Número de acidentes cai 31% nas estradas baianas durante o Réveillon, diz Polícia Rodoviária Estadual

/ Trânsito

Polícia intensificou ações durante o Réveillon. Foto: Divulgação

A Polícia Militar da Bahia (PMBA) concluiu a Operação Réveillon 2019/2020 às 8h desta quinta-feira (2), com uma redução de 31% do número de acidentes nas rodovias estaduais. No período foram realizadas ações preventivas e também houve aumento de efetivo, intensificação da fiscalização e patrulhamento nas estradas baianas, por meio do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv).

Durante a operação, que teve início às 8h de sábado (28), foram realizadas abordagens a 5157 veículos, extraídos 1855 autos de infração de trânsito e 45 veículos foram retidos, além de recolhidas 29 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) e 24 Certificados de Registro e Licenciamentos de Veículos (CRLVs). Ainda foram recuperados, produtos de roubo/furto, cinco veículos.

Na malha viária sob responsabilidade do BPRv foram contabilizados 27 acidentes de trânsito, uma redução de 31% comparado ao mesmo período do ano passado, com registro de 10 vítimas com ferimentos leves (redução de 37,5%), nove vítimas graves (redução de 65,38%) e três vítimas fatais (redução de 25%).

O BPRv realizou diversas ações com o objetivo de reduzir acidentes e combater ações delituosas, como fiscalizações de equipamentos e documentos obrigatórios do veículo e condutor, assim como abordagem policial para apreensão de armas e drogas, em toda área de circunscrição, principalmente na BA 099 – Estrada do Coco/Linha Verde, por ser uma região com aumento considerável de veículos e passageiros nas ocasiões de fim de ano.

Prazo para o alistamento militar online começou na quarta-feira (1º) e vai até 30 de junho

/ Brasil

O prazo para o alistamento militar online começou na quarta-feira (1º) e vai até 30 de junho. As inscrições podem ser feitas no site do Exército, com o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) e preenchimento do formulário para validação dos dados pessoais.

O alistamento é obrigatório e deve ser feito no ano em que o jovem (sexo masculino) completa 18 anos.

O jovem que não tiver acesso à internet ou não tiver CPF deve ir à Junta de Serviço Militar com a certidão de nascimento ou carteira de identidade ou de motorista e o comprovante de residência.

Segundo o coordenador da Seção de Serviço Militar do Ministério da Defesa, coronel Fernando Penasso, quem não regularizar sua situação não poderá tirar passaporte, prestar exame para estabelecimento de ensino, tirar carteira de trabalho, ingressar no serviço público ou  mesmo na iniciativa privada.

Quem perder o prazo para fazer o procedimento no último ano, poderá regularizar a situação no próprio site do alistamento ou comparecer à Junta de Serviço Militar. O atraso implicará no pagamento de multa.

Em 2020, a expectativa do Ministério da Defesa é que quase 2 milhões de jovens realizem o alistamento e que 100 mil sejam incorporados para trabalhar na Marinha, no Exército ou na Aeronáutica. O Serviço Militar Obrigatório tem a duração de um ano.

Rede estadual da Educação na Bahia oferece 12 mil vagas em cursos técnicos de nível médio

/ Educação

Cursos técnicos são de nível médio. Foto: Claudionor Jr

A Secretaria da Educação do Estado abre, na próxima segunda-feira (6), as inscrições do processo seletivo para 12.395 vagas de cursos técnicos de nível médio, na forma de articulação Subsequente ao Ensino Médio. As vagas são para os Centros Estaduais e Centros Territoriais de Educação Profissional, além de unidades compartilhadas, na capital e em mais 95 municípios da Bahia.

As inscrições deverão ser feitas até 16 de janeiro, exclusivamente pelo Portal da Educação. As vagas são para 45 cursos técnicos de nível médio e direcionadas para quem já concluiu o Ensino Médio e suas modalidades de forma gratuita, seja na rede pública de ensino, no âmbito federal, estadual ou municipal, ou tenha, comprovadamente, cursado em instituição filantrópica ou em instituição privada na condição de bolsista.

Entre os cursos ofertados estão: Técnico em Administração, Técnico em Análises Clínicas, Técnica em Edificações. Técnico em Agropecuária, Técnico em Artes Visuais, Técnico em Instrumento Musical, Técnico em Informática, Técnico em Cozinha e Técnico em Segurança do Trabalho. A divulgação do resultado está prevista para 17 de janeiro. A matrícula dos selecionados será no período de 28 a 30 de janeiro, na unidade escolar para a qual foi classificado. Já o início do período letivo está marcado para 10 de fevereiro.

 

Em disputa judicial, ”DPVAT” começa a vencer na próxima semana em diversos estados

/ Trânsito

O calendário de pagamento do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) começa a vencer na próxima semana em diversos estados e, com isso, tem início também o prazo para acertar o DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre).

Valor que tradicionalmente entrava no pacote das despesas de início de ano, o seguro obrigatório em 2020 está agora no grupo dos pagamentos pendurados na Justiça.

Para carros de passeio, ele era de R$ 5,21 no dia 27 de dezembro. Quatro dias depois, em 31 de dezembro, voltou ao valor de de 2019, de R$ 16,21. A mudança ocorreu por decisão liminar —e, portanto, provisória— do presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli.

O motorista que consulta o site da Seguradora Líder, consórcio de seguradoras que administra o DPVAT, é informado de que a tabela de preços vigente é a mesma de 2019. Portanto, sem os descontos aprovados no fim do ano pelo CNSP (Conselho Nacional de Seguros Privados).

Oficialmente, a Susep (Superintendência de Seguros Privados) ainda não tem uma orientação aos proprietários de veículos, mas diz que a recomendação geral é aguardar. O pagamento do DPVAT não segue um calendário unificado, mas em geral, acompanha a quitação do IPVA, que é recolhido pelos estados. Em São Paulo, por exemplo, o imposto do carro começa a vencer no dia 9 de janeiro para os veículos com placa terminada em 1.

Essa é a data final para acertar o valor integral com desconto ou a primeira parcela. Em fevereiro, o proprietário de veículo ainda pode fazer o pagamento em cota única e esse é o prazo final também para o pagamento do seguro obrigatório —no caso, dia 11 de fevereiro, de acordo com o calendário definido pela secretaria Fazenda e Planejamento de São Paulo.

É possível consultar o vencimento de todos os estados no site da Líder. Procurada, a seguradora não respondeu. O imbróglio do DPVAT chegou ao STF em 20 de novembro, quando a Rede Sustentabilidade ajuizou uma ADI (Ação Direta de Inconstitucionalidade) contestando a MP (medida provisória) assinada por Bolsonaro para extinguir o pagamento do seguro.

O relator da ação, ministro Edson Fachin, concedeu liminar (decisão provisória) para suspender a MP. Para ele, como o sistema de seguros integra o sistema financeiro nacional, a Constituição exige que o Congresso aprove lei complementar para efetivar mudanças. A extinção, então, não poderia ser feita por MP.

Em 19 de dezembro, em votação no plenário virtual do STF, a maioria dos ministros acompanhou Fachin e manteve suspensa a medida provisória de Bolsonaro. Uma semana depois, o CNSP (Conselho Nacional de Seguros Privados), vinculado ao Ministério da Economia, editou resolução reduzindo em até 86% o valor do DPVAT para este ano.

A Líder, do consórcio de seguradoras, protocolou uma reclamação no STF dizendo que a resolução era uma forma de o governo esvaziar a decisão anterior do tribunal. O presidente da corte, Dias Toffoli, concordou e suspendeu a resolução com a redução dos valores.

Toffoli concedeu liminar no último dia 31 por estar de plantão no Supremo. O relator da reclamação da Líder é o ministro Alexandre de Moraes, que poderá reanalisar a liminar de Toffoli a partir de fevereiro, quando o recesso do Judiciário termina. Na votação anterior no plenário virtual, Moraes acompanhou Fachin e foi contrário à MP que extinguia o seguro obrigatório.

As decisões do Supremo sobre o DPVAT até agora são provisórias. O plenário ainda deve analisá-las e pode, em tese, revertê-las, o que não tem data para ocorrer. ”É triste quando o Supremo usa de seu poder para proteger um monopólio privado em prejuízo da população”, diz o economista Marcos Lisboa, presidente do Insper e colunista da Folha.

O Planalto deve cumprir a decisão judicial, mas busca novas alíquotas para DPVAT, sem definição de valores por enquanto. Procurado, o Ministério da Economia afirmou que a é Susep que iria se manifestar sobre o caso.

O Ministério da Saúde afirmou que não há alteração orçamentária prevista em caso de encerramento do pagamento do DPVAT, pois os recursos da pasta são protegidos por lei. ”Em relação ao orçamento de 2020, ainda não há aprovação em lei”, afirmou o ministério.

Em dez anos, o DPVAT indenizou mais de 4,5 milhões de acidentados no trânsito. Além de indenizações por mortes, o seguro também cobre gastos hospitalares e sequelas permanentes. Da Folhapress

”‘É balela’”, diz Joice sobre risco de impeachment de Jair Bolsonaro por veto a fundão

/ Política

Deputada federal Joice Hasselmann. Foto: Reprodução/Record

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) foi ao Twitter rebater postagem de Jair Bolsonaro sobre risco de sofrer impeachment caso vete o fundão eleitoral de R$ 2 bilhões. ”Isso é um argumento mentiroso. Ele pode vetar sim. É balela a afirmação de violação à lei orçamentária”. As informações são do site O Antagonista.

Igor Kannário é 7º colocado em ranking de faltas na Câmara dos Deputados em 2019

/ Política

Kannário faltou 59 vezes às sessões. Foto: Agência Câmara

Em seu primeiro mandato na Câmara dos Deputados, o baiano Igor Kannário (DEM) faltou 59 vezes às sessões da Casa em 2019. Segundo um levantamento feito pelo Último Segundo, do portal IG, o parlamentar não justificou 29 ausências.

Ainda de acordo com a pesquisa, Kannário foi o sétimo deputado mais faltoso na Câmara. Dos 513 deputados, apenas 23 (menos de 4,5% do total) estiveram em todas sessões.

O levantamento mostra ainda que Tereza Nelma (PSDB-AL) foi a deputada que mais se ausentou a sessões em 2019. Das 168, compareceu a 102. Em 63 vezes, justificou a sua ausência e outras três foram faltas não justificadas.

A Câmara dos Deputados afirmou à reportagem, por meio de nota, que as ausências em sessões em que há votações são passíveis de desconto salarial do parlamentar. Entretanto, caso a falta seja justificada até 30 dias após a realização da mesma, não cabe desconto.

Contudo, a Câmara não informou se houve punição salarial de algum parlamentar durante o ano. O salário bruto de um deputado federal é de R$ 33.763,00.

Outro lado da moeda

Por outro lado, o deputado baiano José Nunes (PSD) está entre os parlamentares que estiveram em todas as sessões da Casa.

 

ACM Neto garante que não haverá reajuste na tarifa de ônibus na capital na primeira quinzena de janeiro

/ Política

ACM durante coletiva de imprensa. Foto: Vagner Souza/ BNews

O Prefeito de Salvador,  ACM Neto, afirmou na manhã desta quinta-feira (2) que não haverá novidades quanto a um eventual reajuste da tarifa de ônibus nas primeiras duas semanas de 2020 na capital baiana.

Durante coletiva de imprensa para anunciar a contratação de uma empresa para elaboração do Plano Diretor de Tecnologia para Cidades Inteligente, o prefeito voltou a dizer que as negociações entre município e empresários seguem acontecendo – e não foram interrompidas nem mesmo pelas festividades do réveillon.

”O que eu garanto é que vamos continuar dialogando. E se houver uma decisão de reajuste da tarifa, eu prometo anunciar com antecedência, porque ninguém vai ser pego de surpresa”, voltou a garantir.

Neto avalia que existem aspectos do debate que precisam ser tratadas internamente, no âmbito da administração pública, quando o assunto é o sistema de transporte público. ”Aconteceram muitas mudanças recentes – seja em função da crise econômica do país, seja em função da presença do metrô e da integração”, enumerou.

O prefeito acrescenta que também existem aspectos das negociações sobre o reajuste da tarifa que dependem do Governo do Estado ao que diz respeito a este último item. Ele garantiu que – sem novidades sobre o reajuste pelos próximos dias – não abordará o assunto com “populismo” ou tratará o assunto do transporte público com ”proselitismo”.

”Não aconteceu até hoje e não vai acontecer. Mas, por outro lado, a minha visão é diferente da dos empresários. Eles, naturalmente, quanto mais puderem ganhar, vão querer ganhar. A prefeitura tem que olhar pelo usuário do sistema, pelo cidadão”, ponderou.

Acidentes com mortes das rodovias federais baianas têm redução de 75% na Operação Ano Novo

/ Trânsito

A Polícia Rodoviária Federal encerrou, na noite desta quarta-feira (1), a Operação Ano Novo realizada nas rodovias federais que passam pela Bahia. Segundo o balanço da PRF, houve uma queda de 16% no número de acidentes e redução de 75% no número de mortes, em relação ao ano anterior.

A Operação Ano Novo iniciou no último sábado (28) e teve como principal foco as infrações relacionadas com ultrapassagens proibidas, embriaguez ao volante, o não uso do cinto de segurança e demais dispositivos de retenção obrigatórios, o uso do celular ao volante, o transporte de carga e trânsito irregular de motocicletas e ciclomotores.

A PRF atuou 2.920 motoristas em infrações diversas. Foram fiscalizados um total de 8.591 veículos e 9.275 pessoas no período da operação. A infração que teve o maior número de autos extraídos foi a de ultrapassagem proibida com 589 registros.

Durante as abordagens, foram realizados 5.295 testes com etilômetro (bafômetro), que flagraram 85 condutores dirigindo sob efeito do álcool, infração gravíssima, com multa de R$ 2.934,70.

Nas fiscalizações, a PRF também emitiu 41 autos de infração para motociclistas ou passageiro sem capacete e sete motoristas foram flagrados usando celular no volante. Sem o cinto de segurança foram 223 autuações.

Acidentes durante o feriado

A PRF baiana registrou uma redução no número de acidentes totais de 16%, comparado ao ano anterior. Em 2018, as estradas federais que cortam a Bahia tiveram o registro de 43 acidentes, já em 2019 foram apenas 36.

Entre os acidentes registrados, 13 deles foram graves e resultou em uma morte. Houve redução também no número de mortes em acidentes nas rodovias federais. Segundo a PRF, duas pessoas morreram durante o feriado, trazendo uma redução de 75% com relação ao ano anterior quando oito pessoas morreram.

Contudo, o número de pessoas feridas aumentou em 2019. De 56 pessoas feridas em 2018, houve um aumento de 5% em 2019 subindo para 59 pessoas feridas nas rodovias federais baianas.

Danilo Gentili detona Bolsonaro após presidente sinalizar sanção a Fundo Eleitoral: ”Mentiroso”

/ Política

Danilo pronunciou pelas redes sociais. Foto: Reprodução/SBT

Antipetista assumido e entusiasta da eleição de Jair Bolsonaro, o humorista Danilo Gentili – que já vinha dando sinais de insatisfação com o governo do capitão – detonou o presidente após ele sinalizar a favor da aprovação do Fundo Eleitoral no valor de R$ 2 bilhões.

O apresentador do ”The Noite”, do SBT, alegou que Bolsonaro foi eleito com a promessa de ”acabar com o fundão e outras mamatas”, mas que para financiar o novo partido, Aliança pelo Brasil, junto com os seus filhos, vai brigar por ”essa grana”.

”O presidente quer que o povo trabalhe para encher o c* de político de dinheiro. Lixo”, disparou Gentili.

O post feito na manhã desta quinta-feira (2) ganhou o apoio de outros internautas insatisfeitos com a decisão. Houve quem acrescentasse à lista de promessas não cumpridas, a quebra de sigilo do cartão corporativo da presidência, até agora não divulgado pelo Governo Federal.

Bolsonaro sinaliza aprovar fundo eleitoral para evitar crime de responsabilidade e enfrenta resistência

/ Brasília

Presidente deve sancionar fundo eleitoral. Foto: Isac Nóbrega

O presidente Jair Bolsonaro sinalizou nesta quinta-feira, que deve sancionar o fundo de R$ 2 bilhões para custear campanhas eleitorais em 2020 para não cometer crime de responsabilidade.

Bolsonaro disse ainda que tem de ”preparar a opinião pública” para não ser ”massacrado” sobre a sua decisão. No final de dezembro o presidente declarou que buscava uma ”brecha” para vetar o fundo que proposto por ele mesmo ao Congresso.

”O fundo eleitoral é uma lei. O que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) fez? Oficiou a receita no valor, o montante, de 2 bilhões de reais. Então veto ou sanção é uma obediência à lei. Se você for ler o artigo 85 da Constituição, se eu não respeitar a lei, eu estou em curso do crime de responsabilidade”, disse o presidente nesta quinta, em frente ao Palácio da Alvorada.

Questionado novamente se veta ou sanciona o fundo, Bolsonaro respondeu: ”O que posso dizer é isso aí. A conclusão agora é de vocês. É o seguinte, tem de preparar a opinião pública, né, caso contrário vocês me massacram, vocês arrebentam comigo”, disse.

Desgaste

A negociação sobre o fundo eleitoral desgastou a articulação política do Planalto. O Congresso Nacional chegou a articular aumento para R$ 3,8 bilhões do fundo, mas ouviu do governo que só seriam aceitos até R$ 2,5 bilhões. No fim, os parlamentares recuaram, após Bolsonaro ir às redes sociais para negar a articulação do próprio governo, e foi aprovada a proposta original, de R$ 2 bilhões.

No final de dezembro, o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE) disse esperar que Bolsonaro sancione o valor.

Bolsonaro disse nesta quinta que não daria entrevista à imprensa ”Quero começar bem o ano, sem entrevista, porque em parte é distorcida”, disse. Em seguida, porém, o presidente falou sobre o fundo eleitoral, além do reajuste do salário mínimo. Com informações do Estadão Conteúdo

Educação: Ufba divulga edital com vagas a serem preenchidas pelo Sistema de Seleção Unificada

/ Educação

A lista de vagas a serem preenchidas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) foi divulgada nesta quinta-feira (2) pela Universidade Federal da Bahia (Ufba).

Para o primeiro semestre, serão ofertadas 4.492 vagas nos 88 cursos de graduação da instituição. O segundo semestre de 2020, a Ufba irá disponibilizar 1.532 vagas nos 37 cursos de graduação pelo Sisu.

Para fazer parte do processo seletivo, o candidato deve fazer a inscrição no Portal do Sisu, entre os dias 21 e 24 de janeiro e aguardar o resultado que será publicado no dia 28 do mesmo mês.

O estudante que ainda não concluiu o Ensino Médio ou que teve nota zero na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), não terá a candidatura validada. O resultado individual será divulgado no dia 17 de janeiro.

Economia: Cheque especial terá juros ”limitados” a partir da próxima segunda-feira (6)

/ Economia

O cheque especial terá juros limitados a partir da próxima segunda-feira (6). Os bancos não poderão cobrar taxas superiores a 8% ao mês, o equivalente a 151,8% ao ano. As informações são da Agência Brasil.

A limitação dos juros do cheque especial, modalidade de crédito com taxas que quadruplicam uma dívida em 12 meses, foi decidida pelo Conselho Monetário Nacional no fim de novembro. Os juros do cheque especial encerraram novembro em 12,4% ao mês, o que equivale a 306,6% ao ano.

Ao divulgar a medida, o Banco Central explicou que o teto de juros pretende tornar o cheque especial mais eficiente e menos regressivo (menos prejudicial para a população mais pobre). Para a autoridade monetária, as mudanças no cheque especial corrigirão falhas de mercado nessa modalidade de crédito.

Conforme o Banco Central, a regulamentação de linhas emergenciais de crédito existe tanto em economias avançadas como em outros países emergentes. Segundo a autoridade monetária, o sistema antigo do cheque especial, com taxas livres, não favorecia a competição entre os bancos. Isso porque a modalidade é pouco sensível aos juros, sem mudar o comportamento dos clientes mesmo quando as taxas cobradas sobem.

TARIFA

Para financiar em parte a queda dos juros do cheque especial, o CMN autorizou as instituições financeiras a cobrar, a partir de 1º de junho, tarifa de quem tem limite do cheque especial maior do que R$ 500 por mês. Equivalente a 0,25% do limite que exceder R$ 500, a tarifa será descontada do valor devido em juros do cheque especial.

Cada cliente terá, a princípio, um limite pré-aprovado de R$ 500 por mês para o cheque especial sem pagar tarifa. Se o cliente pedir mais que esse limite, a tarifa incidirá sobre o valor excedente. O CMN determinou que os bancos comuniquem a cobrança ao cliente com 30 dias de antecedência.

No último dia 23, o Banco do Brasil anunciou que dispensará os clientes da tarifa em 2020. Segundo a instituição financeira, a isenção tem como objetivo fortalecer a relação com os clientes. *Folhapress

Tarifa branca de energia elétrica fica disponível para todos os consumidores do Brrasil

/ Economia

Desde esta última quarta-feira (1º), todos os consumidores brasileiros já podem aderir à tarifa branca, que permite o pagamento de valores diferentes em função da hora e do dia da semana em que se consome a energia elétrica. Aprovada em 2016, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) havia estabelecido um cronograma anual para adoção da modalidade, começando em janeiro de 2018 pelas novas ligações de clientes ou unidades consumidoras com média anual de consumo mensal superior a 500 KWh/mês. Em janeiro de 2019, o patamar mínimo foi reduzido para 250 KWh/mês, chegando a agora a todos os consumidores de baixa tensão.

A tarifa branca é uma medida adotada pela Aneel para promover o sinal de preços aos consumidores e reduzir a conta de luz, além de otimizar o uso da rede elétrica. Nos dias úteis, a nova modalidade tarifária tem três valores: ponta, intermediário e fora de ponta. Esses períodos são estabelecidos pela Aneel e diferentes para cada distribuidora. Sábados, domingos e feriados contam com a tarifa fora de ponta nas 24 horas do dia. Pelas regras, valor da tarifa fora do horário de ponta é mais barato do que no horário de ponta, estimulando a mudança de hábitos de consumo.

Antes de optar pela tarifa branca, o consumidor deve conhecer bem o seu perfil de consumo. Quanto mais deslocar o consumo para o período fora de ponta, maior será a redução da conta de luz. Porém, a tarifa branca não é recomendada para aqueles consumidores que demandam mais energia nos períodos de ponta e intermediário e não houver possibilidade de deslocar o consumo para o período fora de ponta. Nessas situações, o valor da fatura pode subir.

Caso o consumidor tenha aderido à tarifa branca e não percebeu vantagem, pode solicitar sua volta ao sistema anterior (tarifa convencional). A distribuidora terá 30 dias para atender ao pedido de alteração. Caso queira participar de novo da modalidade, há um período de carência de 180 dias. A tarifa branca é válida residências e pequenos estabelecimentos comerciais e industriais, mas não se aplica a consumidores residenciais classificados como baixa renda, beneficiários de descontos previstos em legislação e a iluminação pública.

Segundo dados da Aneel, desde que entrou em vigência até outubro de 2019 (última informação disponível), 32,449 mil clientes em todo o País já aderiram à tarifa branca, com importante crescimento ao longo do ano passado. A Enel SP (antiga Eletropaulo) lidera o ranking, com 7,519 mil consumidores, seguido por CPFL Paulista (3,473 mil clientes), Light (2,753 mil clientes), Coelba (2,306 mil) e CPFL Piratininga (1,998 mil). Dos 32,449 mil consumidores que já aderiram, 25,021 mil (77%) são clientes residenciais. Do Estadão

Fotógrafo é morto a tiros em Itabuna e PM é suspeito de cometer crime por ciúme da ex-companheira

/ Polícia

Sandro Silva Santos foi morto a tiros. Foto: Rede social

Um fotógrafo de 36 anos foi assassinado a tiros, na tarde desta quarta-feira (1º), no município de Itabuna, região sul da Bahia, e um policial militar é suspeito de cometer o crime por ciúmes. O homicídio ocorreu na Rua São Geraldo, no bairro Novo Lomanto.

A vítima foi identificada como Sandro Silva Santos. Testemunhas disseram à polícia que ele estava colocando uma porta na casa da sogra quando foi surpreendido pelo PM Felipe Prado de Araújo, que chegou ao local atirando. O policial estava fardado no momento do crime.

A polícia informou que se trata de um crime por ciúmes, porque Sandro era o atual namorado da ex-companheira do policial.

Por meio de nota, a PM informou que policiais militares do 15º BPM fazem rondas para tentar encontrar o policial. Até a última atualização desta reportagem, ele não havia se apresentado e nem havia sido encontrado. A corporação disse, ainda, que será aberta uma investigação para apurar as circunstâncias do ocorrido.

Sandro deixou três filhos. O corpo está sendo velado em Itabuna. O local e o horário do sepultamento ainda não foram definidos. conforme publicação do portal G1.