Salvador sem prefeito? ACM Neto, Bruno Reis e Leo Prates viajam simultaneamente para o exterior

/ Política

ACM e Bruno Reis deixam a capital baiana. Foto: Bocão News
A cidade de Salvador está ”sem prefeito”. Conforme o site Bocão News, o gestor soteropolitano, ACM Neto (DEM), embarcou para uma viagem as Estados Unidos. Agora, chega a informação de que os dois líderes da linha sucessória, o vice Bruno Reis e o o presidente da Câmara Municipal Leo Prates (DEM), também resolveram deixar a cidade. O primeiro foi para Londres e o segundo, para a Disney. Em contato com o BNews, Pacheco Maia, da Secretaria de Comunicação do Município, informa que o prefeito está em missão oficial no exterior e que ficará fora dentro do período permitido pela legislação. ”Não existe nenhuma exigência legal de ter sucessor na ausência do mandatário por até 15 dias. O prefeito não vai passar esse período fora. Ele está em missão oficial pela prefeitura”, justifica. Indagado pela reportagem do site sobre quem responderia caso, em tese, ocorresse alguma catástrofe na cidade, Maia explica: ”Não vai acontecer catástrofe, mas tem os secretários que estão aí. E outra coisa: no mundo tecnológico, você pode se comunicar à distância”.

Presidente do PSL na Bahia cogita candidatura à prefeitura de Feira de Santana

/ Política

Dayane é a principal aliada de Bolsonaro na Bahia. Foto: Reprodução

A deputada federal eleita e presidente do PSL na Bahia, Dayane Pimentel, cogita se candidatar à prefeitura de Feira de Santana,  segundo informações da assessoria de comunicação da futura parlamentar, publicadas pelo site bahia.ba. Para Dayane, a especulação em torno do seu nome ”reflete a vontade de mudança do povo brasileiro que levou o capitão da reserva à presidência da república e que a população de Feira continua a manifestar”. ”Fui eleita para legislar pelo povo brasileiro em Brasília e concorrer em 2020 não estava nos planos. Porém, não posso fechar os olhos para a vontade do povo da minha cidade que deu expressiva votação a mim e a Jair Bolsonaro. Vou analisar todo o cenário político para as próximas eleições e avaliar a possibilidade de lançar minha candidatura”, disse Dayane. Dayane Pimentel considera ainda um possível apoio a outro candidato. ”A possibilidade de apoiar algum candidato ou até mesmo lançar um nome novo para a disputa é real, porém, toda essa dinâmica da política será constantemente monitorada e no momento certo tomarei uma decisão”, informou a professora Dayane.

A partir de sábado (10), boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco

/ Economia

A partir do próximo sábado (10), boletos vencidos poderão ser pagos em qualquer banco ou correspondente e não apenas na instituição financeira em que foram emitidos. Isso será possível com a conclusão da implementação da Nova Plataforma de Cobrança (NPC), sistema desenvolvido pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) em parceria com os bancos. Na última fase do processo, passa a ser obrigatório o cadastramento de títulos referentes a faturas de cartão de crédito e doações no novo sistema. Segundo a Febraban, além da praticidade, a implementação da NPC torna o processo de pagamento via boleto mais seguro, sem risco de fraudes. Outra mudança diz respeito ao comprovante de pagamento, que será mais completo, apresentando todos os detalhes do boleto, (juros, multa, desconto, etc) e as informações do beneficiário e pagador. O projeto da Nova Plataforma de Cobrança começou há quatro anos. Desde 2016 ele vem incorporando na sua base de dados os boletos de pagamentos já dentro das normas exigidas pelo Banco Central, ou seja, com informações do CPF (Cadastro de Pessoa Física) ou CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) do emissor, data de vencimento e valor, além do nome e número do CPF ou CNPJ do pagador. A Febraban diz que essas informações são importantes para checar a veracidade dos documentos na hora de se fazer o pagamento. Caso os dados do boleto a ser pago não coincidam com aqueles registrados na base da Nova Plataforma, ele é recusado, pois o boleto pode ser falso. Para fazer a migração do modelo antigo de processamento para o atual, os bancos optaram por incluir os boletos no novo sistema por etapas, de acordo com o valor a ser pago. Esse processo começou em meados do ano passado para boletos acima de R$ 50 mil (os de menor volume) e termina no dia 10 de novembro, com a incorporação dos boletos de cartão de crédito e doações. A previsão inicial era que o processo fosse concluído em 22 de setembro. Entretanto, em junho deste ano, após dificuldades de clientes para pagar boletos, a Febraban alterou o cronograma.

Última fase

Com uma participação de cerca de 40% do total de títulos emitidos no país, os boletos de cartões de crédito e doações têm uma característica em comum: o valor a ser pago pelo consumidor pode não ser exatamente o que consta em cada boleto. No caso dos cartões, porque há opções de pagamento, como valor mínimo, duas ou três parcelas. No caso das doações, ele também pode escolher um valor diferente do que está impresso no boleto. Segundo a Febraban, da mesma forma que nas fases anteriores, se os boletos não estiverem cadastrados na base do novo sistema, os bancos irão recusá-los. Se isso acontecer, o pagador deve procurar o beneficiário, que é o emissor do boleto, para quitar o débito ou solicitar o cadastramento do título.

Demitida da Globo, jornalista Izabella Camargo se diz ”punida” por ter ”ficado doente”

/ Imprensa

Izabella Camargo se afastou por licença-médica. Foto: Divulgação

A jornalista Izabella Camargo foi demitida da Rede Globo após seis anos de trabalho na emissora. Em entrevista ao site Notícias da TV, ela afirmou que a sua saída foi uma forma de punição por “ter ficado doente”, já que a demissão aconteceu logo após ela voltar da licença médica. ”Estou sendo punida por ter ficado doente, com uma doença funcional, e os laudos provam isso. Foi um susto. Esperava qualquer coisa, menos ser demitida”, diz a apresentadora. Ela revelou sofrer da Síndrome de Bournet, uma disfunção psíquica de caráter depressivo e que pode gerar sintomas semelhantes à Síndrome do Pânico. Izabella já sofria há um tempo, mas a situação se agravou em uma transmissão ao vivo pela GloboNews. ”Estava falando do tempo nas capitais e não conseguia lembrar de Curitiba. Só falava ‘no Paraná, no Paraná, no Paraná’, até que o Burnier falou Curitiba. Não lembrava da capital do meu Estado”, diz a paranaense de Apucarana. ”Percebi que o que estava acontecendo comigo era muito grave. Você não saber quem é, pra onde vai, isso é muito incapacitante”, completou.

DiasToffoli agradece reajuste salarial do STF e diz que agora pode resolver auxílio-moradia

/ Justiça

Ministro Dias Toffoli é o atual presidente do STF. Foto: Divulgação

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, agradeceu ao Senado pela aprovação do reajuste salarial para os membros da Corte. O novo salário será de R$ 39,2 mil. O agradecimento ocorreu durante a abertura de um seminário no Superior Tribunal de Justiça (STJ). O reajuste foi aprovado nesta quarta-feira (7). Para Toffoli, a aprovação do PLC 27/16 significa uma revisão da inflação do período de 2009 a 2014 dos subsídios dos ministros. Com a aprovação, Toffoli afirmou que agora, o STF pode ”enfrentar o problema do auxílio moradia”. Toffoli prometeu conversar com o ministro Luiz Fux, relator das ações que concedeu o auxílio-moradia de R$ 4,3 mil a todos magistrados no país. ”É importante destacar que do ponto de vista do orçamento do STF, e do Judiciário, isso está dentro do nosso orçamento, do nosso teto. Não se está colocando valores novos, nós cortamos alguns programas para então poder atender a este projeto de lei do subsistido com a revisão de perdas inflacionárias”, explicou. O presidente do STJ, João Otávio de Noronha, também comemorou a aprovação do reajuste salarial. Ele entende que o reajuste é necessário e esperado pela magistratura há mais de cinco anos. Noronha ainda diz que o reajuste significa a ”grande oportunidade de resolvermos a questão do auxílio-moradia na medida em que recebendo essa verba, nós podemos adequar os salários dos juízes a uma realidade inconteste, que é a de um país que sofreu inflação e que precisa repor o salário dos seus magistrados”.

Jequié: Prefeito pede à Câmara autorização para empréstimo de R$ 65 milhões e gera mal-estar

/ Jequié

Presidente Tinho recebe pedido de empréstimo. Foto: Marcos Frahm

O prefeito de Jequié enviou à Câmara Municipal dois projetos com pedido de autorização para concessão de empréstimos. Um dos projetos, na ordem de 65 milhões, já foi lido em plenário, nesta quarta-feira (7). Segundo o texto enviado pelo chefe do Executivo, Sérgio da Gameleira (PSB), os recursos serão aplicados em execução de obras de pavimentação que irão beneficiar, conforme explicitou o gestor, 350 vias públicas de bairros populares de Jequié. Contudo, a proposta de Gameleira, de pedir autorização para tomar empréstimo num período de crise econômica-financeira provocou mal-estar na Casa Legislativa. Parte dos vereadores se posiciona de forma contrária a concessão de empréstimos. Um dos primeiros a reagir foi o vereador Joaquim Caíres (PMDB), tendo afirmado que a Câmara não pode entregar um cheque em branco ao prefeito que, segundo o parlamentar, representa uma gestão cercada de irregularidades, inclusive no que concerne a reformas de escolas ainda não concluídas no município. Joaquim disse ainda que Sérgio tenta colocar a população jequieense contra a Câmara, referindo-se ao desabafo do prefeito nas redes sociais. O mandatário se pronunciou via internet, nesta quarta, publicando um texto no Instagram, onde se diz triste com o posicionamento de alguns vereadores sobre os projetos. Em trecho publicado Gameleira diz que a proposta foi elaborada ”visando somente levar mais dignidade e respeito à população sofrida que mora na periferia”. Integrante da base governista, o vereador Márcio Oliveira (PP) saiu na defesa e rebateu Caíres, afirmando que só reconhece a importância dos projetos quem vive em ruas não pavimentadas e que é preciso deixar o prefeito trabalhar pela cidade. Em ruas que foram citadas, moradores já responderam nesta semana com manifestações favoráveis a aprovação dos projetos.

Prefeito de Jequié cumpre agenda em Brasília em busca de recursos para obras na infraestrutura

/ Jequié

Otto Alencar, Gameleira, Paulo Magalhães e Gláucio. Foto: Divulgação

O prefeito de Jequié, Sérgio da Gameleira, encontra-se em Brasília, acompanhado do Procurador-Geral do município, Gláucio Chaves, onde cumprem uma extensa agenda de audiências na Assembleia Legislativa, para protocolar pedidos e levar projetos de emendas parlamentares para obras, máquinas e equipamentos para atender secretarias municipais. O prefeito esteve em reunião com o senador Otto Alencar e com o deputado federal Paulo Magalhães, e entregou a documentação de solicitação de emendas parlamentares para melhorar a infraestrutura da cidade. Segundo sua assessoria, na tarde desta quarta-feira (7), Gameleira esteve no gabinete do deputado federal, Bebeto Galvão, onde, após reunião, protocolou a solicitação de diversas emendas parlamentares. De acordo com o gestor, ”todas as forças são importantes para ajudar o município nesse momento em que as cidades atravessam período de recessão e diminuição no recebimento dos repasses federais”. Além destes novos projetos, Sérgio da Gameleira ainda protocolará solicitações de emendas aos deputados federais Jorge Solla, Lídice da Mata, Alice Portugal, Bispo Marinho, Antonio Brito e Roberto Britto. ”Viemos aqui apresentar as nossas solicitações e propostas de projetos para emendas parlamentares aos deputados federais que foram votados no município e que têm, portanto, o seu compromisso com o povo de Jequié e que eu, independente de cor partidária e ideologia política, em nome de Jequié, estou procurando todos os deputados, pois sinto em cada um deles a responsabilidade em retribuir ao nosso povo tudo aquilo que Jequié deu a eles”, afirmou o prefeito.

Jequié: Ministério Público quer que tarifa de esgotamento do Município obedeça teto legal

/ Jequié

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) quer que o Município de Jequié estimule o teto máximo de 40% para a cobrança do serviço de esgotamento quando firmar contrato de concessão, programa ou qualquer modalidade de prestação indireta dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário. O limite foi estabelecido pela Lei Municipal 2.016/17. A recomendação considera que o Município está autorizado a firmar convênio de cooperação entre entes federados e gestão associada de serviços públicos de água e esgoto, delegando a prestação dos serviços à Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). A recomendação busca assegurar que os termos do futuro contrato de programa sigam as determinações legais.

Suspeito de matar adolescente a tiros em Jaguaquara é preso pela Civil na cidade de Itapé/Ba

/ Jaguaquara

Jonatas Brito dos Santos teria matado o menor. Foto: Polícia Civil

A Delegacia Territorial de Jaguaquara informou ter elucidado um crime de homicídio ocorrido em (14/07/18) contra um adolescente de 17 anos, Flávio Silva dos Santos, que teria sido morto a tiros enquanto transitava à noite pela Avenida Durval Campos, no bairro São João Batista [relembre aqui]. De acordo com a Polícia Civil, foram presos nesta quarta-feira (7) os suspeitos: Jonatas Brito dos Santos, o vulgo Jamanta, que teria praticado o crime, conforme a polícia, na companhia de outro menor, J.A.S. Jamanta foi localizado pela Polícia Civil do município de Itapé-BA, de onde foi transferido para o Conjunto Penal de Jequié, unidade prisional onde está preso o suposto mandante do crime, Ademilnto Mercês Alves, o Mitão, segundo informações policiais. Na ocasião, o adolescente Flávio, que era estudante do CEEP Pio XII retornava para casa, no mesmo bairro, quando foi atingido por disparo de arma de fogo deflagrados por dois indivíduos a bordo de uma moto, que fugiram após o cometimento do homicídio. Ainda de acordo com a Delegacia de Jaguaquara, o crime está relacionando ao tráfico de drogas. Não há informações sobre o paradeiro do outro menor envolvido.

Motociclista morre e carona fica gravemente ferido em acidente em Itagi; vítimas não usavam capacetes

/ Trânsito

Moto ficou destruída após colisão em árvore. Foto: Leitor via WhatsApp

Um homem de 32 anos morreu após sofrer um acidente de moto na Rodovia BA-130, no trecho do município de Itagi. Segundo a polícia, o acidente aconteceu por volta das 19h30 desta quarta-feira (7), quando o condutor da moto, Lourisvaldo Nunes dos Santos perdeu o controle e colidiu o veículo contra uma árvore às margens da estrada. Lourisvaldo era morador do povoado de Tamarindo, na área rural de Jequié. Ele foi a óbito no local do acidente e o corpo foi removido por uma equipe da Polícia Técnica e encaminhado ao Instituto Médico Legal de Jequié. O carona da moto sofreu lesões graves e foi socorrido ao Hospital Geral Prado Valadares – HGPV. A polícia informou ainda que os ocupantes não faziam uso de capacetes.

Idosa de 70 anos é atacada com seringa na cidade de Amargosa; suspeito é preso um dia depois

Uma idosa de 70 anos foi atacada com uma seringa na cidade de Amargosa, no Vale do Jiquiriçá. Conforme a Polícia Civil, o suspeito, que não teve a identidade revelada, foi preso. De acordo com a polícia, o caso aconteceu no domingo (5) e o suspeito foi encontrado na segunda-feira (6). A Polícia Civil informou que a vítima foi atacada no bairro de Santa Rita. A idosa andava pela calaçada quando um homem a empurrou contra a parede e furou o braço dela com a seringa e injetou um líquido desconhecido. O suspeito fugiu logo depois da ação e a idosa voltou para casa. Segundo a polícia, a idosa sentiu dores e inchaço no local. A vítima foi encaminhada para o Hospital Geral de Amargosa e, após ser medicada, foi à delegacia da cidade. Ainda de acordo com a Polícia Civil, o líquido utilizado no crime ainda não foi descoberto. O caso é investigado.

Senado cortou uma das fontes de recursos do Fundo Social do Pré-Sal, destinado a saúde e educação

/ Educação

O Senado cortou pela metade uma das fontes de recursos do Fundo Social do Pré-Sal, destinado a investimentos em saúde e educação. Por meio de um projeto de lei, os senadores destinaram 50% dos recursos vindos da comercialização do petróleo do pré-sal, que iriam integralmente para o Fundo Social, para outro fundo, voltado para expansão de gasodutos e para o fundo de participação de Estados e municípios. A proposta ainda precisa passar pela Câmara. O Brasduto contará com 20% dos recursos da comercialização do petróleo do pré-sal. Outros 30% serão destinados aos fundos de participação de Estados e Municípios. O fundo dos gasodutos ainda poderá contar com recursos do Orçamento. O acordo para a votação do texto, que estava em um projeto de lei sobre o pagamento de multas indenizatórias a usuários de energia prejudicados por distribuidoras, teve apoio do líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE). Na quarta-feira, 7, os senadores retiraram da proposta o item que privilegia a seleção e construção de gasodutos que já obtiveram licenciamento ambiental. Agora, o critério de escolha será definido pelo comitê gestor do Brasduto. A rede de novos gasodutos já licenciados ampliaria a rede em 6,7 mil km. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Pinheiro e Otto votam a favor de aumento para ministros do STF; Lídice foi contra

/ Brasília

Senadores baianos divergem sobre aumento. Foto: bahia.ba

Lídice da Mata (PSB) foi a única senadora, entre os três baianos, que votou contra o projeto de reajuste do salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal. A matéria foi aprovada com 41 votos a favor e 16 contra. Já os senadores Walter Pinheiro (sem partido) e Otto Alencar (PSD) votaram a favor do aumento para os magistrados que vai sair de R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil. A alteração do valor salarial começa a entrar em vigor a partir da sanção do presidente Michel Temer (MDB). O Senado aprovou ainda o projeto que reajusta em 16% o salário para o cargo de procurador-geral da República, que também vai passar a ser R$ 39,2 mil. Estima-se que o aumento do salário dos magistrados gere um rombo de R$ 4 bilhões nos cofres da União e estados, de acordo com cálculos técnicos da Câmara dos Deputados.

Presidente eleito, Jair Bolsonaro confirma que o Ministério do Trabalho vai acabar em 2019

/ Política

Jair Bolsonaro anuncia mudanças ministeriais. Foto: Reprodução

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, confirmou nesta quarta-feira que o Ministério do Trabalho, como funciona hoje, será extinto. Ele deve ser absorvido por outra pasta, mas Bolsonaro não deu mais detalhes. Uma das alternativas em estudo é separar a estrutura em três partes. ”O Ministério do Trabalho vai ser incorporado a algum ministério”, disse o presidente eleito. A área de fiscalização, que envolve direitos trabalhistas, combate ao trabalho infantil e trabalho escravo, migraria para o ministério social do novo governo. A pasta deverá abarcar o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), Direitos Humanos, Assistência Social e Família. A equipe de Bolsonaro já sinalizou que a nova pasta pode ser comandada pelo senador Magno Malta (PR-ES), que não foi reeleito. O FGTS e o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), que estão dentro da estrutura do Ministério do Trabalho, devem migrar para o superministério da Economia, que será comandado por Paulo Guedes. Já as áreas responsáveis por registros sindicais e qualificação de trabalhadores poderiam migrar para o Ministério da Educação.