome representa em toda a região, mas tenho também não posso deixar de dizer que procuro construir minha história na política e que tenho relação com as pessoas das cidades vizinhas, inclusive de Jequié. Por onde tenho caminhado, percebo que os sinais em relação ao nosso nome são positivos. Antes de decidir sobre isso irei ouvir ele, que até agora não definiu qual será o seu candidato e acredito que na hora certa definirá”, pontuou.

 

Decreto aumenta para cinco mil o limite máximo de pessoas em eventos na Bahia

/ Bahia

O Governo do Estado publica nesta terça-feira (30), no Diário Oficial, o decreto que aumenta de três mil para cinco mil pessoas o limite máximo de público em eventos na Bahia.

A medida vale para cerimônias de casamento, eventos urbanos e rurais, em logradouros públicos ou privados, circos, parques de exposições, solenidades de formatura, feiras, passeatas e afins; funcionamento de zoológicos, parques de diversões, museus e similares, desde que observados os protocolos sanitários.

Os espaços culturais, como cinemas e teatros, funcionarão com o devido controle dos fluxos de entrada e saída nas dependências dos locais, de
modo a evitar aglomerações.

Em todos os casos, o acesso do público fica condicionado à comprovação de vacinação, mediante apresentação do documento fornecido no momento da imunização ou do Certificado COVID, obtido através do aplicativo “Conect SUS” do Ministério da Saúde. Válida até 10 de dezembro de 2021, a medida modifica um outro decreto, publicado no último dia 26.

Em duas horas, choveu o equivalente a quase 3 meses em Itaberaba, aponta prefeitura

/ Bahia

Itaberaba registrou estragos após chuva. Foto: Divulgação/Prefeitura

Em duas horas de chuva em Itaberaba, no Piemonte do Paraguaçu, choveu o equivalente a quase três meses. Segundo a prefeitura municipal, no sábado (27) foram registrados 130 milímetros enquanto que o comum é que chova 600 m ao ano no município.

Devido às precipitações, duas pessoas – uma servidora da área de educação e um pedreiro que tentou salvá-la – morreram (ver aqui). A chuva também deixou 44 famílias desabrigadas, 18 desalojadas (encaminhadas para casa de familiares) em um total de 103 pessoas afetadas pelo temporal. Ainda segundo a prefeitura, os desabrigados foram encaminhados para uma pousada.

Os bairros mais afetados foram Campo do Governo, Alameda das Umburanas, Barro Vermelho e Brisas da Chapada. Ainda durante as chuvas, dois postes de alta tensão caíram em um trecho da BA-046. Grande parte das estradas vicinais também foram afetadas. Itaberaba tem em torno de 1,1 mil km de extensão de vias locais.

RUI BARBOSA E IAÇU

Cidades próximas a Itaberaba também tiveram transtornos com as chuvas, casos de Rui Barbosa e Iaçu. Na primeira cidade choveu 80 mm no fim de semana, o que deixou 53 pessoas desabrigadas, conforme informou a prefeitura.

Em Iaçu, a força das precipitações chegou a derrubar parte do muro do estádio, um portão também foi arrancado no local e um carro que estava estacionado perto da feira livre foi arrastado.

Cantor Xamã oferece ajuda a moradores de Itacaré, afetados pela forte chuva; aulas foram suspensas

/ Bahia

Cantor Xamã teve show marcado para Itacaré. Foto: Rede social

O cantor e compositor Xamã ofereceu ajuda a moradores de Itacaré, dos bairros Pituba 2 e 3, que tiveram casas invadidas por lama, no último domingo (29), após forte chuva.

O artista, que tem show marcado para janeiro na cidade, no evento Rap Feeling, ofereceu ajuda através de uma publicação de Camila Belfort, atleta moradora da região.

A jovem está recolhendo doações para famílias afetadas. ”Chamem no privado, vou ajudar”, escreveu Xamã na publicação, e logo depois publicou em seu perfil oficial no Instagram.

Suspensão das aulas

A prefeitura de Itacaré, no Sul baiano, suspendeu as aulas na rede municipal nesta segunda-feira (29). A decisão ocorre após as fortes chuvas que caíram no final de semana, sobretudo na noite do sábado (27) (confira aqui). Segundo a pasta, a medida também leva em consideração os moradores afetados pelo temporal (veja aqui). *Bahia Notícias

Bahia registra 157 novos casos de Covid-19 e mais 13 óbitos pela doença, diz boletim da Sesab

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 157 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,01%) e 260 recuperados (+0,02%). O boletim epidemiológico desta segunda-feira (29) também registra 13 óbitos. Dos 1.259.483 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.229.138 já são considerados recuperados, 3.008 encontram-se ativos e 27.297 tiveram óbito confirmado. Os dados ainda podem sofrer alterações devido à instabilidade do sistema do Ministério da Saúde. A base ministerial tem, eventualmente, disponibilizado informações inconsistentes ou incompletas.

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.629.581 casos descartados e 252.812 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta segunda. Na Bahia, 52.534 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Vacinação

Por conta de uma atualização no sistema do Ministério da Saúde de envio de dados da vacinação, apenas 230 dos 417 municípios baianos fizeram o carregamento das informações relativas ao público vacinado. Desta forma, os números apresentados no vacinômetro correspondem apenas ao totalizado por estes municípios, dando a impressão de queda na cobertura vacinal.

Outra mudança ocorrida na consolidação das informações é que a vacina do fabricante Janssen, antes considerada como dose única, passou a ser contabilizada como vacina de duas doses.

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) realiza o contato diário com as equipes de cada município a fim de aferir o quantitativo de doses aplicadas.

Até o domingo (21), quando tivemos a última atualização com os 417 municípios baianos, 10.952.306 de pessoas tinham sido vacinadas contra o coronavírus (Covid-19) com a primeira dose. Esse dado representa 86,02% da população com 12 anos ou mais, estimada em 12.732.254.

Prefeito de Feira de Santana decreta que servidores públicos deverão apresentar cartão de vacina

/ Saúde

Colbert exige cartão de vacina contra Covid. Foto: Prefeitura de Feira

O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins, decretou no sábado (27) que, a partir desta segunda-feira (29), todos os servidores públicos municipais deverão apresentar cartão de vacina contra Covid-19.

De acordo com o Diário Oficial Eletrônico, o servidor municipal que não apresentar a comprovação da vacina, em primeira, segunda, dose única, ou terceira dose, será impedido de trabalhar, por medida de segurança, e ainda terá o salário cortado. Fica permitida a não vacinação apenas nos casos em que haja comorbidade que desaconselhe a prática, desde que apresente laudo médico que deverá ser avaliado pelo Grupo Técnico da Secretaria Municipal de Saúde.

A medida é válida para todos os servidores públicos municipais de Feira de Santana, concursados, nomeados, contratados, inclusive os que exercem funções públicas vinculadas ao Poder Executivo.

No documento ainda consta que a produção, utilização ou comercialização de documentação comprobatória falsificada de vacinação contra a COVID-19, bem como a adulteração ou comercialização, sujeitarão o infrator à responsabilização administrativa, sem prejuízo das sanções nas esferas civil e penal, na forma da Lei. Com informações do site Bahia Notícias

Resultado do Enem 2021 será divulgado no dia 11 de fevereiro, diz o Ministério da Educação

/ Educação

Os resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 serão divulgados em 11 de fevereiro, segundo o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Danilo Dupas.

Nessa data, os candidatos poderão consultar o boletim com as notas individuais em cada prova (linguagens, ciências humanas, ciências da natureza, matemática e redação). Já o gabarito extraoficial do Enem será publicado ainda nesta semana, na quarta-feira (1º). Ele só permite, no entanto, que o aluno saiba seu número total de acertos.

Segundo Dupas, os pedidos de reaplicação já estão disponíveis e os gabaritos serão divulgados na quarta-feira (30). ”O resultado do Enem sai dia 11 de fevereiro, os treineiros receberão os resultados 60 dias depois”, disse.

”João sendo candidato a governador, serei candidata a deputada federal”, confirma Roberta Roma

/ Política

Roberta Roma é esposa do ministro João Roma. Foto: Divulgação

Roberta Roma, esposa do ministro da Cidadania, João Roma, afirmou que será candidata a deputada federal se a candidatura ao governo estadual do marido for confirmada. ”João sendo candidato a governador, serei candata a deputada federal”, disse Roberta, que participou, na manhã desta segunda-feira (29), em Salvador, de assinatura de contrato para aquisição de vacinas contra a Covid-19.

Ao ser questionada pela imprensa sobre o início da pré-campanha, por estar em agendas ao lado do ministro João Roma por cidades baianas, ela salientou que não é um ”início de campanha”, mas algo natural. ”Não iniciou. Sempre fui, sempre acompanhei. É um processo natural isso daí”, pontuou.

Roberta Roma também não quis comentar as recentes declarações que deu, segundo quem o pré-candidato do DEM ao governo baiano e ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, estaria buscando atrapalhar a candidatura dela e do marido. ”O que eu tinha que dizer, está dito. Reitero [o que foi publicado]. Está dito”, disse a pré-candidata. *Site Política Livre

Nova Pesquisa: Jaques Wagner empata com ACM Neto quando Lula entra no cenário, diz site

/ Bahia

Wagner e ACM devem disputar o Governo. Foto: Reprodução

A pesquisa Real Time/Record divulgada na manhã desta segunda-feira (29) mostra o cenário de empate técnico entre Jaques Wagner (PT) e ACM Neto (DEM) quando o nome do ex-presidente Lula (PT) é colado com a imagem do senador baiano.

ACM Neto sem um candidato a presidente, como tem pregado possuir um palanque aberto na Bahia, aparece com 36%. Wagner com Lula 34%. Como a pesquisa tem margem de erro de três pontos para mais ou para menos, o empate fica evidente.

João Roma (Republicanos) com Bolsonaro (sem partido) surge no cenário do levantamento com 13% e Bernadete do PSOL colada ao nome de Guilherme Boulos (PSOL) com 3%. Com informações do site BNEws

Conselho Regional de Enfermagem se manifesta contrário à realização do Carnaval na Bahia em 2022

/ Saúde

O Conselho Regional de Enfermagem da Bahia (Coren-BA) se posicionou contrário à realização do Carnaval na Bahia em 2022 em nota divulgada nesta segunda-feira (29). No texto, o conselho alerta para o alto risco de agravamento do cenário da pandemia de Covid-19 no estado, caso as autoridades governamentais autorizem a realização da folia momesca em Salvador e demais municípios baianos.

”Considerando que o estado da Bahia está com uma média acima de 3 mil casos ativos da Covid-19, segundo boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde (Sesab), e considerando que apenas 54.7 % da população baiana está com o 1º ciclo vacinal completo, realizar o Carnaval em Salvador e em outras cidades da Bahia seria uma atitude completamente equivocada”, diz outro trecho do comunicado.

”Vale ressaltar, ainda, que a Organização Mundial da Saúde (OMS) avalia que o mundo está entrando em uma quarta onda da pandemia da Covid-19, inclusive assolando diversos países europeus, como a Alemanha que vem atingindo recordes de casos de Covid. A OMS alerta, ainda, que o vírus continua evoluindo com variantes mais transmissíveis, inclusive a identificada no continente africano como Omicron, classificada pela OMS como uma Variante de Preocupação”, continua o Coren-BA, segundo o site Bahia Notícias.

 

Confira a íntegra da nota enviada pelo Coren:

 

O Conselho Regional de Enfermagem da Bahia (Coren-BA) vem a público comunicar que é totalmente contrário à realização do Carnaval na Bahia em 2022. O Coren-BA alerta para o alto risco de agravamento do cenário da pandemia de Covid-19 no estado, caso as autoridades governamentais autorizem a realização da folia momesca em Salvador e demais municípios baianos.

Considerando que o estado da Bahia está com uma média acima de 3 mil casos ativos da Covid-19, segundo boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde (Sesab), e considerando que apenas 54.7 % da população baiana está com o 1º ciclo vacinal completo, realizar o Carnaval em Salvador e em outras cidades da Bahia seria uma atitude completamente equivocada.

Vale ressaltar, ainda, que a Organização Mundial da Saúde (OMS) avalia que o mundo está entrando em uma quarta onda da pandemia da Covid-19, inclusive assolando diversos países europeus, como a Alemanha que vem atingindo recordes de casos de Covid. A OMS alerta, ainda, que o vírus continua evoluindo com variantes mais transmissíveis, inclusive a identificada no continente africano como Omicron, classificada pela OMS como uma Variante de Preocupação.

O Carnaval na Bahia, principalmente em Salvador, é tradicionalmente uma festa de rua, que aglomera milhares de pessoas em ambientes sem controle de fluxo e sem distanciamento social, condição extremamente propícia para aumento da transmissão comunitária da Covid-19. O Coren-BA também alerta que a imunização reduz as hospitalizações, porém não interrompe a transmissão.

A realização do Carnaval seria uma atitude extremamente inconsequente, atraindo turistas de regiões que estão, inclusive, vivenciando uma alta desenfreada de casos, como é o caso dos países europeus, e colocando em risco a saúde da população. O Carnaval de rua traria consequências bastante graves, modificando o curso da epidemiologia da doença, com o aumento de transmissão, aumento da mortalidade e casos graves da doença.

Diante do exposto, o Coren-BA reafirma seu posicionamento contrário à realização do Carnaval em 2022 e alerta a população para a necessidade da complementação do ciclo vacinal e intensificação do uso de máscaras, evitando aglomerações, inclusive com cuidado redobrado nas datas comemorativas de final de ano, a exemplo do natal e réveillon.

Tradicional festa de janeiro é cancelada pela Prefeitura de Santa Inês, pelo segundo ano consecutivo

Festa foi cancelada pela Prefeitura de Santa Inês. Foto: Arquivo

A Prefeitura de Santa Inês, no Vale do Jiquiriçá, anunciou o cancelamento, pelo segundo ano consecutivo, da tradicional Festa da Padroeira, também denominada pela atual gestão municipal de Festival de Cultura, que ocorre anualmente no mês de janeiro, com eventos religiosos e shows musicais em praça pública.

Em uma arte gráfica divulgada em rede social, a Prefeitura alegou que o Município vem passando por desafios como: pandemia, seca, enxurrada, crise econômica dentre outras circunstâncias que levaram o poder público a optar pelo cancelamento da festa, que já tem mais de 50 edições.

As restrições sanitárias recomendadas pelo Estado também foram citadas no comunicado da Prefeitura.

”Não há como realizar o festival da virada esse ano”, afirma Bruno Reis, prefeito de Salvador

/ Entretenimento

Bruno Reis cancela o Festival da Virada. Foto: Betto Jr/Secom

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM) afirmou, na manhã desta segunda-feira (29), que não há possibilidade de realizar o Festival da Virada na cidade, neste ano. O Chefe do Executivo soteropolitano foi aplaudido ao anunciar a decisão, durante uma coletiva de imprensa.

”Aonde quer que eu vá, as pessoas perguntam: e aí prefeito vamos ter festival da virada? e aí Prefeito vamos ter Carnaval? E o que que o Prefeito vem dizendo? Que a gente iria retardar o máximo pra tomar essa decisão, tentando ter o máximo de segurança pra que ela fosse tomada.[…] Não há como realizar o festival da virada esse ano, um evento pra mais de 250 mil pessoas, há exatamente um mês do início da festa”, pontuou Bruno.

”A gente sabe da importância da festa para a economia da nossa cidade, mas também a gente sempre colocou e vem colocando a vida em primeiro lugar. O momento existe cautela e prudência”, acrescentou o prefeito.

Ainda durante a coletiva, Bruno Reis reforçou que espera uma resposta do governador Rui Costa (PT) para a realização de uma reunião para definir o Carnaval no próximo ano. Segundo o prefeito, a decisão também ”será tomada com toda a cautela”. As informações são do bahia.ba

Variante ômicron é de ”preocupação, mas não de desespero”, segundo o ministro da Saúde

/ Bahia

O ministro da Saúde, Marcelo Querioga, disse nesta segunda-feira (29) que a ômicron, nova variante do coronavírus, “é de preocupação, mas não desespero”. A afirmação foi feita durante evento, em Salvador, para assinatura de contrato com a Pfizer para compra de 100 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19.

O ministro citou o esquema de vacinação no país ao falar da nova cepa. ”Temos a tranquilidade de enfrentar a imprevisibilidade de um inimigo perigoso, que é o novo coronavírus”, afirmou.

”Há três dias, foi anunciada uma nova variante, que foi inicialmente descrita na África do Sul, a variante ômicron. E eu falei: ‘é uma variante de preocupação, mas não é de desespero”, disse. ”Não é uma variante de desespero porque temos autoridades sanitárias comprometidas com assistência de qualidade.”

No fim de semana, Queriga disse que os cuidados que a população deve tomar em relação à variante ômicron, inicialmente identificada na África do Sul, são os mesmos aplicados a outras cepas da Covid que já circulam pelo mundo.

”Gostaria de tranquilizar todos os brasileiros porque cuidados com essa variante são os mesmos cuidados com as outras variantes. A principal arma que nós temos para enfrentar essa situação é a nossa campanha de imunização”, destacou em uma live nas redes sociais.

O secretário de Vigilância da Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Medeiros, ressaltou que além da imunização, as pessoas precisam continuar adotando as medidas não farmacológicas e até evitar viagens para lugares em que a nova cepa esteja circulando para evitar a contaminação.

”Dadas as mutações que poderiam conferir a capacidade de escapar de uma resposta imune, e dar-lhe uma vantagem em termos de transmissibilidade, a probabilidade de que a ômicron se propague pelo mundo é elevada”, afirmou a OMS nesta segunda. Até o momento, não houve registro de morte associada à variante.

Sobre compra de vacinas, Queiroga disse no evento desta segunda em Salvador, que o ministério tem um remanescente de 134 milhões de vacina de 2021 para uso no ano que vem, mais 100 milhões de doses a Pfizer com a chance de expansão para compra de mais 50 milhões, e 120 milhões da AstraZeneca, totalizando ao menos 354 milhões de doses. A Coronavac, produzida no país pelo Instituto Butantan não faz parte da lista citada pelo governo. ​

Na semana passada, a Folha mostrou que o Ministério da Saúde prevê a compra de 220 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 para a campanha de imunização de 2022. O investimento estimado é de R$ 11 bilhões. A pasta estima que serão necessários 340 milhões de vacinas para o ano que vem.

Segundo o ministro, foi preciso uma integração entre vários ministérios para a assinatura do contrato desta segunda. ”Foi feita realocação [do Ministério da Cidadania] de verba de R$ 7 bilhões para adquirir esse reforço para o Programa Nacional de Vacinação”, afirmou.

O Ministério da Saúde pediu à equipe do ministro Paulo Guedes (Economia) o aumento de R$ 1,4 bilhão no orçamento de 2021 para garantir a compra de 100 milhões de vacinas da Pfizer para a campanha de 2022.

O recurso extra, que deve ficar dentro do teto de gastos —regra que limita o aumento das despesas públicas—, seria usado para pagar antecipadamente 20% do contrato de R$ 7 bilhões com a Pfizer, uma imposição da farmacêutica na negociação pelas doses.

A Pfizer disse, em nota, que não comenta detalhes das negociações que mantém com o governo. ”É a reafirmação do governo para o fim da pandemia”, afirmou o ministro, que estava ao lado de João Roma, titular da pasta da Cidadania.

Queiroga negou que houve atraso atrasou na compra de vacinas e criticou o que ele chamou de “falsas narrativas” sobre a demora na imunização contra a Covid-19 no país.

*Folhapress

Brejões: Homem morre atropelado na BR-116 e outro é assassinado no KM 100, diz polícia

/ Polícia

Fatos foram registrados na mesma noite do KM 100. Foto: Leitor/BMFrahm

Um homem morreu atropelado por um veículo ainda não identificado ao transitar pela BR-116, na noite deste domingo (28), no perímetro do Município de Brejões. O acidente teria ocorrido por volta das 18h30, conforme apurou o Blog Marcos Frahm, na localidade de KM 100, ou distrito Serrana, e teve como vítima um rapaz morador da localidade, que foi a óbito no local.

A PRF, PM e Polícia Técnica estiveram no local fazendo serviços periciais e colhendo informações de populares, que chegaram a informar que o veículo atropelador seria uma motocicleta, mas o caso será apurado. O corpo do homem foi encaminhado ao IML de Jequié.

Homicídio

Horas depois, na mesma localidade de KM 100, um crime de homicídio foi registrado e a equipe do DPT retornou ao município.

O homem teria sido esfaqueado em frente a uma hamburgueria. O autor ou autores fugiram. Imagens de câmeras de segurança de estabelecimentos da área serão solicitadas pela polícia e poderão ajudar na identificação da autoria. A vítima era natural de Brejões e foi identificada como Genilson de Jesus Oliveira. O golpe lhe atingiu na femural direita.