Estudante que voltava do Enem morre e outro fica ferido após moto em que estavam bater em ônibus

/ Trânsito

Suzélia Carmo morreu durante acidente na BR-340. Foto: Rede social

Uma jovem de 21 anos morreu e um rapaz de 20 ficou ferido após uma batida entre a moto em que eles estavam e um ônibus de uma empresa de turismo, ocorrida na noite de domingo (4), na BR-430, trecho da cidade de Igaporã, sudoeste da Bahia. Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os dois voltavam para casa após fazerem a prova do Enem. Ainda de acordo com informações da PRE, a jovem de 21 anos, identificada como Suzélia Martins Neves Carmo, morreu no local. O piloto da moto, identificado como Romilson de Jesus Silva, foi arremessado do veículo e ficou ferido. O jovem foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Médico (Samu) e levado para o Hospital Municipal Carlos Santana, em Igaporã. Não há informações sobre o estado de saúde dele. A PRF contou que Romilson tentou fazer uma curva para entrar em uma estrada vicinal, quando colidiu com o ônibus que retornava de uma viagem em Bom Jesus da Lapa. De acordo com a PRF, o motorista do ônibus informou que tentou desviar da moto, mas não conseguiu. Ainda segundo a Polícia Rodoviária Federal, o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Guanambi foi acionado e realizou a perícia no local. O corpo de Suzélia foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), onde será periciado. Não há informações sobre o sepultamento da jovem.

Denunciado por vídeo gravado após triunfo sobre o Bota, Zé Rafael é absolvido e pode jogar o BaVi

/ Esporte

Zé Rafael está liberado para o clássico BaVi. Foto: Divulgação

Na manhã desta segunda-feira (05), o meia-atacante Zé Rafael foi julgado e absolvido na sede do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro. Ele foi denunciado por conta de um vídeo gravado após o triunfo sobre o Botafogo, pela Série A do Brasileiro, que acabou viralizando nas redes sociais. Na publicação, o atleta tricolor faz algumas provocações no vestiário e acaba xingando o volante Rodrigo Lindoso, do clube carioca. Logo após o episódio, o atleta pediu desculpas pelo ocorrido em sua conta oficial no Instagram . Diante disso, Zé foi acusado de ”Conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva” e corria o risco de pegar até seis partidas de suspensão, o que acabou não acontecendo. Com a absolvição, o camisa 10 está liberado e poderá atuar no próximo desafio do Esquadrão, que será o clássico BaVi, às 16h do próximo domingo (11), no Barradão. Com informações do Bocão News

Cantora Daniela Mercury entra com ação contra o deputado vais votado, Pastor Sargento Isidório

/ Justiça

Daniela e Isidório estão em pé de guerra. Foto: Reprodução

Daniela Mercury entrou com uma ação penal contra o deputado federal reeleito Pastor Sargento Isidório (Avante), por conta de um vídeo gravado por ele em julho deste ano após um manifesto da artista no Festival de Garanhuns, em Pernambuco. Na ocasião Daniela criticava o cancelamento de uma peça com uma atriz transexual que seria exibida no evento em que ela cantava. De acordo com o comunicado enviado à imprensa na tarde desta segunda-feira (5), Isidório teria feito ”afirmações falsas e agressões absurdas à artista”. A ação é comandada pelo criminalista Ricardo Sidi. Confira o comunicado na íntegra:

A assessoria jurídica criminal da cantora Daniela Mercury, comandada pelo criminalista Ricardo Sidi, entrou com uma ação penal contra o deputado Sargento Isidorio por conta de um vídeo gravado por ele com afirmações falsas e agressões absurdas à artista, que também é embaixadora do Unicef há 23 anos e embaixadora da ONU no mundo para causas LGBTS. O deputado fez o vídeo depois que Daniela se manifestou, no Festival de Inverno de Garanhuns (em 21/07/2018), contra a censura da peça teatral interpretada por uma atriz trans, que seria apresentada naquele festival e foi cancelada.

Daniela, durante seu show, fez um longo discurso contra a censura da arte e pela liberdade de expressão, criticando a decisão de cortar da programação a peça que teria uma atriz trans interpretando Jesus. Em nenhum momento do seu discurso, Daniela agride qualquer religião. Daniela também NÃO xinga Jesus. Daniela NÃO diz que Jesus é gay. Daniela NÃO diz que Jesus é travesti. Daniela apenas defende o direito de qualquer artista de interpretar quem quer que seja sem ser censurado, garantindo assim o cumprimento do que está na nossa Constituição. A partir do vídeo do Deputado, onde há claramente o crime de injúria, com aumento de pena por ter se utilizado de meio que facilitou a propagação da ofensa (a internet), outras centenas de milhares de fake news envolvendo Daniela surgiram e até hoje são motivo de agressão à artista nas redes sociais, com ameaças de cancelamento de shows e pedidos de explicação à produção da artista. Agora, o caso e o nosso desejo de justiça estão nas mãos da juiza Regina Maria Couto de Cerqueira e da promotora Izabel Cristina Vitória Santos.

O vídeo em questão foi postado na página de Isidório no Facebook onde ele chama a cantora de ”endemoniada” e ”escrava de Satanás”, após a ela protestar contra a decisão judicial que impediu a exibição do espetáculo teatral ”O Evangelho segundo Jesus, Rainha do Céu”, protagonizado pela atriz transexual Renata Carvalho, no Centro Cultural de Garanhuns, em Pernambuco.

Assassinado por eleitor de Bolsonaro, Moa do Katendê é homenageado na Semana da Igualdade Racial

/ Bahia

Moa foi morto após uma discussão política. Foto: Reprodução

Uma série de ações serão realizadas em Salvador em homenagem ao mestre Moa do Katendê, morto após uma discussão política no fim do primeiro turno das eleições presidenciais deste ano (lembre aqui). As ações referentes à Semana da Igualdade Racial Mestre Moa do Katendê acontecem a partir desta terça-feira (6) e vão até sexta (9), no Hotel Sol Victória Marina, em Salvador. Entre os participantes do evento, estarão membros do Conselho de Desenvolvimento da Comunidade Negra (CDCN); representantes do Fórum de Gestores Municipais de Promoção da Igualdade Racial; membros da Comissão para a Sustentabilidade dos Povos e Comunidades Tradicionais (CESPCT); Grupo Intersetorial para Quilombos (GIQ);  integrantes da Rede de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa; além de convidados dos três Poderes e de organizações  da sociedade civil. As discussões girarão em torno do debate e levantamento de proposições acerca das políticas afirmativas na Bahia. As atividades integram as atividades no Novembro Negro da Bahia. Ao longo deste mês serão realizadas atividades, caminhadas, seminários, rodas de diálogo, campanhas, além de projetos apoiados pelo edital da Década Internacional Afrodescendente, lançado pela Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi). As informações são do Bahia Notícias

Jair Bolsonaro diz ver com ”desconfiança” proposta de Previdência de Paulo Guedes

/ Política

Jair desconversa sobre reforma da Previdência. Foto: Estadão

O presidente da República eleito, Jair Bolsonaro (PSL), disse nesta segunda-feira, 5, que ainda “não está batido o martelo” sobre a reforma da Previdência com o economista Paulo Guedes, seu futuro ministro da Economia. Ele disse ver com “desconfiança” a ideia de Guedes de substituir o modelo atual por um que pressuponha uma poupança individual do trabalhador. “Não está batido o martelo, tenho desconfiança. Sou obrigado a desconfiar para buscar uma maneira de apresentar o projeto. Tenho responsabilidade no tocante a isso aí. Não briguei para chegar (na Presidência) e agora mudar tudo. Quem vai garantir que essa nova Previdência dará certo? Quem vai pagar? Hoje em dia, mal ou bem, tem o Tesouro, que tem responsabilidade. Você fazendo acertos de forma gradual, atinge o mesmo objetivo sem levar pânico à sociedade”, declarou, em entrevista à Band. “Nós temos um contrato com o aposentado, você vai mudar uma regra no meio do caminho. Não pode mudar sem levar em conta que tem um ser humano que vai ter a vida que será modifica. Às vezes um colega pensa apenas em número. Não existe recriação da CPMF. Não queremos salvar o Estado quebrando o cidadão brasileiro”, afirmou. Mais cedo, em entrevista à TV Aparecida, Bolsonaro disse que considera um “grande passo” na reforma da Previdência fixar a idade mínima neste ano para servidores públicos em 61 anos para os homens e 56 anos para as mulheres. Ele disse não acreditar na possibilidade de uma reforma que eleve a idade mínima para 65 anos para todos. “Não pode generalizar 65 anos (como idade mínima para aposentadoria). Em certas atividades, nem aos 60 é compatível. A expectativa de vida do policial militar do Rio de Janeiro está abaixo dos 60. Então, não é justo”, disse o presidente eleito, que defendeu também a “majoração” em um ano para as demais carreiras.

Mercado financeiro reduz de 4,43% para 4,40% estimativa de inflação para este ano

/ Economia

A estimativa de instituições financeiras para a inflação neste ano caiu pela segunda vez seguida. De acordo com pesquisa do Banco Central (BC), divulgada nesta segunda-feira (5), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deve ficar em 4,40%. Na semana passada, a projeção estava em 4,43%. Para 2019, a projeção da inflação permanece em 4,22%. Também não houve alteração na estimativa para 2020: 4%. Para 2021, passou de 3,95% para 3,97%. A meta de inflação, que deve ser perseguida pelo BC, é 4,5% este ano. Essa meta tem limite inferior de 3% e superior de 6%. Para 2019, a meta é 4,25% com intervalo de tolerância entre 2,75% e 5,75%. Já para 2020, a meta é 4% e 2021, 3,75%, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para os dois anos (2,5% a 5,5% e 2,25% a 5,25%, respectivamente).

Taxa básica de juros – Para alcançar a meta de inflação, o Banco Central usa como instrumento a taxa básica de juros, a Selic, atualmente em 6,5% ao ano. De acordo com o mercado financeiro, a Selic deve permanecer em 6,5% ao ano até o fim de 2018. Para 2019, a expectativa é de aumento da taxa básica, terminando o período em 8% ao ano e permanecendo nesse patamar em 2020 e 2021. Quando o Comitê de Política Monetária (Copom) aumenta a Selic, a meta é conter a demanda aquecida, e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Quando o Copom reduz a Selic, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle da inflação. A manutenção da taxa básica de juros, como prevê o mercado financeiro este ano, indica que o Copom considera as alterações anteriores suficientes para chegar à meta de inflação.

Crescimento econômico – As instituições financeiras mantiveram a estimativa para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, em 1,36%, em 2018, e em 2,50% nos próximos três anos.

Câmbio – A expectativa para a cotação do dólar passou de R$ 3,71 para R$ 3,70 no fim deste ano, e permanece em R$ 3,80 para o término de 2019.

Eleito senador, Wagner quer presidência da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado

/ Política

Wagner ambiciona presidência de Comissão. Foto: Estadão

O ex-governador da Bahia e senador eleito, Jaques Wagner (PT), ambiciona assumir a presidência da Comissão de Assuntos Econômicos, uma das mais influentes do Senado. Segundo o G1, ele, que deve se tornar a principal referência do PT no Senado a partir do próximo ano, não pretende disputar a presidência da Casa, no entanto. ”O PT quer tentar garantir protagonismo nas comissões, mas pode se juntar à frente de esquerda quando os ânimos da eleição se acalmarem”, destacou um petista da equipe de Jacques Wagner, referindo-se ao fato de que o PDT de Ciro Gomes se sentiu traído por Lula na disputa presidencial. O partido teve queda na participação no Senado, com diminuição de nove para seis no número de senadores.

”Só faltava essa”: Fernando Henrique Cardoso e Bolsonaro trocam alfinetadas no Twitter

/ Política

Bolsonaro e FHC estão em pé de guerra. Foto: Reprodução

Após ser criticado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) reagiu com uma postagem no Twitter. O capitão compartilhou uma foto em que o tucano aparece com o livro ”Prisioneiro do Estado”, de Zhao Ziyang. Em resposta, na manhã desta segunda-feira (5), FHC usou a rede social para retrucar a mensagem. Ele classifica a atitude como fruto de desinformação. ”Na foto do Twitter do presidente eleito, eu apareço lendo um livro de ex-premier da China, deposto e preso, em que critica o regime. Isso aparece como ‘prova’ de que sou comunista. Só faltava essa. Cruz credo!”, respondeu.

Defesa de Lula acusa Moro de perda de imparcialidade e pede liberdade ao Supremo

/ Justiça

Lula acusa Moro de perda de imparcialidade. Foto: Reprodução

A defesa do ex-presidente Lula pediu liberdade ao Supremo Tribunal Federal (STF). No documento, o petista acusa o juiz federal Sérgio Moro, futuro ministro da Justiça do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), de perda de imparcialidade para processá-lo. Os advogados de Lula pedem que o Supremo reconheça a suspeição de Moro para julgar o ex-presidente e decrete a nulidade de todos os atos processuais relativos ao caso triplex. A defesa requer ainda que a nulidade seja estendida ‘a todas as ações penais propostas em face de Luiz Inácio Lula da Silva que estão ou estiveram sob a condução do Juiz Federal Sérgio Fernando Moro’ – as denúncias ligadas a supostas propinas da Odebrecht, que incluiriam um terreno para abrigar o Instituto Lula, e ao sítio de Atibaia. Lula está preso desde abril em Curitiba, base da Lava Jato. O ex-presidente foi condenado em janeiro deste ano pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), a Corte de apelação da operação, a 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro no caso triplex do Guarujá. O habeas corpus de Lula foi distribuído ao ministro Edson Fachin no sábado, 2.