Prefeitura de Jaguaquara inicia ornamentação para o São João na área central da cidade

/ Jequié

Colorido das bandeirolas ganhou as ruas. Foto: Blog Marcos Frahm

A Prefeitura de Jaguaquara iniciou a ornamentação da área central da cidade para os festejos juninos de 2019. O colorido das bandeirolas ganhou a Gomes Pita, principal via do Centro e a Praça JJ – Seabra, área que será utilizada para realização da Vila Junina, a partir do dia (12) de junho, com shows e quadrilhas.

As bandeirolas que enfeitam as vias públicas já criaram um clima de festa junina na maior cidade do Vale do Jiquiriçá, com a tradição do mês, época em que é celebrada a Cultura Nordestina.

Os festejos terão início oficialmente no dia 21 e a programação se encerrará no dia 24, na Praça Guilherme Silva, com apresentações musicais. Artistas como Jonas Esticado, Lauana Prado, Walkyria Santos, além de cantores locais e regionais estarão na grade anunciada pela Prefeitura.

Vale do Jiquiriçá: Erosão avança na BR-420 e leva risco a motoristas, no trecho de Mutuípe

Erosão há quase um ano na BR-420. Foto: Blog Marcos Frahm

Quem trafega pela BR-420, no perímetro urbano do município de Mutuípe, no Vale do Jiquiriçá precisa ter cuidado com uma erosão que danificou grande parte do pavimento e leva risco a pedestres e motoristas. A erosão compromete a trafegabilidade no trecho há quase um ano, sem nenhuma providência.

A rodovia é federalizada e de responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Mas os moradores de Mutuípe cobram ação da Prefeitura para que o órgão municipal viabilize os reparos no local, que pode provocar acidentes.

Em sua página no Instagram, o prefeito da cidade, Rodrigo Maicon (MDB) já tratou do assunto, tendo publicado nota revelando que teria recorrido ao DNIT com o deputado estadual Pedro Tavares (MDB), mas o problema ainda não foi solucionado na estrada.

Publicada no Diário Oficial lei que trata de internação involuntária de usuário de droga no país

/ Brasil

A Lei nº 13.840, de 5 de junho de 2019, que prevê, entre outras medidas, a internação involuntária de dependente de drogas, está publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (6). Ela foi sancionada ontem (5) pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, e dispõe sobre o Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas e as condições de atenção aos usuários ou dependentes e para tratar do financiamento das políticas sobre drogas.

No seu artigo 23-A, o texto diz que o tratamento do usuário ou dependente de drogas deverá ser ordenado em uma rede de atenção à saúde, com prioridade para as modalidades de tratamento ambulatorial, incluindo “excepcionalmente formas de internação em unidades de saúde e hospitais gerais nos termos de normas dispostas pela União e articuladas com os serviços de assistência social e em etapas”.

Entre essas etapas, está a que trata da internação do dependente, que somente deverá ser feita em ”unidades de saúde ou hospitais gerais, dotados de equipes multidisciplinares e deverá ser obrigatoriamente autorizada por médico devidamente registrado no Conselho Regional de Medicina (CRM) do estado onde se localize o estabelecimento no qual se dará a internação”.

De acordo com a lei, serão consideradas dois tipos de internação: voluntária e involuntária. Na internação involuntária, o texto diz que ela deve ser realizada após a formalização da decisão por ”médico responsável e indicada depois da avaliação sobre o tipo de droga utilizada, o padrão de uso e na hipótese comprovada da impossibilidade de utilização de outras alternativas terapêuticas previstas na rede de atenção à saúde”.

O documento indica que a internação involuntária deveráocorrer no prazo de tempo necessário à desintoxicação do paciente, ”no prazo máximo de 90 dias, tendo seu término determinado pelo médico responsável; e que a família ou o representante legal poderá, a qualquer tempo, requerer ao médico a interrupção do tratamento”.

A lei prevê também que todas as internações e altas deverão ser informadas, em, no máximo, de 72 horas, ao Ministério Público, à Defensoria Pública e a outros órgãos de fiscalização, por meio de sistema informatizado único.

Joaquim Caíres propõe Audiência Pública para discutir situação do Aeroporto de Jequié

/ Jequié

Joaquim Joaquim fala em novo Aeroporto. Foto: Emanuel Jr.

É de autoria do vereador Joaquim Caíres o Requerimento (89/2019) propondo a realização de uma Audiência Pública para discutir a situação Terminal Aeroviário Vicente Grillo, que passa por sérios problemas estruturais. Sugere que sejam convidados o prefeito municipal Luiz Sérgio Suzarte Almeida,  o secretário estadual de Infraestrutura da Bahia, Marcos Cavalcante, o diretor da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), José Ricardo Pataro Botelho de Queiroz, assim como os deputados federais Antônio Brito e Leur Lomanto Júnior; e estaduais Euclides Fernandes e Zenildo Brandão, além de representantes dos Ministérios Público Estadual e Federal.

A Audiência Pública, promovida pela Câmara de Vereadores de Jequié visa buscar soluções em relação ao Terminal Aeroviário Vicente Grillo que exige investimentos importantes, incluindo a aquisição de equipamento capaz de assegurar seu funcionamento à noite.

”O Terminal serve não somente a cidade de Jequié, mas a microrregião inteira com 27 cidades com mais seiscentos mil habitantes. Além de Jequié ser uma cidade que possui um hospital regional que atende também a três rodovias federais, tendo assim a necessidade de solicitação de uma UTI aérea, daí a importância de termos este equipamento funcionando em perfeito estado para o bem desta população, e não passando pela situação que foi vista por várias pessoas e que ganhou as manchetes dos principais meios de comunicação no último mês de maio, quando uma aeronave teve que aterrissar se utilizando da luz de veículos particulares, pondo assim em risco a vida da tripulação, bem como da população que reside nas proximidades deste terminal”, destacou.

Segundo Joaquim Caíres, a audiência é para que a Câmara, que é a representante dos interesses da população de Jequié, possa tomar conhecimento da real situação em que se encontra o Terminal Aeroviário e também tomar conhecimento do que tem sido feito para a garantir a segurança desta população e a funcionalidade deste equipamento de tamanha importância para esta cidade e região.

Ainda de acordo Joaquim Caíres, o encontro deve servir também para discutir a construção de um novo aeroporto, que esteja dentro das especificações para pousos e decolagens dentro das normas estabelecidas pela ANAC em uma área que não ofereça risco à vida aos habitantes desta cidade.

Ministro Ricardo Salles recebe vaias no Senado, deixa o plenário e é chamado de ”fujão”

/ Brasília

Ricardo Salles e a senadora Eliziane Gama. Foto: Estadão

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, foi vaiado nesta quinta-feira (6) em uma audiência pública no plenário do Senado em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente. Salles se recusou a ficar na sessão até o final, alegando que tinha outro compromisso, e deixou o plenário sob mais vaias e gritos de ”fujão”. Durante o discurso do ministro, ambientalistas que acompanhavam a sessão deram as costas ao ministro. Salles afirmou que é ”absolutamente inverídica” a frase de que há um desmonte no Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) e no ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade).

”Ao contrário, o desmonte foi herdado”, disse o ministro antes de ouvir as primeiras vaias. Diante da manifestação do público, ele reagiu:”Podem se manifestar à vontade! O desmonte foi herdado de gestões anteriores. Quem recebeu a fragilidade orçamentária fui eu. Quem recebeu um déficit gigantesco de funcionários, fui eu. Quem recebeu frotas sucateadas e prédios abandonados, fui eu. Portanto, se houve desmonte, desmonte houve antes e não agora. Agora há uma tentativa de, através de uma boa gestão e investimentos mais eficientes, reverter esse quadro para que possa cumprir o seu papel’, afirmou o ministro.

Ao encerrar seu discurso, informou ter outro compromisso e que teria que ir embora. Houve protesto do líder da minoria, Randolfe Rodrigues (Rede-AP). A presidente da sessão solene, senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), pediu que o ministro ficasse por mais três minutos, mas não foi ouvida por Salles. O ministro foi então novamente vaiado e ouviu gritos de ”fujão!”. Questionado por jornalistas na saída do plenário sobre a reação dos participantes da audiência, ele disse: ”A democracia é assim, cada um pode ter a reação que quiser”. Além do ministro do Meio Ambiente, havia outras autoridades à mesa da sessão solene como a procuradora-geral da República, Raquel Dodge e o ministro Herman Benjamin, do STJ (Superior Tribunal de Justiça).

Ex-presidente Lula, Palocci e Paulo Bernardo viram réus por suposta propina da Odebrecht

/ Justiça

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e os ex-ministros petistas Antônio Palocci Filho e Paulo Bernardo viraram réus em uma ação em que são acusados de terem recebido propina da Odebrecht. A denúncia feita pelo Ministério Público Federal foi aceita nesta quarta-feira (5) pelo juiz federal Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal Criminal do Distrito Federal.

Os três são acusados de terem praticado corrupção passiva por aceitar, segundo o Ministério Público, R$ 64 milhões da Odebrecht em 2010. O dinheiro seria uma contrapartida ao aumento da linha de crédito para financiamento da exportação de bens e serviços Brasil e Angola, cuja autorização teria sido à época de R$ 1 bilhão. A denúncia aceita também inclui o empresário Marcelo Odebrecht por suposta prática de corrupção e os executivos Ernesto os executivos Ernesto Sá Vieira Baiardi e Luiz Antônio Mameri, ex-diretores da construtora. A defesa de Palocci disse que o ex-ministro ”irá colaborar com a Justiça para o amplo esclarecimento dos fatos que são objeto da denúncia”.

A reportagem também entrou em contato com as defesas dos demais réus e aguarda resposta. Esta é a décima vez em que Lula se torna réu na Justiça Federal –há processos no DF, São Paulo e Paraná. Em um deles, em Brasília, ele já foi absolvido. O ex-presidente está preso desde abril de 2018 devido a condenação no caso do tríplex de Guarujá (SP). Com informações do Estadão

Advogada de mulher que acusa Neymar de estupro abandonou o caso nesta quinta-feira

/ Entretenimento

Najila Trindade teve o apartamento arrombado. Foto: Reprodução

Yasmin Pastore Abdalla, segunda advogada a representar Najila Trindade, abandonou o caso da modelo nesta quinta-feira (6). De acordo com o jornal Estadão, a representante foi substituída por um novo advogado, Danilo Garcia de Andrade.

Mais cedo a representante havia afirmado que a modelo teria cancelado o depoimento que prestaria na 6ª Delegacia de Polícia da Mulher (DPM), em São Paulo, após ter tido o apartamento arrombado na noite da última quarta (5). ”Najila teve seu apartamento arrombado na noite de ontem. Está muito abalada com as ameaças e prefere depor na manhã de sexta-feira” informou em entrevista à revista Quem.

A proprietária do imóvel alugado pela modelo, Verena Fiori, desmentiu a informação alegando que a empregada de Najila teria deixado o apartamento aberto de propósito. ”Sobre o arrombamento do imóvel: isso é mentira. A empregada deixou a porta aberta de propósito e as câmeras de segurança do prédio pegaram”.

 

 

Prefeitura de Jequié apresenta as primeiras atrações da Vila Junina, na Praça Ruy Barbosa

/ Jequié

Estakazero é a principal atração do São João. Foto: Divulgação

A Prefeitura de Jequié divulgou as atrações musicais que farão parte da Vila Junina deste ano na cidade. Historicamente, o São João de Jequié sempre aconteceu na Praça da Bandeira, onde ficava instalado o chamado ”palco das grandes atrações”. Em algumas edições da festa, inclusive com organização da Câmara de Dirigentes Lojistas-CDL, foi realizada no Parque de Exposições Luiz Braga.

Contudo, este ano, a prefeitura informou que a festa vai acontecer apenas na Vila Junina que está sendo montada na Praça Rui Barbosa, nos dias 19 a 23 de junho. Segundo a Prefeitura de Jequié, a mudança do local aconteceu por questões financeiras. Muitas pessoas não gostaram da redução do São João na cidade, tanto os comerciantes que ficavam ao redor da festa e que alegam que não terão espaço suficiente na Praça Rui Barbosa, quanto as pessoas que costumam curtir o São João na cidade, que enxergam que a Praça Rui Barbosa não comporta uma festa desta grandeza.

A Prefeitura de Jequié também divulgou que outras atrações já estão confirmadas para se apresentar na Vila – Embalo 4, Casa Du Zôto, Marly Brasil, Forrozão Marajá, Marcos Belchote e Forró Belo Xote. irão se apresentar na festa, como: trios de forró, quadrilhas juninas, orquestra e outras atividades artísticas que estão dentro da programação da festa na cidade.

Ex-namorada acusa Devinho Novaes de agressão: ”Estava operada e ele chutou meus seios”

/ Entretenimento

Aylle Santiago acusa Devinho Novaes. Foto: Reprodução

Em meio à acusação de estupro do jogador Neymar, outro caso de violência contra a mulher chega ao público. Desta vez, o acusado é o cantor Devinho Novaes. Através das redes sociais, a ex-namorada do sergipano, Aylle Santiago, decidiu expor uma série de conversas entre eles alegando ter sofrido violência física e verbal.

Nas imagens, ela diz que flagrou o artista várias vezes com outras mulheres, alegou que ele contrata garotas de programa, exibiu trechos de trocas de ofensas e mostrou uma foto de quando teria sido agredida. ”Eu estava operada e ele rasgou minha roupa e chutou meus seios que ainda estavam com pontos”, escreveu. Devinho e Aylle ficaram juntos por nove meses.

Na época em que assumiram o relacionamento, muitos fãs do cantor a chamaram de ”interesseira”, alegando que ela estava com ele apenas pela ”fama”e ‘dinheiro”. Quanto a isso, ela também divulgou um trecho em que o artista estaria devendo dinheiro para o pai dela. Nas redes sociais, Devinho gravou um vídeo debochando das acusações.”Enquanto as pessoas tentam me derrubar, eu apenas sigo minha vida da melhor maneira”, falou.

Internado na Bahia, Agnaldo Timóteo tem autorização para ser transferido para SP e espera vaga

/ Saúde

Agnaldo está na UTI do Roberto Santos. Foto: Ivanaldo Paiva

O cantor Agnaldo Timóteo já está com autorização médica para ser transferido para São Paulo e só está aguardando uma vaga em alguma unidade de saúde paulista para que isso aconteça, segundo divulgou, nesta quinta-feira (6), a assessoria do Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), em Salvador, onde ele está internado após sofrer um AVC. Segundo o G1, o boletim médico divulgado nesta quinta diz que o artista está evoluindo com melhora clínica progressiva, porém ainda sem previsão de alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Os médicos alinharam com parentes a transferência para São Paulo, para que o cantor possa ficar perto de amigos e familiares. No entanto, não há previsão exata da data e nem da unidade de saúde para onde ele vai, pois é preciso reserva e confirmação da vaga. A transferência deve ocorrer por meio de transporte aéreo.

O Hospital Roberto Santos informou que Agnaldo Timóteo está em uso de antibióticos fortes para combater a infecções. Ainda de acordo com o hospital, o cantor está lúcido, interagindo com a equipe e familiares e colaborando com os processos de enfermagem e fisioterapia. O paciente é alimentado por via venosa e sonda. Segundo a unidade de saúde, está previsto para hoje retirá-lo do leito para que faça alguma atividade, que pode ocorrer dentro do quarto mesmo.

A unidade médica disse que, por ser uma pessoa com grande carisma, o cantor Agnaldo Timóteo conquistou o carinho e afeição de toda equipe do hospital. Agnaldo está na UTI do Hospital Geral Roberto Santos desde o dia 21 de maio, quando foi transferido de Barreiras, no oeste baiano, onde sofreu o AVC. De acordo com a unidade médica, a idade avançada e doença associadas podem justificar a fragilidade imunológica e recorrência da infecção no paciente.

No boletim divulgado na terça-feira (4), o hospital havia informado que, mesmo com a ampliação do tratamento com fortes antibióticos, a infecção urinária persistia. O problema foi diagnosticado no dia 27 de maio. Já na quarta (5), o hospital informou que ele apresentou melhora no quadro infeccioso. Também houve melhora no quadros de delirium (melhora progressiva da desorientação) e ele passou a interagir melhor e com mais lucidez.

Jovem de 20 anos é acusada de matar sogro com golpe de punhal no peito, no Sul da Bahia

/ Polícia

Angélica Oliveira foi presa horas após o crime. Foto: Polícia Civil

Angélica Oliveira Santos de Abreu, de 20 anos é acusada de matar o esposo com um golpe de punhal no peito, na madrugada desta quinta-feira (6), em Iguaí, Sul da Bahia. De acordo com a polícia, a mulher foi presa cinco horas depois do crime, por investigadores da Polícia Civil e confessou que cometeu o ato após uma briga. A vítima, identificado como Zezito Santana Filho, foi socorrido para o Hospital Manoel Martins de Souza, mas não resistiu ao ferimento. Autuada em flagrante por homicídio, Angélica está presa na Delegacia Territorial (DT), de Iguaí.

Concurso da Mega-Sena acumula e vai pagar prêmio de R$ 70 milhões no próximo sábado

/ Esporte

O concurso 2.157 da Mega-Sena não teve acertadores no prêmio principal. Os números sorteados foram: 31 – 33 – 34- 35 – 39 – 48. A quina – cinco números – teve 188 ganhadores, cabendo a cada um deles R$ 21,38 mil. A quadra – quatro números – registrou 8.779 acertadores. Cada um ficará com R$ 653,98. O próximo sorteio da Mega-Sena será no sábado (8). A previsão é de um prêmio de R$ 70 milhões.

ACM Neto é pressionado por aliados após defender estados e municípios fora da Previdência

/ Política

ACM critica postura de Rui sobre reforma. Foto: Vagner Souza

O posicionamento do presidente nacional do DEM, prefeito ACM Neto contra a aplicação automática da reforma nos estados e municípios, tornou-se alvo de forte pressão até mesmo entre seus próprios correligionários. De acordo com a coluna Painel, da Folha de São Paulo, o prefeito de Salvador foi procurado por entusiastas da medida, mas manteve-se firme.

Segundo a coluna, ACM Neto acha que governadores e prefeitos que quiserem mexer nos regimes de aposentadoria precisam dar a cara para o eleitor. Neto defende que os municípios estejam de fora da reforma da Previdência e, caso haja alguma, as questões devem ser discutidas com os próprios funcionários públicos do município. O líder democrata, inclusive, criticou abertamente o governador Rui Costa (PT), que segundo ele faz ”jogo de cena”.

Segundo o prefeito, o governador tem uma posição ”omissa” e ”oportunista” em relação à reforma da Previdência. ”Nós vivemos um momento no país de séria crise, de necessidade de superação, e a coisa mais condenável nesse momento é a omissão e o oportunismo”, reprovou. ”[O governador] chega em Brasília e faz um jogo de cena fingindo que é a favor da reforma para que estados e municípios estejam incluídos e ele não tenha a obrigação de encaminhar um projeto à Assembleia [Legislativa da Bahia]”, reforçou o democrata. Para ele, essa atitude demonstra ”claramente” qual é a posição de Rui.

Exposição que homenageia o padroeiro Santo Antônio tem início no Museu Histórico de Jequié

/ Jequié

Membros da comissão dos festejos com o Pe. Roberto. Foto: Secom

Santo Antônio, o santo padroeiro de Jequié, ganhou, este ano, novamente, um espaço entre as exposições do Museu Histórico João Carlos Borges. A Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Cultura e Turismo, por meio de uma parceria com a Paróquia Catedral de Santo Antônio, abriu, na noite de sábado, dia 1, no Museu, a exposição denominada ‘Santo Antônio, o Padroeiro de Jequié’.

Estiveram presentes, no evento de abertura, o secretário de Cultura e Turismo, Alysson Andrade; o museólogo e coordenador do Museu Histórico, Antônio Varjão; o padre Roberto Oliveira, pároco da Catedral; além de membros da comissão dos festejos de Santo Antônio; dos técnicos da Secretaria; e de fiéis da Paróquia de Santo Antônio. A exposição é aberta à visitação pública, com entrada gratuita, de 8h às 12h, de 14h às 18h e, à noite, até às 21h (horário especial de visitação até o dia 12 de junho).

A mostra é inspirada na monografia intitulada ‘A festa de Santo Antônio em Jequié – Festa religiosa-popular – Memórias e permanências culturais’, apresentada pela professora Maria Helena Veloso Sampaio Souza, que é responsável, também, pela curadoria da exposição.

ara o secretário de Cultura e Turismo, Alysson Andrade, a iniciativa pública, que integra a programação junina oficial de 2019, colabora, sobremaneira, para a dinamização do Museu de Jequié, gerido pela Prefeitura, dando, portanto, cumprimento a um dos principais objetivos do museu, no sentido de estimular a manutenção da memória e fomentar a pesquisa.