Itatim: Ministério Público denuncia prefeito por desvios em realização de evento esportivo

/ Bahia

Prefeito Tingão é denunciado pelo MPF

O prefeito de Itatim, no Piemonte do Paraguaçu, Gilmar Pereira Nogueira (PSD), o Tingão, foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) na Bahia. Outras duas pessoas também foram alvo da ação. A acusação se refere a desvios de mais de R$ 1 milhão em contratos para a realização do ”Circuito Brasileiro de Lutas Submission – Etapa Nordeste”. Conforme o MPF, além de superfaturamento de contratos, ocorreu dispensa de licitação para beneficiar empresas escolhidas pelo gestor. O período em que teriam ocorrido as fraudes foi entre dezembro de 2016 e junho de 2017. Os convênios eram feitos entre o município de Itatim e o Ministério dos Esportes. Através deles foi permitido contratar a Confederação Brasileira de Lutas Submission ADCC e a ELS Promoções e Realizações e Eventos. Segundo o procurador Regional da República Bruno Calabrich, as ilegalidades começaram já nos procedimentos de dispensa de licitação, realizados sem a comprovação de exclusividade na prestação dos serviços. O prefeito também teria feito o cronograma de atividades de modo a superestimar as dimensões do evento. O procurador afirma que o fato fez aumentar a quantia que seria recebida e, posteriormente, desviada em benefício das empresas representadas por José Carlos Santos e Elísio Cardoso Macambira, os outros dois denunciados. Depois, o cronograma foi alterado para diminuir a duração, o que gerou gasto menor de recursos. Ainda na denúncia, o procurador aponta que houve ”superestimativa dolosa” da quantidade de atletas que participariam do evento. Em vez de 600 atletas, participaram apenas 110. ”Isto é, o objeto do convênio não foi cumprido, tendo em vista a realização de 18,33% do evento”. O MPF pede a condenação dos envolvidos pelo crime de apropriação de bens ou rendas públicas e desvio em proveito próprio ou alheio. O MPF também requer que a Justiça fixe valor mínimo para a reparação dos danos causados à União, ao município e, indiretamente, a toda a coletividade afetada. Indica o pagamento de danos materiais no valor de R$ 1.779.230,10, conforme apurado pelo Ministério do Esporte, e de danos morais coletivos em valor não inferior a R$ 177.923,01, o equivalente a apenas um décimo do valor desviado.

Prefeito do município de Guajeru sofre grave acidente de carro Rodovia na BA-026

/ Trânsito

Prefeito Gilmar Rocha está internado. Foto: Site Achei Sudoeste

O prefeito da cidade de Guajeru, Gilmar Rocha Cangussu (PDT), o Gil Rocha, foi vítima de um grave acidente na madrugada deste sábado (29), na BA-026, no município de Malhada de Pedras, a 39 quilômetros de Brumado. De acordo com o site Achei Sudoeste, o prefeito estava dirigindo um veículo de passeio, acompanhado de sua esposa Marta Santos Lima Rocha e mais três acompanhantes, no momento do acidente. Ainda segundo a publicação, ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) prestaram os primeiros socorros às vítimas. Gilmar Rocha, sua esposa e os acompanhantes foram encaminhados para o Hospital Professor Magalhães Neto, em Brumado. A Polícia Rodoviária Estadual não soube informar as causas do acidente.

Eleições 2018: Descolados dos presidenciáveis, MDB e PSDB lideram disputa nos estados

/ Eleições 2018

As eleições deste ano têm demonstrado um descolamento das disputas para presidente da República e para governador dos estados e do Distrito Federal. Enquanto Jair Bolsonaro (PSL), Fernando Haddad (PT) e Ciro Gomes (PDT) despontam nas pesquisas nacionais de intenção de voto, nos estados a preferência recai sobre candidatos do MDB e do PSDB. Tanto o MDB como o PSDB têm oito candidatos a governador bem colocados nas pesquisas de intenção de votos do Ibope, feitas neste mês de setembro e registradas na Justiça Eleitoral. Considerando a coligação que apoia o presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB), sobe para 18 o número de postulantes aos governos estaduais que despontam nas sondagens eleitorais. Os candidatos do PSDB aparecem bem posicionados nas pesquisas em estados importantes, como São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. O MDB também está entre os dois primeiros em São Paulo, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, com chances de resolver a eleição no primeiro turno em Alagoas e no Pará. Mesmo com Bolsonaro liderando as pesquisas, somente em Roraima o candidato a governador do PSL está bem colocado nas sondagens de intenção de votos. O partido lançou candidaturas próprias a governador de 14 estados. Já o PT tem sete candidatos bem posicionados nas pesquisas de intenção de voto, inclusive com a possibilidade de vitória no primeiro turno, no Ceará, na Bahia e no Piauí. Considerando o Pros e o PCdoB, que integram a coligação de Haddad, são mais dois candidatos a governador com chances eleitorais – no Distrito Federal e no Maranhão, respectivamente. O PSB não lançou candidato a presidente da República, porém, pelas pesquisas de intenção de voto, está bem na corrida eleitoral em seis estados. No Espírito Santo, o PSB pode resolver o pleito no primeiro turno. O PDT tem concorrentes com chances eleitorais em cinco estados, um a mais do que o DEM. Da Agência Brasil

Jair Bolsonaro perde para os principais adversários no 2º turno das eleições, diz Datafolha

/ Eleições 2018

Jair lidera pesquisas, mas perde no 2º turno. Foto: Divulgação

As simulações de segundo turno da pesquisa Datafolha divulgada na noite desta sexta-feira (28) trazem más notícias para Bolsonaro. Se nas duas semanas seguintes ao ataque de Juiz de Fora ele viu seu desempenho melhorar nos embates com os principais adversários, agora ele perde para todos com uma curva desfavorável. Ciro ampliou a vantagem sobre o deputado, que batia por 45% a 39% na pesquisa anterior, derrotando-o por 48% a 38%. O pedetista segue sendo o único a vencer todos os embates nas simulações de segundo turno. Haddad saiu do empate em 41% e supera Bolsonaro por 45% a 39%, melhorando também seu desempenho contra o PSDB: empata com Alckmin em 39%, o que dificultará a ideia tucana de vender o candidato como alguém que venceria o PT com certeza no segundo turno. Questionados sobre mudança de voto, 18% dos apoiadores do tucano optariam pelo capitão.

Vice-presidente do STF, Luiz Fux suspende entrevista de Lula para o jornal Folha de São Paulo

/ Eleições 2018

Luiz Fux acata pedido do Partido Novo. Foto: Reprodução/STF

A decisão do ministro Ricardo Lewandowski que autorizava uma entrevista do ex-presidente Lula para o jornal Folha de São Paulo foi suspensa pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal de Federal (STF). O pedido foi feito pelo Partido Novo contra a decisão de Lewandowski. Fux determinou que Lula não conceda entrevistas até que o colegiado do Supremo julgue o mérito desta ação, o que não tem data para ocorrer. Para o vice-presidente do STF, a entrevista com um candidato que teve o registro indeferido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pode causar “desinformação na véspera do sufrágio, considerando a proximidade do primeiro turno das eleições presidenciais”. Ainda pela decisão do ministro, caso Lula já tenha concedido a entrevista, o jornal estaria proibido de divulgá-la. O advogado do jornal, Luís Francisco Carvalho Filho afirmou que “a decisão do ministro Fux é o mais grave ato de censura desde o regime militar”. Ele ainda disse que a proibição de entrevista e de sua publicação “é uma bofetada na democracia brasileira” e “revela uma visão mesquinha da liberdade de expressão”.

Terremotos e tsunami deixam pelo menos 384 pessoas mortas e 540 feridos na Indonésia

/ NOTÍCIAS

Pelo menos 384 pessoas morreram e 540 ficaram feridas devido a um forte terremoto de magnitude 7,5, seguido por um tsunami de ondas de três metros, na última sexta-feira, 28, na ilha de Celebes, na Indonésia. O porta-voz da Agência Nacional de Gestão de Desastres (BNPB, sigla em indonésio), Sutopo Purwo Nugroho, confirmou neste sábado, 29, o número de mortos e feridos durante uma entrevista coletiva, onde também destacou que a região afetada está incomunicável. De acordo com a agência, até o momento, 29 pessoas estão desaparecidas. O tremor fez parte de uma série de abalos na ilha de Celebes. Como consequência, um tsunami se formou na região, com ondas de até três metros. Os tremores se originaram no meio da ilha de Celebes, no centro do arquipélago, segundo anunciou o Serviço Geológico dos Estados Unidos. As autoridades locais confirmaram danos pessoais e materiais como consequência dos tremores.“As réplicas são frequentes. Algumas casas vieram abaixo”, afirmou o porta-voz da BNPB à agência Reuters. O jornal indonésio Kompass afirmou que a magnitude do tremor principal foi de 7,7 e se produziram nove sismos acima de 5 de magnitude. “O terremoto e o tsunami causaram várias mortes. Alguns relatos iniciais indicavam que as vítimas morreram no desabamento de um prédio”, afirmou Nugroho. Nugroho afirmou que o tsunami atingiu Palu, capital da Província de Sulawese, a cidade de Donggala e várias outras comunidades costeiras. Ele afirmou que várias casas foram levadas pelas ondas e famílias inteiras estavam desaparecidas. Nugroho alertou que os serviços de telecomunicação e energia na região foram interrompidos. Isso, associado à escuridão, segundo ele, dificultaram os esforços para se obter informações do local. “Todo o potencial de resgate nacional será enviado para a região e hoje pela manhã (hora local) enviaremos aviões Hércules e helicópteros para fornecer assistência às áreas afetadas pelo tsunami”. “Nossa estimativa inicial, a partir da experiência em terremotos, é de que o tremor causou danos generalizados, começando em Palu, indo pelo norte até Donggala”, disse. Mais de 600 mil pessoas vivem na região afetada. Palu tem 350 mil habitantes e fica a cerca de 80 quilômetros do epicentro do terremoto, de acordo com o chefe da divisão de terremotos e tsunamis da Indonésia, Rhamat Triyono. A Indonésia é uma área propensa a tremores porque fica localizada no chamado Anel de Fogo, um arco de vulcões e falhas geográficas na Bacia do Pacífico. Em dezembro de 2004, um terremoto de 9,1 graus na escala Richter ocorreu em Sumatra, no oeste da Indonésia, desencadeando um tsunami que matou 230 mil pessoas em dez países. De acordo com o serviço sismológico americano, o tremor de sexta-feira ocorreu às 18 horas (7 horas de Brasília). O terremoto foi sentido no extremo sul da ilha, onde se encontra a capital, Makassar. Lisa Soba Palloan, residente na localidade de Toraja, a 175 quilômetros de Palu, confirmou a violência dos abalos. “Todo mundo saiu de suas casas e gritava de medo”. A Indonésia havia declarado um alerta de tsunami após o mais forte dos terremotos, que registrou magnitude 7,5, mas o suspendeu cerca de meia hora depois. O abalo foi seguido por vários tremores, incluindo um de magnitude 6,7. A Indonésia sofreu uma série de tremores nos meses de julho e de agosto, com um saldo final a mais de 550 mortos, 400 mil deslocados e mais de 80 mil edifícios danificados. Nessa ocasião, os abalos assolaram a ilha de Lombok, situada ao sudoeste de Celebes. O terremoto mais forte registrado superou a magnitude dos mais intensos daqueles episódios. Um vídeo que circulou nas redes sociais mostrava o momento em que uma onda invade a área costeira na cidade turística de Palu, famosa pelas praias. A imprensa local não conseguiu confirmar a autoria e autenticidade do vídeo até a noite de sexta-feira, 28, mas as imagens coincidem com os arredores de um shopping center na cidade de Palu, e o funcionário de um museu na cidade confirmou ao jornal Jakarta Post que a área foi atingida antes de a telefonia falhar.