Covid-19: Brasil passa da marca de mil mortes registradas por dia, diz Ministério da Saúde

/ Brasil

O Brasil bateu recorde de mortes registradas em um dia em razão da covid-19, com 1.179. No total, 17.971 pessoas já perderam a vida por causa da doença. O resultado representou um aumento de 7% em relação a ontem (18), quando foram contabilizados 16.792 mil falecimentos pela covid-19. A letalidade (número de mortes por quantidade de casos confirmados) ficou em 6,6% e a mortalidade (número de óbitos pela quantidade da população) foi de 8,6%.

O balanço diário do Ministério da Saúde registrou também recorde de novos casos confirmado em 24 horas, com 17.408. No total, 271.628 pessoas foram infectadas. O resultado marcou um acréscimo de 6,8% em relação a ontem, quando o número de pessoas infectadas estava em 254.220.

Do total de casos confirmados, 146.863 (54%) estão em acompanhamento e 106.794 (39,3%) foram recuperados. Há ainda 3.319 mortes em investigação. O número marca um aumento em relação aos últimos números para este indicador, que davam entre 2.000 e 2.300 falecimentos em investigação.

São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, concentrando o maior número de falecimentos (5.147). O estado é seguido pelo Rio de Janeiro (3.079), Ceará (1.856), Pernambuco (1.741) e Amazonas (1.491).

Além disso, foram registradas mortes no Pará (1.519), Maranhão (604), Bahia (326), Espírito Santo (325), Alagoas (231), Paraíba (219), Minas Gerais (167), Rio Grande do Norte (160), Rio Grande do Sul (151), Amapá (136), Paraná (129), Santa Catarina (91), Piauí (85), Rondônia (87), Goiás (73), Acre (72), Distrito Federal (72), Sergipe (63), Roraima (61), Tocantins (38), Mato Grosso (32) e Mato Grosso do Sul (16).

Já em número de casos confirmados, o ranking tem São Paulo (65.995), Ceará (28.112), Rio de Janeiro (27.805), Amazonas (22.132) e Pernambuco (21.242). Entre as unidades da federação com mais pessoas infectadas estão ainda Pará (16.295), Maranhão (14.198), Bahia (11.013), Espírito Santo (7693) e Santa Catarina (5.413).

Em termos de comparação absoluta, segundo o mapa global da universidade Johns Hopkins, mais atualizado do que o mantido pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil passou o Reino Unido e ocupou a terceira posição em casos confirmados de covid-19, atrás da Rússia (299,941 mil) e Estados Unidos (1,52 milhão).

No número de mortes, o Brasil ocupa a sexta posição, atrás de Espanha (27.778), França (28.025), Itália (32.169), Reino Unido (35.422), Estados Unidos (91.661).

Nos dois indicadores, é preciso considerar também a população dos países, uma vez que o Brasil é mais populoso do que nações como Reino Unido, Itália e Espanha. Até o início da noite de hoje, já haviam sido registrados 4,88 milhões de casos confirmados de covid-19 no mundo. Da Agência Brasil

 

Jaguaquara registra mais 02 casos de Covid-19, totalizando 16 confirmados e mantém restrições

/ Jaguaquara

Comércio local funciona com restrições. Foto: Blog Marcos Frahm

O município de Jaguaquara atingiu, nessa terça-feira (19), a marca de 16 pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Em seu novo boletim epidemiológico, a Prefeitura revelou a ocorrência de mais 02 novos casos da doença, após teste rápido. Dos 16 casos, 07 são considerados curados.

Não há informações sobre as nova vítimas da Covid-19. Com a curva de progressão da Covid dando sinais de alerta, o prefeito da cidade, Giuliano Martinelli (PP), decidiu pela manutenção das medidas restritivas no comércio local, que funciona desde o início da pandemia com a deliberação por meio de decreto de Giuliano pelo escalonamento, com os estabelecimentos funcionando em dias alternados e horário reduzido, dependendo ainda da área de atuação.

As academias de ginástica da cidade permanecem proibidas ao funcionamento por mais uma semana. Vale ressaltar que Jaguaquara está com o seu único hospital fechado em meio à pandemia.

A unidade hospitalar da rede municipal de saúde encontra-se fechado para obras de reforma e ampliação, tendo a gestão pública utilizado um posto ao lado como pronto-socorro para receber pacientes em casos de emergência.

Jequié registra mais 20 casos de Covid-19 e número de positivos chega a 182, com 03 óbitos

/ Jequié

HGPV segue recebendo pacientes de Covid. Foto: Blog Marcos Frahm

O número de casos positivos da Covid-19 em Jequié continua crescente. A Prefeitura, através da Secretaria de Saúde, reforça a importância de que sejam seguidas todas as medidas preventivas de enfrentamento ao vírus e de isolamento social, ao tempo em que apresenta o boletim epidemiológico do coronavírus, desta terça-feira,  atualizado às 19h. Conforme o boletim repassado à imprensa, mais 20 casos confirmados da doença foram registrados, perfazendo um total de 182 casos positivos. Destes, 105 foram diagnosticados por meio do método laboratorial RT-PCR. 82 pacientes encontram-se recuperados e não apresentam mais os sintomas da doença. Os que estão em quarentena somam, hoje, 1087 pessoas.

Estes são os dados atualizados desta terça:

– 182 casos confirmados (pessoas que testaram positivo para Covid-19), destes, 82 casos foram recuperados;

– 3 óbitos (pessoa que foi vitimada em função da Covid-19);

– 755 casos suspeitos (pessoas que apresentaram sinais e sintomas de síndrome gripal e foram notificados para Covid-19);

– 429 casos descartados (pessoas que testaram negativo para Covid-19;

– 46 casos aguardando resultado (pessoas que realizaram o exame e aguardam o resultado);

– 98 casos aguardando coleta (pessoas que apresentaram sinais e sintomas de síndrome gripal, foram notificadas para Covid-19, e aguardam coleta);

– 1087 casos em quarentena (pessoas que apresentam sinais e sintomas respiratórios/contatos com casos suspeitos e confirmados de covid-19/casos confirmados de covid-19).

Boletim epidemiológico: Bahia tem 11.013 casos confirmados de Covid-19 e 326 óbitos

/ Bahia

A Bahia registra 11.013 casos confirmados de Covid-19, o que representa 17,29% do total de casos notificados no estado e 326 óbitos. Cumpre ressaltar que, no dia 19 de maio, 2.377 casos confirmados aguardam validação dos municípios. Cabe ressaltar que o crescimento de 2.132‬ registros nas últimas 24 horas não representam o quantitativo de indivíduos infectados neste período.  Ele reflete o processo de integração dos bancos de dados epidemiológicos e laboratoriais dos governos federal, estadual e municipais. Este é mais um esforço do Governo para apresentar dados confiáveis e precisos no monitoramento dos casos suspeitos e positivos de coronavírus (Covid-19) na Bahia.​

Desde 27 de março, o antigo sistema denominado RedCap, desenvolvido pelo Ministério da Saúde para notificações, foi substituído pelo novo e-SUS VE, no entanto, os estados não conseguiam acessar as informações nominais notificadas no novo sistema, resultando no acúmulo de casos que ninguém conseguia visualizar. Esse problema do sistema está sendo experimentado por todos os estados do país e apenas a Bahia e mais três outros estados conseguiram desenvolver uma solução tecnológica que permitisse consolidar as bases. ​Anteriormente, os boletins epidemiológicos divulgados contabilizavam apenas os dados recebidos pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais, sem que isso, necessariamente, representasse a totalidade das notificações.

Ressalta-se que é de responsabilidade dos municípios a correção das eventuais inconsistências verificadas, uma vez que a Vigilância Estadual utiliza os dados informados pelos próprios municípios (prefeituras e unidades de saúde) na base do e-SUS VE. Reitera-se o compromisso em apresentar dados fidedignos ao eliminar as duplicidades das bases nacionais e outros tipos de inconsistências. Vale ressaltar que os casos e óbitos registrados são atualizados por data de notificação.

Considerando o número de 11.013 casos confirmados, 2.803 recuperados e 326 óbitos, 7.884 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos. Na Bahia, 1.724 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

Os casos confirmados ocorreram em 220 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (61,73%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Uruçuca (3.119,06), Itabuna (2.973,41), Ipiaú (2.812,11), Ilhéus (2.421,04) e Salvador (1.855,97).

O boletim epidemiológico registra 29.133 casos descartados e 63.678 notificações em toda a Bahia. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 1.293 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para Covid-19, 683 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 53%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 527 leitos exclusivos para o coronavírus, 342 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 65%. Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Exames

O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) realizou 37.404 exames do tipo RT-PCR, que é o padrão ouro para identificar o genoma viral do coronavírus, no período de 1° de março a 19 de maio de 2020. Atualmente, 3.575 amostras estão em análise laboratorial e os exames são liberados em até 48 horas.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 326 mortes pelo novo coronavírus. Estes números contabilizam todos os registros de janeiro até as 18 horas desta terça-feira (19).

313º óbito – homem, 71 anos, residente em Salvador, comorbidades diabetes e hipertensão arterial, veio a óbito dia 13/05, em hospital da rede pública, em Salvador.

314º óbito – mulher, 50 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, veio a óbito dia 18/05, em hospital da rede privada, em Salvador.

315º óbito – homem, 78 anos, residente em Salvador, comorbidades hipertensão arterial, doenças renais crônicas em estágio avançado, diabetes, veio a óbito dia 17/05, em hospital da rede pública, em Salvador.

316º óbito – homem, 61 anos, residente em Salvador, comorbidade doença cardiovascular crônica, veio a óbito dia 18/05, em hospital da rede privada, em Salvador.

317º óbito – homem, 68 anos, residente em Salvador, comorbidade hipertensão arterial, veio a óbito dia 18/05, em hospital da rede pública, em Salvador.

318º óbito – mulher, 61 anos, residente em Salvador, comorbidades obesidade e doença renal, veio a óbito dia 17/05, em hospital da rede pública.

319º óbito – homem, 55 anos, residente em Salvador, comorbidade diabetes, veio a óbito dia 16/05, em hospital da rede pública, em Salvador.

320º óbito – mulher, 55 anos, residente em Miguel Calmon, comorbidade neoplasia e hipertensão arterial, veio a óbito dia 15/05, em hospital da rede pública, em Salvador.

321º óbito – mulher, 80 anos, residente em Salvador, comorbidade doença de Alzheimer, veio a óbito dia 08/05, em hospital da rede pública, em Salvador.

322º óbito – mulher, 72 anos, residente em Salvador, comorbidade sequela de AVC (Acidente Vascular Cerebral), veio a óbito dia 16/05, em hospital da rede pública, em Salvador.

323º óbito – homem, 68 anos, residente em Salvador, comorbidade diabetes e doença cardíaca crônica, veio a óbito dia 07/05, em hospital da rede pública, em Salvador.

324ª mulher, 54 anos, residente em Salvador, comorbidades diabetes e hipertensão arterial, veio a óbito dia 11/05, em hospital da rede pública, em Salvador.

325º óbito – homem, 58 anos, residente em Salvador, comorbidade hipertensão arterial, veio a óbito dia 16/05, em hospital da rede pública, em Salvador.

326º óbito – mulher, 84 anos, residente em Salvador, comorbidade doença de Alzheimer, veio a óbito dia 18/05, em hospital filantrópico, em Salvador.

Faixa etária

Quanto ao sexo dos casos confirmados, 43,03% foram do sexo feminino. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 24,21% do total. O coeficiente de incidência por 1.000.000 de habitantes foi maior na faixa etária de 80 e mais (1.205,86/1.000.000 habitantes), indicando que o risco de adoecer foi maior nesta faixa etária, seguida da faixa de 30 a 39 anos (1.162,74/1.000.000 habitantes).

Ressaltamos que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em saude.ba.gov.br/coronavirus.

Euclides defende suspensão do ITD (imposto) durante à pandemia do novo coronavírus

/ Bahia

Euclides pede ao Governo suspensão de imposto. Foto: Emanuel Jr.

O deputado Euclides Fernandes (PDT) apresentou projeto de lei na Assembleia Legislativa com o intuito de alterar o Inciso III do Art. 1º, da Lei nº 4.826, de 27 de janeiro de 1989. O dispositivo trata da incidência do Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos (ITD).

”A presente proposição suspende a incidência do ITD durante a vigência do estado de calamidade pública, com vistas a potencializar o alcance da ação tipificada pela doação”, explica o deputado. O Artigo 1º da proposição é bastante claro ao tipificar a qual objetivo é destinado o benefício. ”Todo fato gerador vinculado a qualquer forma de doação destinada às ações de enfrentamento dos efeitos da pandemia de Covid-19, durante a vigência do estado de emergência de saúde e calamidade pública em decorrência da pandemia de Covid-19, reconhecidos pelos decretos estaduais nº 19.586 de 27 de abril de 2020 e nº 19.626 de 09 de abril de 2020”.

De acordo com o pedetista, ”a realidade imposta pela pandemia tem gerado respostas positivas de toda a nossa sociedade, sejam pessoas físicas ou jurídicas, notadamente através de atos de generosidade retratados por diversas formas de doação”, avalia Euclides. No entanto, lembra ele, ”sobre a doação incide o Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos, situação que torna mais oneroso o resultado que se pretende alcançar com a prática da doação, seja de que natureza for”.

 

Tribuna de Contas dos Municípios aprova contas de 2018 do prefeito de Jequié

/ Jequié

Prefeito Sérgio sofreu multa no valor de R$8 mil. Foto: Emanuel Jr.

O Tribunal de Contas dos Municípios, nesta terça-feira (19), aprovou com ressalvas, em sua sessão plenária realizada por meio eletrônico, as contas do município de Jequié de responsabilidade do prefeito Luiz Sergio Suzart Almeida, relativas ao exercício de 2018. O relator do parecer, conselheiro Fernando Vita, no entanto, aplicou uma multa no valor de R$8 mil ao gestor pelas irregularidades apuradas durante a análise das contas. O relatório técnico fez algumas ressalvas, entre as quais, falta de comprovações de incentivo à participação popular e realização de audiências públicas; baixa cobrança da dívida ativa tributária; e relatório de controle interno deficiente.

Jequié arrecadou R$372.249.802,95 e realizou despesas de R$464.386.522,84, demonstrando um déficit orçamentário na execução do orçamento de R$92.136.719,89. A despesa total com pessoal correspondeu a 80,39% da receita corrente líquida, desrespeitando o percentual de 54% previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal. No entanto, o prefeito ainda dispõe de prazo legal para proceder a recondução das despesas ao limite legal.

Em relação às obrigações constitucionais, a prefeitura aplicou 25,97% da receita resultante de impostos na manutenção e desenvolvimento do ensino municipal, superando o mínimo exigido de 25%. E investiu 19,68% dos recursos em ações e serviços de saúde, também atendendo ao percentual mínimo de 15%. Em relação aos recursos do Fundeb, foram aplicados R$59.327.713,44 no pagamento da remuneração dos profissionais do magistério, o que corresponde a 96,69%, cumprindo o mínimo exigido de 60%. Cabe recurso da decisão.

Rui confirma presença em reunião com Bolsonaro: ”deixar a política de lado e cuidar da vida”

/ Bahia

Rui irá a reunião com Jair Bolsonaro. Foto: Elói Corrêa

O governador Rui Costa confirmou participação na reunião com o presidente Jair Bolsonaro, na próxima quinta-feira (21), às 10h da manhã. O chefe do Executivo federal decidiu se reunir com os governadores para discutir, entre as pautas referentes ao novo coronavírus, o auxílio do governo aos estados e municípios.

”Espero que nesta quinta-feira consigamos, de fato, fazer o que outros países já fizeram. Ou seja, deixar a política e o interesse partidário de lado e cuidar da vida e da saúde das pessoas, cuidar do destino da nossa nação. Acho que os políticos têm que se entender. Não pode ficar fazendo guerra política”, disse Rui, durante live nesta terça-feira (19).

Antes da reunião com Bolsonaro, os governadores devem se reunir nesta quarta (20), no Fórum Nacional de Governadores. A ideia é que os chefes das unidades da federação se preparem para a reunião da quinta-feira.

Questionado sobre o sentimento dos governadores quanto ao encontro com Bolsonaro, Rui não respondeu. No entanto, o petista disse esperar que todas as esferas possam definir em conjunto as ações para enfrentar a pandemia do novo coronavírus. ”Sem guerra de versões, fake news e calúnias que estamos vivendo no Brasil”, acrescentou.

Secretário da Segurança Pública da Bahia, Maurício testa positivo para Covid-19

/ Bahia

Maurício Barbosa contraiu o coronavírus. Foto: Elói Corrêa

O governador Rui Costa revelou, em live nas redes sociais, na noite desta terça-feira (19), que o secretário de Segurança Pública da Bahia, Maurício Teles Barbosa, testou positivo para o novo coronavírus.

De acordo com o governador, Barbosa está em casa, em isolamento, e não apresentou nenhuma em decorrência da Covid-19. Rui e o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, também fizeram exame. O resultado foi negativo.

Vereador bolsonarista do Pará contrário ao isolamento muda opinião após morte do pai

/ Brasil

Vereador Silvano perdeu o pai para a Covid-19. Foto: Arquivo Pessoal

O vereador de Belém, no Pará, Sargento Silvano (PSD) mudou de opinião em relação ao isolamento social após ver familiares e amigos acometidos pela Covid-19. Antes apoiador do presidente Jair Bolsonaro, o vereador no final de março chegou a defender o discurso do presidente para abertura imediata do comércio e abertura de igrejas.

De acordo com reportagem do portal G1, o vereador e cerca de dez pessoas da família dele foram infectadas pelo novo coronavírus no mês de abril. O pai do Sargento, de 65 anos, não resistiu e morreu.

”Eu e minha esposa pegamos logo de primeira. Depois adoeceu minha mãe, meu pai, cunhada, meus filhos, minha nora e meu irmão. Moramos em casas próximas e mesmo usando máscaras e álcool gel, fomos todos adoecendo”, contou o vereador à reportagem do G1.

Sargento Silvano chegou a publicar nas redes sociais que ”Bolsonaro mente”. ”Passei 11 dias trancado em casa, na beira da morte. Comecei a definhar como ser humano. Quando Deus me levantou, eu fui cuidar das pessoas, da minha família. Comecei a ficar muito revoltado com o Bolsorano, porque o que ele tá pregando é mentira”, afirmou.

Estado publica resultado provisório de provas objetivas para concursos da PM e Bombeiro

/ Bahia

O Governo do Estado publicou nesta terça-feira (19) o resultado provisório de dois concursos na área de segurança pública. Os candidatos que participaram da primeira etapa dos certames para o cargo de soldado da Polícia Militar (PM) e do Corpo de Bombeiros Militar (CBM) e para o cargo de oficiais de saúde da PM já podem conferir o resultado provisório das provas objetivas no Diário Oficial do Estado (DOE) em caderno especial da edição de hoje, e noPortal do Servidor. O resultado provisório da prova discursiva será divulgado posteriormente.

De acordo com os editais dos referidos concursos, os candidatos interessados poderão fazer vistas ao resultado provisório e interpor recurso no prazo de dois dias úteis, a partir do dia 20 de maio. A interposição deve ser feita, de forma exclusiva, no site da organizadora dos certames, o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação. Ao todo, foram registradas 113.385 inscrições – 112.335 para os cargos de soldado da PM e CBM e outras 1.050 para oficial de saúde.

O concurso para soldado da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros vai disponibilizar 2,5 mil vagas de nível médio para as duas corporações – sendo mil policiais militares e 250 bombeiros militares com ingresso em 2020; os demais serão incorporados ao serviço público em 2021. O candidato aprovado será designado de acordo com a região de classificação – município/sede para o qual se inscreveu. As provas foram aplicadas no dia 19 de janeiro, em 183 locais de prova, distribuídos entre as cidades de Salvador, Feira de Santana, Juazeiro, Ilhéus, Vitória da Conquista, Barreiras e Itaberaba.

Já o concurso para oficial de saúde da PM conta com 17 vagas de nível superior para os cargos de médico e odontólogo, que vão assumir o posto de 1° Tenente. Dentre as oportunidades ofertadas, as vagas para médico serão distribuídas entre as regiões de Salvador, Barreiras, Itabuna e Juazeiro. Serão convocados cardiologistas, ortopedistas, psiquiatras e clínicos gerais. Já as vagas para odontólogo são para atuar em Salvador, Itabuna e Juazeiro. Na capital é preciso ser especialista em Implantodontia, Periodontia e Prótese Dentária. Nos municípios do interior, as vagas são para Cirurgião Dentista. As provas foram aplicadas no dia 26 de janeiro.

Os certames têm validade de um ano, podendo ser prorrogados, uma única vez, por igual período. As convocações irão observar a necessidade da administração pública. Os candidatos podem acompanhar o andamento das demais fases dos concursos através do site institucional do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação e no Portal do Servidor.

Jaguaquara: Prefeito fala sobre morte de idosa oriunda de Itatim com suspeita de Covid-19

/ Jaguaquara

Giuliano Martinelli diz que aguarda manifestação da Sesab. Foto: Ascom

O prefeito de Jaguaquara, Giuliano Martinelli (PP), se pronunciou, nesta terça-feira (19), sobre a morte de uma idosa que faleceu depois de internação hospitalar, no Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, em Jequié e que foi sepultada em Jaguaquara, na última quinta-feira (14).

Segundo o gestor, a mulher era oriunda do município de Itatim, no Piemonte Do Paraguaçu e estaria em Jaguaquara na casa de familiares após ser submetida a uma cirurgia de fratura de fêmur, apresentando sintomas da Covid-19, quando deu entrada no pronto-socorro de uma unidade de saúde do município em (12) de maio, mesmo dia em que foi transferida para o Hospital São Vicente, centro de combate ao coronavírus na região, posteriormente para o Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, onde evoluiu para o óbito no dia (14).

O prefeito disse ainda que a Secretaria de Saúde local enfrenta críticas por não publicar o óbito no boletim, mas que aguarda manifestação da Sesab e que ainda não pode afirmar se o óbito será contabilizado para Jaguaquara ou Itatim. ”No dia 16 de maio nós recebemos a informação de que a causa da morte era coronavírus, mas não podemos negligenciar e para afirmarmos sobre esse óbito precisamos seguir os protocolos que são impostos pelo governo do estado. A paciente tinha algum recebido de água, luz ou telefone no município? Não. Era moradora de Itatim, vamos fazer uma triagem epidemiológica sobre essa paciente para saber o dia que ela chegou e o que vem agora em questão é o acompanhamento da família. Quero pedir as pessoas para evitar determinadas críticas nas redes sociais e informações sobre o que ninguém tem certeza, até então”, disse Giuliano, em entrevista a emissoras de rádio, Povo FM e a Comunitária Jaguar FM. Familiares da paciente tem em mãos o atestado de óbito, assinado por um médico do HGPV, que aponta morte por pneumonia.

Jequié: Comandante da Ronda Maria da Penha traça diretrizes de trabalho com delegada da DEAM

/ Jequié

Tenente Patrícia e a delegada Alessandra Pimentel. Foto: Divulgação

Na tarde de segunda-feira (18), seguindo diretrizes estabelecidas pelo Comandante do 19° BPM, a Ten PM Patrícia, Comandante da Operação Ronda Maria da Penha – ORMP /19°BPM se reuniu com a Delegada titular da Delegacia Especial de Apoio à Mulher- DEAM, Alessandra Pimentel, com o propósito de alinhar estratégias de ação no enfrentamento à violência contra a mulher, na cidade de Jequié.

Garantir que os mecanismos conduzidos pelas forças de segurança se complementem, é uma forma de permitir que a mulher tenha a certeza que pode contar com as Polícias.

OMS aprova resolução proposta pelo Brasil para garantir acesso à vacina contra coronavírus

/ Saúde

Uma resolução aprovada hoje (19) pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que havia sido proposta pelo Brasil, estabelece o compromisso dos governos para garantir acesso à vacina e tratamento contra o coronavírus.

O documento foi aprovado pelo governo do Brasil e pela União Europeia, sendo negociado diretamente pela embaixadora brasileira na OMS, Maria Nazareth Farani Azevedo. Os Estados Unidos, no entanto, não apoiaram o texto.

A resolução foi aprovada por 194 países. Sem os EUA, no entanto, diplomatas temem que ela não tenha força suficiente para vigorar. Como argumento, o governo americano alegou que ”reconhece a importância do acesso a produtos de saúde acessíveis, seguros, de alta qualidade e eficazes, no entanto, como redigido atualmente, os parágrafos enviam a mensagem errada aos inovadores que serão essenciais para as soluções que o mundo inteiro precisa”.

Mais de 256 mil estudantes da rede estadual já receberam o vale-alimentação estudantil

/ Educação

Benefício no valor de R$ 55, está sendo entregue. Foto: Divulgação

O vale-alimentação foi entregue a 256.413 estudantes até este domingo (18), em Salvador e mais 21 cidades do interior que têm as redes Assaí e Cesta do Povo com lojas credenciadas. O benefício, no valor de R$ 55, está sendo entregue pelo Governo do Estado desde o dia 20 de abril, podendo ser retirado em qualquer dia da semana e enquanto durar o período de suspensão das aulas.

O vale-estudantil é destinado, exclusivamente, para a compra de gêneros alimentícios, como feijão, arroz, macarrão, carne, frango, frutas, verduras, café e leite, sendo a aquisição dos alimentos de livre escolha dos estudantes. A Rede Assaí funciona das 7h às 22h. A Cesta do Povo e as lojas conveniadas, na capital, abrem das 7h às 20h, e, no interior, das 8h às 20h. Por conta do decreto municipal de Salvador, os supermercados atendem, preferencialmente, aos idosos das 7h às 9h.

A Secretaria da Educação do Estado reforça a orientação para que vá ao supermercado (Assaí ou Cesta do Povo e suas lojas credenciadas) apenas uma pessoa — o estudante, o pai, a mãe ou o responsável —, cujo CPF está cadastrado na escola. É preciso apresentar o CPF e um documento de identidade com foto do estudante. Se a retirada for feita por outra pessoa, ela deve apresentar um documento de identidade e, se tiver, o CPF.

Outra recomendação é para que, antes de ir ao supermercado, seja confirmado se o CPF já está cadastrado. Para isto, basta ligar para a escola onde o estudante está matriculado; para o número 0800 284 0011; ou verificar pelo Sistema Siadiante no Portal da Educação. Por esses meios, também é possível saber se é para ir na Rede Assaí ou na Cesta do Povo e suas lojas credenciadas.

Para os estudantes que moram onde não há lojas dessas redes, está sendo entregue um cartão-alimentação com o mesmo valor. Os estudantes devem esperar o comunicado oficial sobre o recebimento. Ao todo, são 800 mil estudantes beneficiados com o vale e o cartão-alimentação, em todos os 417 municípios da Bahia. Estão sendo investidos R$ 44 milhões de recursos do Governo do Estado com a ação.