Jequié confirma mais 2 óbitos por Covid, de 2 homens, sem comorbidades, diz boletim

/ Jequié

Taxa de ocupação de leitos ainda é de 89,7%. Foto: Blog Marcos Frahm

A Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Saúde, informou que registrou, nesta quinta-feira (13), mais dois óbitos, sendo um homem, de 82 anos, morador do Mandacaru, sem comorbidades, que estava internado no Hospital São Vicente; e um homem, de 58 anos, residente no Mandacaru, sem comorbidades, que estava internado no HGPV.

Houve, também, o registro de 71 novos casos, perfazendo um total de 4.373 pessoas confirmadas com a doença, até agora. Mais 97 pessoas tiveram alta, sendo liberadas para suas atividades contabilizando 2.818 pacientes que encontram-se recuperados e não apresentam mais o sintomas da doença.

Os que estão em quarentena somam 4.757 pessoas. Conforme os dados repassados pelo HGPV e pelo Hospital São Vicente, a taxa de ocupação geral dos leitos de UTI/adulto é de 89,7%. Destes, 19 leitos estão ocupados por residentes de Jequié e 16 leitos ocupados por pessoas de outros municípios.

Bahia registra 3.935 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, diz boletim da Sesab

/ Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.935 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +1,9%) e 2.889 curados (+1,6%). Dos 206.955 casos confirmados desde o início da pandemia, 187.333 já são considerados curados e 15.420 encontram-se ativos. A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus está disponível em https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Os casos confirmados ocorreram em 414 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (32,38%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Almadina (4.612,01), Dário Meira (4.481,79), Gandu (3.919,39), Itapé (3.823,76) e Itajuípe (3.767,51).

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 395.261 casos descartados e 82.842 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quinta-feira (13).

Na Bahia, 17.611 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Óbitos

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 67 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo. A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

Maracás: Caminhão que com diesel tomba e pega fogo na BA-026, motorista teve queimadura nas mãos

/ Trânsito

Acidente seguido de incêndio interditou a via. Foto: Leitor/BMFrahm

Uma carreta que transportava combustível tombou, na BA-026 e, em seguida, pegou fogo na manhã desta quinta-feira (13), no trecho que compreende a localidade de Pé de Serra, em Maracás.

 O motorista teria perdido o controle da direção em uma curva ao trafegar com o caminhão que levava um carregamento de diesel. Por conta do acidente, a rodovia foi bloqueada e equipes do 8º Grupamento do Corpo de Bombeiros de Jequié e Polícia Rodoviária Estadual foram acionadas.

O trânsito no local já foi liberado. O condutor sofreu queimadura nas mãos e foi socorrido ao Hospital Municipal Álvaro Bezerra, em Maracás.

Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprova resoluções com novas datas para o processo eleitoral

/ Justiça

Foi aprovado nesta quinta-feira(13) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os ajustes em suas resoluções com as novas datas dos eventos eleitorais e votações das eleições municipais deste ano. Devido à pandemia da covid-19, o Congresso Nacional aprovou emenda constitucional adiando o pleito para 15 de novembro, em primeiro turno, e o segundo turno para 29 de novembro. Originalmente, as eleições acontecem no mês de outubro.

O plenário do TSE aprovou ainda quatro resoluções, que tratam, respectivamente, das regras gerais de caráter temporário; de uma alteração pontual na resolução que dispõe sobre o cronograma do cadastro eleitoral; de mudança na resolução dos atos gerais do processo eleitoral e do novo calendário eleitoral de 2020, que teve 297 marcos temporais definidos.

Além da data das votações, também foi adiado o período das convenções partidárias, para deliberar sobre escolha de candidatos e coligações, que deverão ser realizadas de 31 de agosto a 16 de setembro. Já o prazo para o registro de candidaturas, que terminaria em 15 de agosto, foi transferido para 26 de setembro. Os partidos terão até as 19h do dia 26 para realizar o procedimento no cartório eleitoral, mas será possível enviar o requerimento, via internet, até as 8h.

A propaganda eleitoral, inclusive na internet, será permitida a partir de 27 de setembro, após o fim do prazo de registro de candidatura. Já a diplomação dos candidatos eleitos deverá ocorrer até o dia 18 de dezembro em todo o país. A data da posse, 1º de janeiro de 2021, não sofreu alteração.

O TSE também poderá solicitar ao Congresso Nacional a marcação de novas datas de eleições em estados ou municípios em que a situação sanitária coloque em risco os eleitores, mesários e servidores da Justiça Eleitoral. Nesses casos, o prazo final para que essas votações ocorram vai até 27 de dezembro.

Ramon Fernandes entrega mais dois tratores para pequenos produtores rurais de Jequié

/ Jequié

Ramon entrega tratores em Itaíbo e Volta do Rio. Foto: Divulgação

O vereador Ramon Fernandes (PDT), entregou, nesta quinta-feira (13), mais dois tratores agrícolas para o fortalecimento da agricultura familiar no município de Jequié.

Desta vez, as comunidades beneficiadas foram a Associação Comunitária de Itaibó e a Associação de Pequenos Agricultores do São Judas Tadeu, na localidade de Volta do Rio. Segundo Ramon Fernandes, as máquinas são frutos do seu mandato com solicitação aos deputados federais Josias Gomes (PT) e Félix Mendonça Jr. (PDT), que acataram o pedido e viabilizaram a destinação dos tratores através de emendas parlamentares.

”Apesar de ter sido atingida pela pandemia, a produção agrícola não parou e é uma atividade essencial nesse momento, tanto para a sobrevivência do homem do campo quanto para as empresas e pessoas da cidade que compram os produtos produzidos para alimentação. Essa é uma luta do nosso mandato e não são as primeiras comunidades beneficiadas”, comentou Ramon.

Anteriormente ele teria feito a entrega de outros dois tratores, sendo um a Associação dos Agricultores do Povoado da Marcela e outro a Associação dos Produtores da Barragem da Pedra.

Responsabilizado por número elevado de mortos, ACM define postura de Bolsonaro como ”leviana”

/ Política

Nome de ACM Neto apareceu em relatório de Bolsonaro. Foto: Dinaldo Silva

Apontado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) como responsável pelo grande número de mortos e infectados pelo novo coronavírus em Salvador, o prefeito ACM Neto (DEM) definiu a postura do chefe do Palácio do Planalto como ”leviana”.

Bolsonaro enviou a parlamentares um relatório responsabilizando governadores e prefeitos locais pelas 100 mil mortes registradas no Brasil, citando diretamente também o governador da Bahia, Rui Costa (PT).

Questionado pelo site bahia.ba, nesta quinta-feira (13), sobre o documento, Neto admitiu que não leu, tampouco deu importância ao que foi dito pelo presidente, a quem apoiou nas últimas eleições, mas se mostrou crítico após alguns posicionamentos.

”Confesso que não li. E não posso acreditar que nenhum governo tenha a capacidade de adotar uma postura ou uma atitude tão leviana. Eu não vou nem dar importância a isso, porque é um documento que não tem nenhum caráter oficial. E, por isso mesmo, não perdi um segundo do meu tempo em ler. E não quero perder dois segundos comentando”, declarou.

PF deflagra operação contra fraudes com recursos contra Covid-19 na Bahia e outros oito estados

/ Polícia

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta (13) nova operação contra fraudes em licitações de insumos e equipamentos destinados ao combate do novo coronavírus em Roraima.

Pelo menos 150 agentes cumprem 36 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal e em oito estados: Amazonas, Bahia, Goiás, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Pará, Roraima e Santa Catarina.

A investigação apura se um ex-secretário de saúde de Roraima teria atuado junto a um deputado estadual em exercício e um ex-deputado estadual para fraudar as licitações, privilegiando empresas que faziam parte do esquema. Pelo menos R$ 50 milhões teriam sido destinados de forma irregular.

O grupo teria se aproveitado da pandemia do novo coronavírus e da possibilidade de contratação direta por dispensa em licitação prevista na Lei 13.979, de fevereiro deste ano, na MP (Medida Provisória), de março de 2020, que alteram as regras para compra de bens e insumos durante a pandemia.

”A Controladoria-Geral da União, que tem auxiliado as investigações, identificou diversos indícios da prática de sobrepreço e de irregularidades nas contratações e nos pagamentos. Além disso, também foi diagnosticada pela CGU uma falta de transparência na execução dos recursos federais destinados à Roraima, o que dificulta a própria fiscalização dos gastos”, diz nota da Polícia Federal. A operação, chamada de Vírion, faz referência ao estágio em que um vírus pode infectar. Com informações da Folha de SP

Em evento, presidente Bolsonaro tira máscara e diz que todos pegarão coronavírus um dia

/ Brasília

Jair mostra mais uma vez como lida com o vírus. Foto: Alan Santos

Presente na abertura dos cursos de formação da PF, nesta terça (11), Bolsonaro mostrou mais uma vez como lida com o coronavírus. No final do evento, o presidente avisou que tiraria a máscara, dizendo não ser um problema já que todos vão pegar a doença um dia. Disse que está vivo mesmo depois de ter sido contaminado.

André Mendonça (Justiça) participou da cerimônia por meio de vídeoconferência. Ele está trabalhando em casa desde que sua mulher e sua filha descobriram estar com o vírus — já realizou um teste e esperava ainda o resultado do segundo. Oito ministros já foram diagnosticados com Covid-19. Da Folha de S.Paulo

”Se não for em setembro, vai ser em outubro”, diz secretário da Saúde sobre volta às aulas

/ Entrevista

Secretário de Saúde do estado, Fábio Vilas-Boas. Foto: Divulgação

A retomada das aulas presenciais na Bahia pode ser uma realidade a partir do mês de setembro, segundo o secretário de Saúde do estado, Fábio Vilas-Boas. A declaração foi dada em entrevista ao jornal Correio da bahia, realizada na quarta-feira (12). ”Inicialmente, se está pensando em retornar progressivamente a partir do mês de setembro, mas isso depende de como vai se comportar o número de óbitos. Se não for em setembro, vai ser em outubro”, afirmou.

Para o secretário, a volta às aulas pode acontecer ainda esse ano, mesmo em plena pandemia do novo coronavírus, se for feita de forma organizada. A definição dos protocolos de retomada e da data exata de retorno será feita por um grupo de estudo composto por outros agentes do governo estadual. ”Não sou eu quem define a previsão. Isso está sendo discutido dentro de um grupo que envolve também a Secretaria de Educação e o próprio governador”, explicou.

Um dos homens públicos à frente das decisões referentes ao combate ao coronavírus no estado, Vilas-Boas não tem tido muito tempo livre. Mesmo assim, encontrou um espaço na agenda para receber a reportagem enquanto se deslocava do Hospital Ernesto Simões Filho, na Caixa D’agua, em Salvador, para o seu gabinete, no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

Ele tinha acabado de entregar as obras de requalificação do Complexo de Saúde César de Araújo, em Salvador, que abriga, dentre outros hospitais, o Geral Ernesto Simões Filho (HGESF), que é uma das unidades de saúde baianas, referência no combate à covid-19. No total, são 80 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) exclusivos para o combate à doença no local.

Em nota enviada a imprensa, a Embaixada da Rússia no Brasil afirmou que está negociando um acordo sobre a vacina recém-registrada contra a covid-19 com o governo do Estado da Bahia. Sobre isso, Fábio Vilas-Boas disse que as negociações estão paradas, pois o estado aguarda o envio dos estudos científicos da vacina por parte do governo russo.’Só vamos avançar a negociação após eles enviarem os estudos”, garantiu.

Segundo o último relatório do comitê científico do Consórcio Nordeste, a situação atual da pandemia na Bahia ainda não está controlada. Para eles, a disponibilidade de leitos de hospitalização ainda permite ter algum aumento de casos. Como vocês veem essa avaliação?  

Não é a disponibilidade de leitos que permite ter um aumento de casos. A nossa quantidade de leitos e a baixa taxa de ocupação permite absorver um crescimento. Isso é verdade. Agora, o fato de você ter mais leitos disponíveis não torna a população menos aderente às medidas de proteção. Ninguém sai para a rua, pois sabe que vai ter leito de UTI, se precisar. As pessoas que estão deliberadamente se expondo ao risco de se contaminarem fazem isso de forma irresponsável ou inconsequente e não por se sentirem confortáveis a ter leitos hospitalares que possam acolhê-las, caso venham a ficar doentes. Estamos tendo atualmente cada vez menos pessoas internadas, tanto em leitos de enfermaria como de UTIs. A taxa de ocupação tem caído progressivamente.

Por que o Governo do Estado mudou a orientação para que as pessoas que apresentarem os primeiros sintomas da covid-19 procurem o hospital no início dos sintomas?  

Desde a semana passada, nós estamos pedindo o apoio de vocês da imprensa para estimular as pessoas a buscarem o atendimento mais precocemente e não ficarem em casa esperando a doença melhorar, pois ela pode piorar. E para os médicos, quando atenderem pessoas com suspeita da covid-19 e portadores de comorbidades que caracterizem um fator de risco, como pessoas acima de 60 anos, hipertensas, diabéticas, portadoras de doenças pulmonares e renais, que possam internar essas pessoas, mesmo sem haver uma indicação óbvia de internação. O objetivo é fazer uma avaliação de risco intra-hospitalar, observar se o paciente vai evoluir bem ou mal e garantir que essa pessoa não retorne ao hospital depois de ter tido uma alta precoce, com um quadro de insuficiência respiratória, em um estado de saúde mais grave. Já tem um mês que mudamos essa orientação. Agora que existe uma taxa de ocupação menor dos leitos, insistimos que essas pessoas sejam internadas precocemente. Está morrendo muita gente em casa, principalmente no interior. Todas as regiões tem hospital que podem receber esses pacientes.

Caixa libera saques e transferências de novas parcelas do auxilio para 4 milhões de beneficiários

/ Economia

Nesta quinta-feira (13), a Caixa Econômica Federal (CEF) libera saques e transferências de novas parcelas do Auxílio Emergencial, para 4 milhões de beneficiários do programa nascidos em maio.

Entre eles, estão 102 mil trabalhadores que tiveram o pedido liberado este mês: beneficiários do sexto lote; e do primeiro lote, que receberam a primeira parcela em abril mas tiveram os pagamentos suspensos.

Jaguaquara: Acidente entre caminhões e carreta deixa 2 mortos e 3 feridos na BR-116

/ Jaguaquara

Acidente ocorreu por volta das 23h, na região do Povoado do Tatu

Um acidente grave entre três veículos ocorrido na noite desta quarta-feira (12), na altura do KM 626 da BR-116, deixou dois mortos e três feridos. As informações apontam para uma colisão entre um caminhão de Jaguaquara, que retornava de Salvador após o transporte de verduras e uma carreta, além de outro caminhão, que se chocaram por volta das 23h na região do Povoado do Tatu, trecho do município de Jaguaquara.

O caminhão e a carreta bateram de frente e, em seguida, outro caminhão colidiu no fundo de um dos veículos já envolvido no acidente. Com o impacto da colisão, dois motoristas morreram no local e outros três ocupantes foram socorridos ao Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, em Jequié, com ferimentos e identificados como: Lucas Souza, Rondineli Santos e José Oliveira, que permanecem internados na unidade hospitalar.

Conforme o registro da Polícia Rodoviária Federal, que foi acionada às 23h30, os sobreviventes sofreram lesões graves. Uma das vítimas fatais residia em Jaguaquara, Joilson Souza, que era o condutor do caminhão com caixas plásticas vazias e o motorista da carreta, Pedro Pereira Pita, oriundo de São Paulo. Os corpos foram levados ao IML e posteriormente liberados para os familiares.

Adolescente é apreendido pela Polícia Militar em Jaguaquara portando drogas

/ Jaguaquara

A Polícia Militar apreendeu, em Jaguaquara, um menor portando material análogo à maconha, crack e sacolés para comercialização dos entorpecentes, conforme informações divulgadas pela 3ª Cia/PM na noite desta quarta-feira (12).

Ainda segundo a polícia, o menor também estava com dinheiro proveniente da comercialização e ele foi conduzido a Delegacia para adoção das medidas cabíveis.

Covid-19: Brasil tem 104 mil mortes e 3,16 milhões de casos acumulados, diz Ministério da Saúde

/ Brasil

O Brasil chegou a 104.201 mortes em função da pandemia do novo coronavírus. Os dados foram divulgados na entrevista coletiva de apresentação do Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde ontem (12). Ontem o painel trazia 103.026. Ainda há 3.454 óbitos em investigação.

Já os casos acumulados somaram 3.164.785. Há 715.107 casos em acompanhamento. Na terça-feira, o sistema do Ministério da Saúde marcava 3.109.630 pessoas infectadas desde o início da pandemia.

Até o momento,  2.309.477 pessoas se recuperaram da doença.

Os estados com mais mortes por covid-19 são: São Paulo (25.869), Rio de Janeiro (14.295), Ceará (8.052) e Pará (5.909). As Unidades da Federação com menos óbitos são: Tocantins (482), Roraima (555), Mato Grosso do Sul (558), Acre (569) e Amapá (606).

O Brasil ocupa o 2º lugar no ranking de mortes e de casos, atrás apenas dos Estados Unidos, que teve 4.941.796 pessoas infectadas e 161.356 óbitos até o momento. Quando considerada a população, o Brasil ficou em 8º na incidência (casos por 1 milhão de habitantes) e em 9º na mortalidade (falecimentos pela covid-19 por 1 milhão de habitantes). O país subiu nos dois quesitos nas últimas semanas, quando estava na 10ª posição nas duas listas.

Já quando considerados os casos de países na última semana epidemiológica (referência utilizada por autoridades de saúde para medir a evolução o fenômeno), com dados até o dia 8 de agosto, o Brasil (304.535 casos) ficou atrás dos Estados Unidos (379.759) e da Índia (392.623).

A curva de casos novos da 32ª semana epidemiológica (SE) oscilou 3% para baixo em comparação com a semana anterior. Na comparação das médias diárias, na 32ª SE o índice foi de 43.505, enquanto na SE 31ª ele estava em 44.766. Da Agência Brasil