Eleições 2020: Médica e advogado tem candidaturas à Prefeitura de Itiruçu registradas pela Justiça Eleitoral

/ Eleições 2020

Lorena do PSD enfrenta Ailton do PSB. Fotomontagem: BMFrahm

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) já julgou os pedidos de registros de candidaturas para prefeito do município de Itiruçu, conforme apurou o Blog Marcos Frahm.

Agora, os dois candidatos são considerados aptos e tiveram candidaturas deferidas. Os candidatos são: a médica e atual prefeita Lorena Di Gregório (PSD), representando a ”Coligação Itiruçu no Caminho Certo”, e o advogado e ex-prefeito Ailton Cezarino (PSB), da ”Coligação Experiência Renovada”. Nas eleições 2020, 9.458 eleitores estão aptos a votar em Itiruçu.

Polícia prende em Salvador mandante do homicídio de mulher dentro de boate em Jequié

/ Jequié

Com a prisão de um indivíduo de iniciais D.S.S., a DT Jequié/Divisão de Homicídios/9ª Coorpin, foi identificado o mandante do homicídio ocorrido no dia 12 de junho deste ano, que teve como vítima, Girlane de Jesus, 32, dentro da boate Paraíso das Pimentas, que era administrada pela vítima, situada na rodovia Jequié-Barragem da Pedra.

Dois elementos armados, adentraram no local por volta das 15h30, a  bordo de uma motocicleta e foram ao encontro de Girlane de Jesus, que após ser alvejada várias vezes  tombou sem vida no local. Na fuga, os criminosos ainda balearam um cliente da boate, que foi socorrido e levado para o Hospital Geral Prado Valadares.

Durante os quatros meses da ocorrência do crime, a equipe da Divisão de Homicídios da DT de Jequié realizou meticulosa investigação culminando com a captura de D.S.S., mandante do homicídio e apontado como  braço direito de um dos maiores traficantes da região, envolvido também em outros 11 homicídios ocorridos na cidade.

A equipe da Polícia Civil de Jequié se deslocou para  Salvador e, com apoio da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos e a Coordenação de Apoio Técnico à Investigação, onde prendeu o indivíduo,  contra o qual há mandado de prisão após representação da autoridade policial. Com informações do Jequié Repórter

Jequié volta a ter alta em casos do vírus e registrou 89 novos casos nos últimos três dias

/ Jequié

Ambulâncias em frente ao Prado Valadares. Foto: Blog Marcos Frahm

De acordo com os boletins epidemiológicos emitidos nos últimos três dias, Jequié está, novamente, com casos do coronavírus em alta. Durante segunda, terça e esta quarta-feira (14), foram registrados 89 novos casos do vírus.

Hoje, conforme informou a Prefeitura, através da Secretaria de Saúde, houve o registro de mais 37 novos casos, perfazendo um total de 6.013 pessoas confirmadas com a doença, até agora.

Mais 51 pessoas tiveram alta, sendo liberadas para suas atividades, contabilizando 5.604 pacientes que encontram-se recuperados e não apresentam mais o sintomas da doença. Os que estão em quarentena somam 478 pessoas.O número de óbitos é de 89.

Conforme os dados repassados pelo HGPV e pelo Hospital São Vicente, a taxa de ocupação geral dos leitos de UTI/adulto é de 72,41%. Destes, 11 leitos estão ocupados por residentes de Jequié e 10 leitos ocupados por pessoas de outros municípios.

Jequié cancela jogo treino que faria em Jaguaquara por conta das restrições contra o vírus

/ Jequié

O Jequié treinou nesta quarta em Itiruçu. Foto: Divulgação

Devido a Pandemia do novo Coronavírus a Diretoria do Jequié, em decisão conjunta com a Comissão Técnica decidiu, por precaução, não realizar o jogo-treino previsto para esta quarta-feira (14) no Estádio Menandro Menahim, em Jaguaquara, com uma equipe amadora do município.

Com o cancelamento, a equipe jequeense, que teria se deslocado para a região, treinou no Estádio Municipal de Itiruçu.

O Baianão Série B 2020 será curto, com cinco rodas na primeira fase e mais duas partidas na fase final. O início será no dia 25 de outubro. O Jequié enfrenta o Colo Colo de Ilhéus, no Estádio Waldomiro Borges.

Bahia registra 2.460 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas; total de mortes é de 7.214

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 2.460 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,8%) e 1.600 curados (+0,5%). De acordo com a Secretaria Estadual da Saúde (Sesab), dos 329.787 casos confirmados desde o início da pandemia, 315.863 são considerados curados, 6.710 encontram-se ativos e 7.214 pessoas foram a óbito. A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e mortes relacionadas ao coronavírus está disponível em https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Ainda segundo a Sesab, os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (27,10%). As cidades com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (7.347,18), Almadina (6.551,98), Itabuna (6.286,38), Madre de Deus (6.220,07), Apuarema (5.702,59).

O boletim epidemiológico da secretaria contabiliza ainda 666.672 casos descartados e 76.243 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quarta-feira (14).

Na Bahia, 27.375 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

Óbitos

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 26 óbitos que ocorreram em diversas datas. A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

Polícia Rodoviária vai realizar novo leilão online com mais de 250 veículos recolhidos na Bahia

/ Trânsito

PRF realizará leilão online com mais de 250 veículos Foto: Divulgação

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), realiza, a partir das 9h do dia 26 de outubro, e até as 14h do dia 30 de outubro, um novo leilão de veículos, classificados como sucatas, que foram retidos na unidade policial da PRF, em Feira de Santana, a cerca de 100 km Salvador.

Neste mês de outubro, a PRF já havia iniciado um leilão online, mas este vai até 22 de outubro e os bens que serão leiloados são da própria instituição, que estão sem utilização.

Este novo leilão também será na modalidade online, por causa da pandemia da Covid-19. Os interessados devem acessar o site Batista Regis Leilões. Os lances mínimos serão entre R$ 50 e R$ 500.

O edital visa arrematação de veículos retidos, abandonados, removidos ou recolhidos a qualquer título, que se encontram há mais de 60 dias nos pátios administrados pela PRF do estado da Bahia.

Os interessados poderão examinar os lotes nos dias 22 e 23 de outubro, das 8h às 12h e de 13h às 17h, nos endereços abaixo mencionados:

  • Pátio PRF Feira de Santana – BR-116 KM 429 (Posto próprio da PRF) – Feira de Santana/BA 75 – 3221-0973
  • Pátio PRF Milagres – BR 116 KM 544 (Posto próprio da PRF) – Milagres/BA 75 – 3545-2142
  • Pátio Rocha (Humildes) – BR 324, KM 527 – Distrito de Humildes – Feira de Santana – BA. Telefone: (75) 3626-7353 – Pátio Contratado
  • Pátio Cerqueira Guincho Nova Itarana – BR 116, KM 542 – Nova Itarana/BA – Pátio Contratado

Jaguaquara: Polícia Militar apreende menor com drogas, balança, celulares e dinheiro

/ Jaguaquara

Apreensão ocorreu no bairro São Jorge. Foto: Polícia Militar

A Polícia Militar de Jaguaquara apreendeu, nesta quarta-feira (14), um menor que segundo informações divulgadas pela 3ª Cia do 19º BPM estaria com certa quantidade de entorpecentes no bairro São Jorge, onde a guarnição fazia rondas.

Ainda conforme informações policiais, a droga foi encontrada após o suspeito ser abordado e,quando questionado sobre a existência de maior quantidade, o supracitado confirmou e indicou o local que estaria sendo utilizado para armazenar o material ilícito.

Foram apreendidas 04 porções de cocaína, 01 balança de precisão, 01 pedra média de crack, 02 porções de maconha, 04 smartphones, 01 celular Nokia e R$ 553,00, em espécie.

Caminhão carregado com móveis pega fogo na Curva do Engenho na BR-330, em Ipiaú

Caminhão pegou fogo após sofrer pane. Foto: Giro em Ipiaú

Um caminhão carregado com móveis foi tomado pelas chamas na manhã desta quarta-feira (14), em um trecho da BR-330, conhecido como Curva do Engenho, no município de Ipiaú.

De acordo com o condutor do veículo, que é natural de Minas Gerais, o fogo começou após uma pane, iniciada por faíscas, no painel do automóvel. Ainda segundo o motorista, na tentativa de conter as chamas, um carro-pipa foi acionado, porém, o veículo estava sem água, conforme informações do site Giro Ipiaú.

Ao site local o caminhoneiro também informou que a carga teria como destino a cidade de Gandu. Ninguém ficou ferido na ocorrência.

Uesb retoma aulas através de ensino virtual a partir da próxima segunda-feira (19)

/ Educação

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) aprovou o retorno das aulas de graduação, por meio do Ensino Remoto Emergencial (ERE). As atividades pedagógicas não presenciais, que darão continuidade ao semestre letivo 2019.2, irão começar na próxima segunda, 19.

O professor Reginaldo Pereira, pró-reitor de Graduação, destacou que a volta das atividades acadêmicas da Uesb é resultado de um trabalho coletivo, que envolveu demandas específicas, como a elaboração da Resolução 022/2020 que regulamenta a modalidade excepcional de ensino na Universidade. Além da elaboração do Plano de Formação Docente em Tecnologias Digitais, que está em processo de conclusão, o Edital de Inclusão e Acessibilidade Digital para os Discentes, o Edital de Monitoria de Apoio Tecnológico aos Docentes e o Edital de Apoio Psicológico.

Na Bahia, a Uesb é a primeira instituição [pública] que retoma as atividades com Ensino Remoto Emergencial, de forma regular. E o objetivo é que a retomada aconteça de forma tranquila, mantendo o padrão de qualificação acadêmica, técnica, científica, social e crítica.

Segundo a Resolução, os colegiados de cada curso informarão aos discentes a relação das disciplinas que serão ofertadas por meio do ERE, além da disposição das atividades síncronas e assíncronas.

Candidato a prefeito de Ipiaú, Alípio é diagnosticado com coronavírus e está internado em Salvador

Alípio Oliveira foi diagnosticado com coronavírus. Foto: Rede social

O empresário e candidato a prefeito do município de Ipiaú, no Médio Rio de Contas, Alípio Oliveira (MDB) foi diagnosticado com o coronavírus e encontra-se internado no Hospital Aliança, em Salvador. O candidato se pronunciou através das redes sociais, informando que se recupera bem após ser infectado e que passou a sentir os sintomas, como dificuldades para respirar, na última segunda-feira (12), quando tentou fazer exames de tomografia em Jequié, mas em razão do equipamento ser inadequado para o seu tamanho ele seguiu para a capital baiana.

Em vídeo, o prefeiturável tranquilizou os seus seguidores, dizendo estar se sentindo melhor e que logo estará de volta a Ipiaú.

”Depois de fazer alguns exames aqui no Hospital Aliança, a médica resolveu me internar por segurança, porque faço parte do grupo de risco. Já estou tomando os remédios. Hoje já estou bem melhor, já não estou mais com dificuldades para respirar. A evolução vai ser rápida e logo logo estarei aí em campanha junto com todos vocês”, disse.

O vice da chapa puro sangue, Rodrigo Machado (MDB), também foi diagnosticado com o novo coronavírus.

Ministro das Comunicações apresenta projeto e prevê privatização dos Correios para 2021

/ Política

Ministro das Comunicações, Fábio Faria. Foto: Cleverson Oliveira

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, disse nesta quarta-feira (14), que a privatização dos Correios pode ocorrer em 2021. A declaração foi dada no Palácio do Planalto, onde ele esteve para entregar uma minuta do projeto de lei que que permitirá ao processo de venda de estatal ao ministro Jorge Oliveira, da Secretaria-Geral da Presidência.

Antes de ser enviado ao Congresso Nacional, o texto será analisado pela Subchefia para Assuntos Jurídicos (SAJ) e pela Casa Civil. Segundo o ministro, a proposta trata “mais sobre princípios do que regras”. A íntegra do texto não foi apresentado à imprensa.

De acordo com o Ministério das Comunicações, dentre as diretrizes estabelecidas na proposta de regulação do Sistema Nacional de Serviços Postais, que permitirá a privatização da estatal, está a obrigatoriedade, por parte da União, de garantia da prestação do serviço postal universal por meio de empresa estatal; celebração de contratos de concessão comum; ou celebração de contratos de concessão patrocinada.

O projeto de lei permite que os serviços prestados no âmbito do Sistema Nacional de Serviços Postais sejam explorados em regime privado, respeitando, porém, o artigo da Constituição que estabelece à União manter o serviço postal, o que será delegado ao Operador Postal Designado no decorrer do processo de privatização dos Correios.

Como mostrou o Estadão, o governo trabalha com um leque de opções para a privatização dos Correios. Entre as possibilidades estão a venda de participações e uma delegação dos serviços, de forma similar a uma concessão. A divisão de concessões por região, como foi feito na privatização do sistema de telefonia, não está descartada.

Só após a conclusão dos estudos tocados paralelamente é que se fará a recomendação do modelo, que pode contar até com uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). O que o governo espera é que, com o projeto de lei, haja segurança jurídica para encaminhar a privatização.

”Acabamos de entregar agora para o secretário de assuntos jurídicos e ministro da SAJ, ministro Jorge, o projeto do PL dos Correios. Depois da SAJ ele vai para Casa Civil para depois ser enviado para o Congresso Nacional. É o que cabia a parte do Ministério das Comunicações foi feito. Esse projeto que vai dar condições de entrar no processo de privatização para o ano de 2021”, disse Faria.

De acordo com o ministro, a consultoria Accenture, contratada pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), segue fazendo os estudos de viabilidade da privatização que também será entregue ao Congresso Nacional em 120 dias,

”O Congresso Nacional deve se debruçar em relação a esse tema. É lá a arena onde serão debatidos todos os requisitos necessários, tratar da universalização das entregas dos Correios, em relação aos funcionários, tudo isso será tratado com bastante cuidado no Congresso Nacional”, disse.

Faria afirmou que a privatização não será feita de modo brusco e que os servidores da estatal poderão debater o projeto com os congressistas. ”Ninguém vai fazer esse processo de uma maneira brusca. Ele será feito no momento certo, o Congresso com certeza vai saber ser justo em relação a esse tema”, afirmou. Com informações do Estadão

DEM entrará com ação no STF contra anulação de votos e cassação de Targino Machado

/ Política

Targino, ao lado de Neto, teve o mandato cassado. Foto: Reprodução

O presidente do diretório do Democratas na Bahia, o deputado federal Paulo Azi, revelou ao site BNews que a legenda entrará no Supremo Tribunal Federal (STF) contra decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tomada na última terça-feira (13), que confirmou à cassação do deputado estadual Targino Machado (Dem) e anulou os mais de 67 mil votos obtidos pelo parlamentar no pleito de 2018.

”Vamos recorrer das duas decisões. Até porque, essa decisão que está anulando votos é absurdo, por esse critério, por exemplo, o ex-deputado estadual [Luiz] Caetano (PT), que teve mandato indeferido, terá que ter os seus votos anulados. Ele perdeu o mandato, mas os votos foram validados para o PT. Não pode existir dois pesos e duas medidas”, desabafou Azi.

Em 2018, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) reformou a decisão do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) e indeferiu o registro da candidatura do deputado federal Luiz Caetano (PT-BA). Reeleito com 124.647 votos, Caetano foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa por uma condenação por improbidade administrativa e perdeu a cadeira.

Azi pontua que decisão do TSE é  baseada em uma mudança de entendimento do tribunal e uma tentativa da corte de aplicar esse novo interpretação, firmado para o pleito de 2020, também em 2018: ”Eles mudaram a jurisprudência para 2020 e querem utilizá-la no pleito de 2018, o que é absurdo. Essa decisão gera uma insegurança jurídica produzida pelo guardião da legislação eleitoral, o TSE, o que não poderia acontecer”.

Extrapolação

O advogado do Democratas Bahia, Ademir Ismerim, explica que a decisão do TSE de cancelar os votos extrapolou competência e atingiu direitos de terceiros que não estava no processo e que podem ser prejudicados em uma eventual recontagem de votos: ”O Dem está sofrendo as consequências na medida que querem cancelar os votos que eram do partido. Se você tem um cidadão que na hora do recálculo é prejudicado; alguém que não fazia parte do processo e que pode ficar sem a cadeira, você atinge o direito de terceiros”.

Ademir Ismerim criticou o trâmite do processo contra o deputado estadual Targino Machado (Dem), cassado pelo plenário do TSE na última terça-feira, (13).

”O afastamento de Targino foi absurdo. O acórdão ainda nem havia sido publicado. Essa decisão, como ocorre em uma sentença, tem que ser publicada. A decisão de julgar e imediatamente afastar, sem dar direito ao candidato fazer qualquer tentativa de recurso, é fora da lei”, criticou Ismerim.

O advogado eleitoral cita que caberia no caso de Targino um mandado de segurança para poder suspender o afastamento, que poderá ser impetrado pelo próprio candidato, além de embargos declaratórios junto ao próprio Tribunal Superior Eleitoral e contestação da decisão junto ao Supremo Tribunal Federal.

Caixa Econômica paga nesta quarta-feira ”abono salarial” para nascidos em outubro

/ Economia

A Caixa Econômica Federal inicia nesta quarta-feira (14) o pagamento do abono salarial para os trabalhadores nascidos em outubro que ainda não receberam por meio de crédito em conta. Espécie de 14º salário pago a trabalhadores formais que recebem até dois salários mínimos, o abono salarial varia de R$ 88 a R$ 1.045 conforme o número de meses trabalhados com carteira assinada no ano anterior.

Para trabalhadores da iniciativa privada, os valores podem ser sacados com o Cartão do Cidadão e senha nos terminais de autoatendimento, unidades lotéricas e nos correspondentes Caixa Aqui, além das agências. Segundo a Caixa, mais de 731 mil trabalhadores nascidos em outubro têm direito ao saque do benefício, totalizando R$ 565 milhões em recursos disponibilizados neste lote.

Já para os funcionários públicos ou de empresas estatais, vale o dígito final do número de inscrição do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep). A partir de amanhã, o benefício fica disponível para inscritos com final 3.

Os trabalhadores que nasceram entre julho e dezembro recebem o abono salarial do PIS ainda neste ano. Os nascidos entre janeiro e junho terão o recurso disponível para saque em 2021.

Os servidores públicos com o final de inscrição do Pasep entre 0 e 4 também recebem neste ano. Já as inscrições com final entre 5 e 9, em 2021. O fechamento do calendário de pagamento do exercício 2020/2021 será em 30 de junho de 2021.

Quem tem direito

Tem direito ao abono salarial 2020/2021 o trabalhador inscrito no Programa de Integração Social (PIS) há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2019, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados tenham sido informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) ou eSocial, conforme categoria da empresa.

Recebem o benefício na Caixa os trabalhadores vinculados a entidades e empresas privadas. Em todo o calendário 2020/2021, a Caixa deve disponibilizar R$ 15,8 bilhões para 20,5 milhões trabalhadores.

Quem trabalha no setor público tem inscrição no Pasep e recebem o benefício no Banco do Brasil (BB). Nesse caso, o beneficiário pode optar por realizar transferência (TED) para conta de mesma titularidade em outras instituições financeiras nos terminais de autoatendimento do BB ou no portal www.bb.com.br/pasep, ou ainda efetuar o saque nos caixas das agências.

Para o exercício atual, o BB identificou abono salarial para 2,7 milhões de trabalhadores vinculados ao Pasep, totalizando R$ 2,57 bilhões. Desse montante, aproximadamente 1,2 milhão são correntistas ou poupadores do BB, e aqueles com final de inscrição de 0 a 4 receberam seus créditos em conta antecipadamente no dia 30 de junho, no total de R$ 580 milhões, segundo a instituição financeira.

Abono salarial anterior

Cerca de 2 milhões de trabalhadores que não sacaram o abono salarial do calendário anterior (2019/2020), finalizado em 29 de maio deste ano, ainda podem retirar os valores. O prazo vai até 30 de junho de 2021. O saque pode se feito nos canais de atendimento com cartão e senha Cidadão, ou nas agências da Caixa.

A consulta do direito ao benefício, bem como do valor disponibilizado, pode ser realizada por meio do aplicativo Caixa Trabalhador, pelo atendimento Caixa ao Cidadão (0800-726-0207) e em página da Caixa.

No caso do Pasep, cerca de 360 mil trabalhadores não sacaram o abono referente ao exercício 2019/2020, pago até 29 de maio deste ano. De acordo com resolução do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), esses recursos ficam disponíveis para saque por cinco anos, contados do encerramento do exercício. Os abonos não sacados são disponibilizados automaticamente para o próximo exercício, sem necessidade de solicitação do trabalhador.

Educação: Adiada exigência de nota mínima na redação do Enem para quem tem Fies

/ NOTÍCIAS

O Ministério da Educação (MEC) adiou para janeiro de 2021 a exigência de que participantes do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) tenham nota igual ou superior a 400 pontos na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A exigência deveria entrar em vigor já neste ano.

A portaria de adiamento foi publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (13).

Ao determinar a medida, o MEC informou que as mudanças foram feitas para garantir ”a meritocracia como base para formar profissionais ainda mais qualificados”.

Até então, não havia exigência de nota mínima na redação do Enem; era necessário apenas não tirar zero na prova, mesmo critério usado para seleção de estudantes para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferta vagas em universidades públicas, e para o Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece bolsas de estudo em instituições particulares de ensino superior.

Inscrições

O MEC divulgou ainda os novos prazos de inscrições para cerca de 50 mil vagas remanescentes do Fies, referentes ao segundo semestre deste ano. As vagas remanescentes são aquelas não preenchidas nas edições de 2020 dos processos seletivos regulares do Fies.

A partir do próximo dia 26, poderão se inscrever tanto os candidatos não matriculados em instituição de educação superior como também aqueles já matriculados, mas que buscam uma oportunidade para financiar a continuidade dos estudos.

Nos dois primeiros dias, ou seja, das 7h do dia 26 até as 23h59 do dia 27, a oferta é exclusiva para os cursos de áreas do conhecimento prioritárias, como os de saúde, engenharia, licenciaturas e ciência da computação.

Para os candidatos não matriculados em instituição de educação superior, as inscrições poderão ser feitas até as 23h59 do dia 3 de novembro. Para quem já está matriculado no curso, turno e instituição para a qual deseja se inscrever para tentar o financiamento, o prazo termina às 23h59 do dia 27 de novembro.

As inscrições serão realizadas exclusivamente pela página do Fies na internet.

Segundo o MEC, o adiamento será realizado após elevada procura por inscrição para as vagas remanescentes, sem prejuízo para os candidatos que conseguiram concluir a inscrição nos dias 6 e 7 deste mês. De acordo com a pasta, a decisão de ampliar os prazos leva em consideração a necessária proporcionalidade ao período em que ocorreu anormalidade no sistema de inscrição do Fies. Da Agência Brasil