Prefeitura de Guanambi anuncia lockdown de dez dias para tentar frear avanço do coronavírus

/ Saúde

A gestão municipal da cidade de Guanambi, no Sertão Produtivo, anunciou o fechamento total das atividades a partir da próxima segunda-feira (1º). A  medida visa frear o avanço das contaminações pelo novo coronavírus na cidade. O lockdown terá validade de dez dias e pode ser prorrogado caso não haja recuo da curva de contágio.

De acordo com a secretária de Saúde Roberta Mota, que fez o anúncio na noite desta quarta-feira (24), a decisão  será publicada no próximo diário oficial. ”Não estamos fora de um contexto, quem tem acompanhado as informações da Bahia e do Brasil percebe que este não é o cenário apenas de Guanambi. Este é um cenário que precede o colapso do sistema de saúde”, disse.

Ainda de acordo com a gestora, nas últimas semanas a cidade tem tido o que ela chamou de ”uma piora expressiva no aumento do número de casos”, principalmente nos últimos dez dias. Na cidade, 3.595 pessoas testaram positivo para a doença desde o início da pandemia. Deste total, 3.432 são considerados curados e 23 óbitos foram registrados.

A mudança no perfil da doença, que passou a acometer os mais jovens com maior gravidade, também colaborou para a tomada de decisão. ”Nosso último decreto trouxe o fechamento parcial dos nossos estabelecimentos e, desde a outra semana já falávamos na possibilidade de lockdow. Essa decisão exige muito da gestão pois impacta em vários setores como economia, mobilidade, comércio. A população sofre com isso, todos nós sofremos,  mas o lockdown acaba se tornando necessário quando as medidas que estão sendo tomadas são insuficientes para controlar a disseminação do vírus”, pontuou. As informações são do site Bahia Notícias

Doce Mel, o time de Ipiaú, estreia com derrota para o Bahia e ocupa a última posição no Baianão 2021

/ Esporte

Sub-23 do Bahia vence o Doce Mel. Foto: Felipe Oliveira

O time de Ipiaú estreou com derrota para o Bahia no campeonato estadual de 2021. O tricolor venceu o Doce Mel por 2 a 0 na noite de hoje (24), em duelo realizado no estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana.

O confronto foi válido pela segunda rodada do Baianão. O tricolor venceu com gols de Caio Mello e Daniel Penha, um em cada tempo do jogo. Foi a primeira vitória do time Sub-23 tricolor no estadual. O resultado deixou o tricolor na terceira posição, atrás do arquirrival vitória, com três pontos e o Doce Mel na última posição.

Na rodada seguinte, o Bahia enfrenta o time do Unirb, na Fonte Nova, em duelo marcado para as 21h30, mas que deve ser remarcado em função do toque de recolher no estado. Já a equipe de Ipiaú vai a Vitória da Conquista, enfrentar o clube da casa.

Prefeitos de cidades do Vale do Jiquiriçá prestigiam posse do novo ministro de Bolsonaro, João Roma

Lúcio, Marco, Danilo e Rodrigo. Foto: Reprodução/Facebook

Desde segunda-feira (22), uma enxurrada de informações nas redes sociais revelam que prefeitos do interior baiano cumprem agenda em Brasília. E como de praxe, os gestores justificam a visita a capital dizendo estarem buscando recursos para os seus municípios.

Mas, coincidência ou não, os mandatários municipais decidiram ir a Brasília em plena semana da cerimônia de posse do novo ministro do Governo Bolsonaro, o deputado federal pernambucano, mas radicado na Bahia, João Roma (Republicanos), que assume o Ministério da Cidadania, em substituição a Onix Lorenzoni, do Democratas.

A posse ocorreu no início da noite desta quarta-feira, conduzida pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), no Palácio, com a presença de um grande número de prefeitos e lá estavam gestores do Vale do Jiquiriçá.

Sob o acompanhamento do correligionário de Roma no território e opositor do governo estadual, o prefeito de Mutuípe, Rodrigo Maicon (MDB), estavam Lúcio Monteiro (PSD), de Ubaíra, Marco Aurélio Costa (PSB), de Itaquara, além do recém empossado presidente de Desenvolvimento Sustentável do Vale do Jiquiriçá e prefeito de Nova Itarana, Antonio Danilo (PSD).

A informação de que os prefeitos da região prestigiaram a posse de Roma foi confirmada em rede social por Rodrigo Maicon. *Por Marcos Frahm

Deputado João Roma toma posse como ministro de Bolsonaro e cita ACM Neto: ”Sou muito grato”

/ Brasília

João Roma, Com Bolsonaro Onyx e esposas. Foto: Rede social

O deputado federal João Roma (Republicanos) tomou posse no ministério da Cidadania, nesta quarta-feira (24) e fez questão de mencionar o ex-prefeito de Salvador e padrinho político ACM Neto (DEM). A cerimônia foi marcada pela posse do novo ministro da Secretaria-geral, Onyx Lorenzoni (DEM), que abriu espaço na pasta da Cidadania para a chegada de Roma.

”Destaco especialmente a oportunidade de ter participado na transformação da cidade de Salvador, melhorando a vida daqueles que mais precisam, na gestão do então prefeito ACM Neto, a quem sou muito grato”, disse durante o discurso.

Logo após o anuncio do nome de Roma para a Cidadania, o presidente nacional do Democratas, o ex-prefeito ACM Neto considerou ”lamentável” o aceite de Roma ao convide do governo federal, conforme informações do site Bahia Notícias.

Governo Bolsonaro pretende entregar ao Congresso projeto para privatizar os Correios

/ Economia

O governo enviará ao Congresso, nos próximos dias, um projeto de lei para desestatizar os Correios. A informação foi confirmada pelo Ministério das Comunicações, e divulgada pelo jornal O Globo.

Nesta semana, o governo enviou uma medida provisória para privatizar a Eletrobras. Agora, a mesma iniciativa com os Correios sinaliza apoio à agenda de privatizações defendida pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, em um momento no qual a pauta liberal é questionada após a decisão do presidente Jair Bolsonaro de trocar o comando da Petrobras. A venda dos Correios depende da regulamentação de um trecho da Constituição.

Jequié confirma 164 casos do vírus nas últimas 24h, ocupação de UTI é de 93% e 6.032 vacinados

/ Jequié

Jequié segue como epicentro da Covid. Foto: Blog Marcos Frahm

O boletim do coronavírus em Jequié, atualizado na noite desta quarta-feira (24) informa que houve o registro de mais 164 novos casos, nas últimas 24 horas, perfazendo um total de 10.985 pessoas confirmadas com a doença, até agora.

Ainda segundo o boletim, 9.333 pacientes encontram-se recuperados e não apresentam mais os sintomas da doença. Conforme os dados repassados pelo HGPV e pelo Hospital São Vicente, a taxa de ocupação geral dos leitos de UTI/adulto é de 93%.

Destes, 18 leitos estão ocupados por residentes de Jequié e 9 leitos ocupados por pessoas de outros municípios. Até o presente momento, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, 6.032 pessoas foram vacinadas em Jequié.

Surto de coronavírus afeta o Conjunto Penal de Jequié, com 51 internos infectados e visita é suspensa

/ Jequié

Visita aos internos é suspensa no Presídio. Foto: Blog Marcos Frahm

O diretor do Conjunto Penal de Jequié, o Major João Henrique, se manifestou, nesta quarta-feira (24), sobre um surto de coronavírus que afeta à unidade prisional, que suspendeu as visitas ao órgão, inclusive de companheiras dos internos.

Segundo o Major, todas as medidas necessárias foram adotadas pela direção do Presídio, desde o início da pandemia, com apenas 1 interno contaminado em 2020, mas o número de funcionários infectados chegou a 60, porém, 03 apresentam sintomas e os demais já estão recuperados.

Contudo, com a nova variante da Covid-19, em 2021, presos voltaram a ser submetidos a exames, neste mês de fevereiro, e 51 testaram positivo para o vírus, ficando isolados em ala separada, depois de passarem pela enfermaria. Entre os internos infectados, um idoso de 71, portador de comorbidades e que teve o seu quadro agravado, foi encaminhado na terça-feira (23) ao Hospital Geral Prado Valadares, onde permanece internado. ”Todos já estão sendo medicados. Nosso corpo de médicos e enfermeiros está trabalhando de domingo a domingo, em regime de plantão, para tratar esses internos que estão infectados. Todo o protocolo de tratamento vem sendo atendido e a Secretaria Penitenciária permite que a gente não sinta falta de material e medicamento”, esclareceu o Major, em áudio enviado ao Blog Marcos Frahm.

Ainda segundo o Major, o Conjunto Penal de Jequié conta com 08 pavilhões, e o foco do coronavírus se deu em apenas 01 módulo e ele acredita que ocorreu após o restabelecimento de visitas no mês de outubro do ano passado, depois de cerca de 09 meses sem visitação. ”A decisão de visita não passa apenas pela Secretaria e nós já estávamos preparados para isso. A visita foi permitida de forma rigorosa, as pessoas passaram por um critério de controle, co uso de máscara, álcool em gel, mas infelizmente nós detectamos que isso aconteceu por conta de uma visita, que contaminou um preso e gerou essa transmissão. A direção e os servidores estão trabalhando para debelar esse foco. Os familiares que se interessam em buscar informações sobre os presos terão que entrar em contato por telefone e nós estaremos aqui, para prestar qualquer informação”, disse o diretor, que revela preocupação com o número de infectados.

Sesab diz que aeronaves do Estado retomam transporte de vacinas aos municípios baianos

/ Bahia

Aeronaves voltam a transportar vacinas. Foto: Divulgação/Secom

Seis aeronaves da Polícia Militar e da Casa Militar do Governador retomaram, na tarde desta quarta-feira (24), o transporte de vacinas contra a covid-19. Trinta cidades receberão os imunizantes até a noite.

Assim que os quatro aviões e dois helicopteros pousarem com as doses nos municípios, a Polícia Militar realizará escoltas até locais determinados pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). Com apoio da Polícia Civil, os pontos de armazenamento contarão com reforço das patrulhas ostensivas e de ações de inteligência.

”Vamos novamente com força total para garantir que as vacinas contra o novo coronavírus cheguem de forma rápida e segura a todas as cidades baianas”, enfatizou o secretário da Segurança Pública, Ricardo Mandarino. A expectativa é de que até quinta-feira, a vacina chegue aos 417 municípios.

Em Brasília, Zé Cocá apresenta projeto de irrigação para produtores da Barragem de Pedras

/ Jequié

Cocá vai à CODEVASF na companhia de Leur. Foto: Divulgação

O prefeito de Jequié, Zé Cocá, acompanhado pelo deputado federal, Leur Lomanto Jr., está cumprindo extensa agenda em Brasília, onde participou, na tarde desta quarta-feira (24), de uma reunião com o diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (CODEVASF), Marcelo Moreira. A CODEVASF tem a missão de desenvolver bacias hidrográficas de forma integrada e sustentável, contribuindo para a redução das desigualdades regionais.

Durante a audiência, que aconteceu na sede da empresa, foi apresentado ao presidente da CODEVASF um projeto de irrigação para pequenos produtores que vivem no entorno da Barragem de Pedras. A iniciativa serviria para incentivar, capacitar e desenvolver a agricultura irrigada na região, tendo em vista o imenso potencial hídrico do local. Marcelo Moreira confirmou ao prefeito, Zé Cocá, e ao deputado federal, Leur Lomanto, que estará enviando uma equipe técnica para realizar um estudo de viabilidade do projeto.

Em 24 horas, Bahia registra 68 óbitos por Covid-19 e 4.398 casos da doença, diz boletim

/ Bahia

A Bahia registrou, nas últimas 24 horas, 4.398 novos casos confirmados da Covid-19 e 68 mortes em decorrência da doença, segundo boletim divulgado hoje (24) pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab).

Ao todo, a Bahia tem 664.904 casos confirmados e 11.388 óbitos desde o início da pandemia; 635.265 pessoas já estão curadas da doença e 18.251 encontram-se ativos.

No estado, dos 2.212 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.566 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de UTI adulto de 82%.

Obras da Via Bahia deixam trecho da BR-116 na Serra do Mutum sem acostamento e mais perigoso

/ Jaguaquara

Serra do Mutum para por restauração. Foto: Blog Marcos Frahm

Por 07 quilômetros a Rodovia Santos Dumont (BR-116), no trecho conhecido como Serra do Mutum, entre Jaguaquara e Jequié, não possui acostamento depois de obras que estão sendo realizadas pela Concessionária ViaBahia, para recuperação do pavimento e alargamento da estrada.

De acordo com o taxista Wilson Silva, que transita diariamente pelo trecho, caso o condutor precise do acostamento, ele vai precisar parar o veículo em cima da pista. ”Você não pode tirar o veículo fora da pista. Se estourar um pneu ou acontecer alguma coisa vocês pode provocar uma tragédia”, reclama, ao Blog Marcos Frahm.

Uma empresa contratada pela Concessionária que administra a rodovia atua no local com máquinas e homens recuperando o asfalto, implantando nova sinalização vertical, que gera o alargamento no sentido Jequié / Jaguaquara, facilitando o tráfego de caminhões que sobem a ladeira e antes caiam com facilidade na sargeta implantada às margens da pista para escoamento de água pluvial, mas o projeto de modernização do trecho exclui o acostamento, o que aumenta exponencialmente a probabilidade de acidentes. Os usuários aguardam uma resposta.

Vale ressaltar que a Serra do Mutum, com cursas sinuosas, é considerado o trecho mais perigoso da BR-116 no Sudoeste baiano e já foi palco de várias tragédias em decorrência de suas condições.

Ministério da Saúde diz que começa distribuição de 3,2 milhões de doses da vacina contra covid-19

/ Saúde

O Ministério da Saúde apresentou nesta quarta-feira (24) o quantitativo de distribuição dos 3,2 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 entregues ontem (23) à pasta pela Fundação Oswaldo Cruz e pelo Instituto Butantan. Do total recebido, 2 milhões de doses são da vacina da AstraZeneca/Oxford, importadas da Índia, e 1,2 milhão, do imunizante do Instituto Butantan. A distribuição dos imunizantes deve ocorrer nos próximos dias.

De acordo com a pasta, a chegada de mais vacinas vai permitir a ampliação da vacinação para outros grupos prioritários: agora, terão prioridade pessoas nas faixas de 85 a 89 anos e de 80 a 84 anos, 3.837 indígenas e 8% dos trabalhadores da Saúde.

Até então, a Campanha Nacional de Vacinação previa a incorporação dos idosos de 90 anos ou mais (100%); trabalhadores da Saúde (73%); pessoas idosas (60 anos ou mais) residentes em instituições de longa permanência institucionalizadas (100%); pessoas com deficiência, a partir de 18 anos, moradores em residências inclusivas institucionalizadas (100%); indígenas vivendo em terras indígenas com 18 anos, ou mais, atendidos pelo Subsistema de Atenção à Saúde Indígena (100% do quantitativo inicial repassado pela Secretaria de Saúde Indígena – Sesai).

Ainda segundo o Ministério da Saúde, o envio das doses aos estados vai ocorrer de forma proporcional e igualitária, conforme estabelece o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a covid-19, que prevê os grupos prioritários.

Entretanto, devido à situação epidemiológica, a Região Norte receberá 5% do total de doses de vacinas em cada fase de distribuição. ”Desse total, 70% [destinam-se] ao Amazonas, 20% ao Pará e 10% Acre, para também atender aos seguintes grupos prioritários: Amazonas: 86.667 pessoas entre 60 e 69 anos; Pará: 24.762 na faixa entre 80 e 84 anos; e Acre, 12.381 pessoas entre 70 e 84 anos”, informou o ministério.

A Secretaria de Vigilância Sanitária (SVS) do Ministério da Saúde disse que a nova remessa de doses de vacina recebidas pelo Butantan corresponde à entrega de duas doses. Com isso, estados e municípios devem fazer a reserva do imunizante para aplicação da segunda dose, conforme o prazo recomendado de duas a quatro semanas.

Já a vacina da AstraZeneca corresponde à entrega da primeira dose. O ministério informou que a segunda dose será distribuída em outro momento, já que o imunizante tem prazo maior para realizar a outra aplicação. O quadro de distribuição das vacinas está contido no informe técnico da SVS sobre o plano de vacinação.

No caso da CoronaVac, está prevista a aplicação de duas doses por pessoa, no espaço de duas a quatro semanas. No informe técnico divulgado hoje, os técnicos da Coordenação-Geral do Programa Nacional de Imunizações alertam os estados sobre a necessidade de reservar a quantidade suficiente de CoronaVac para aplicar a segunda dose.

”Tendo em vista o intervalo entre a Dose 1 e Dose 2 (duas a quatro semanas), e considerando que ainda não há um fluxo de produção regular da vacina, orienta-se que a D2 fique reservada para garantir que o esquema vacinal seja completado dentro desse período, evitando prejuízo nas ações de vacinação”, diz o documento.

Os 2 milhões de doses da vacina da Astrazeneca/Oxford poderão ser usados para ampliar o número de pessoas que receberão a primeira dose da vacina, pois a pasta assegura que receberá novo lote do imunizante a tempo de garantir a segunda dose, que, no caso da Astrazeneca, deve ser aplicada em 12 semanas. Da Agência Brasil

Jaguaquara: Após audiência de prefeita com delegada-geral, equipe da delegacia é reforçada

/ Jaguaquara

Prefeita se reúne com cúpula da Polícia Civil. Foto: Divulgação

Após audiência da prefeita de Jaguaquara com a delegada-geral da Polícia Civil da Bahia, a jaguaquarense Heloísa Campos Brito, no último dia (9) de fevereiro, em Salvador, onde foi discutida a necessidade de reestruturação do sistema de segurança pública na maior cidade do Vale do Jiquiriçá, cuja delegacia, construída em 1931, apresenta uma estrutura defasada, há muitos anos, além do número reduzido de policiais civis, insuficiente para atender a demanda, novos investigadores foram nomeados pelo Estado e já estão no Município.

Nesta terça-feira (23), em seu gabinete, a prefeita Edione Agostinone se reuniu com o delegado titular da Delegacia Territorial, Chardison Castro de Oliveira, que durante o encontro apresentou os novos integrantes da Civil, todos servidores da segurança pública estadual e que agora são lotados na DT de Jaguaquara.

O próximo desafio será a reestruturação da unidade prisional, que não oferece boas condições de trabalho. As informações são de que a proposta do Estado é de instalação de uma Delegacia em um novo endereço, mas há resistência de autoridades, que preferem a reforma ampliação do prédio atual.

Após atrito com ACM Neto, Bruno Reis decide não participar da posse de João Roma no ministério

/ Política

Bruno Reis diz que não vai a posse do aliado. Foto: Divulgação

Prefeito da capital baiana, Bruno Reis (DEM) decidiu, conforme publicação feita pelo jornal Tribuna da Bahia, não participar da posse do deputado federal João Roma (Republicanos) como ministro da Cidadania. O evento está previsto para acontecer na noite de hoje, com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Conforme o impresso, a expectativa é de que prefeitos do interior baiano compareçam ao ato. Mesmo com o atrito entre o ex-prefeito soteropolitano ACM Neto (DEM) e Roma, políticos do grupo político têm declarado apoio ao novo auxiliar de Bolsonaro.

Entre eles, o prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins (MDB), que disse, em entrevista à imprensa feirense, que Roma no governo federal era ”bom para a Bahia”. O prefeito de Luís Eduardo Magalhães, Júnior Marabá, também manifestou apoio ao novo ministro. Nas redes sociais, afirmou que estava confiante que Roma ”continuará a representar bem a nossa Bahia e o nosso País”.

A assessoria de comunicação da Prefeitura de Salvador justificou à Tribuna a ausência de Bruno Reis. ”O prefeito não irá comparecer. Ele irá a Brasília amanhã, mas precisará retornar logo. Não pode se ausentar (de Salvador) muito tempo, dada a gravidade da situação que estamos enfrentando”, informou.

Bruno Reis esteve ontem em Brasília para, segundo ele, buscar recursos a fim de enfrentar a pandemia da Covid-19. De acordo com ele, a Prefeitura tem gastado cerca de R$ 60 milhões por mês no combate à doença. O prefeito soteropolitano tem evitado se envolver no embate entre João Roma e ACM Neto.

A avaliação de correligionários é de que o gestor soteropolitano quer evitar atrito na relação entre Prefeitura, o ministro João Roma e o Governo Federal. As informações são do site Polícia Livre