Em época de eleições, Fábio de Melo defende que é preciso ”sabedoria” para fugir dos ”bate-bocas”

/ Política

Padre diz como encara ódio nas redes sociais. Foto: Reprodução

Popular nas redes sociais, o Padre Fábio de Melo precisou aprender a lidar com o carinho dos 25 milhões de seguidores e com o ódio disseminado pelos ”haters”. O religioso confessa que foge do seu método ortodoxo: ”Rezar não adianta”. ”Os haters geralmente não têm seguidores, são perfis recém-criados. Então o melhor a fazer é neutralizar”, explicou em entrevista à Quem. Em ano de eleições, Fábio defende que é necessário ”ter sabedoria”: ”Nem sempre as pessoas estão dispostas a discutir ideias, elas estão loucas para agredir alguém. Acho que a gente não pode entrar nesse jogo […] O Brasil está muito polarizado entre nós e eles, o tempo todo fazem questão de criar essa cisão. Eu me recuso a estar nessa cisão. Continuo sendo brasileiro com capacidade de criticar os dois lados e não quero perder amizades por causa dos posicionamentos políticos”, justificou. Fábio de Melo não enxerga as redes sociais como um ”lugar à parte” e preza pela ”educação”. Para ele, não adianta ”bate-boca”, tem que ”prestar atenção”  nos possíveis candidatos. ”Para depois ter uma opinião mais lúcida e menos emocionada”.

Nasce em Fortaleza, Dom, o segundo filho do cantor Wesley Safadão com Thyane Dantas

/ Entretenimento

Cantor posta foto com o filho e Thyane Dantas. Foto: Instagram

Dom, segundo filho de Wesley Safadão e Thyane Dantas, nasceu às 20h15 desta terça-feira (18) em Fortaleza, no Ceará. Os dois já são pais de Ysis, de 4 anos. O cantor acompanhou o parto e o menino veio ao mundo com 3,8kg e 51 centímetros. O cantor, que também é pai de Yhudy, de 7 anos, do relacionamento com Mileide Mihaile, fez uma declaração emocionada. ”É com muita alegria que anunciamos a chegada do Dom em nossas vidas. Ele nasceu ontem à noite, foi um momento único e que já esperávamos com o coração cheio de amor desde quando soubemos que ele viria. Meu filho, que Deus te conserve com muita saúde, paz, bondade e os sentimentos mais nobres que podemos te transmitir! Fico muito feliz com todo carinho e mensagens positivas que familiares, amigos e fãs nos mandam nesse momento tão especial! Que Deus retorne em dobro todo o carinho e palavras recebidas!”, escreveu Safadão em publicação no Instagram. O casal curtiu muito todo o período da gravidez e Thyane fez questão de registrar os últimos momentos com o barrigão com um ensaio.

Mulheres contra Bolsonaro denunciam ameaças; Defensoria Pública dará apoio e MP investiga

/ Bahia

Mulheres recorrem a Defensoria Pública. Foto: DP-BA

Representantes do grupo Mulheres Unidas contra Bolsonaro denunciaram na tarde desta terça-feira (18) ameaças que sofrem diante da criação da página no Facebook. O grupo já reúne milhares de brasileiras nas redes sociais no país, tendo a página, inclusive, hackeada, diante da divulgação massiva na imprensa. As três mulheres representantes do grupo querem apoio da Defensoria contra as agressões. A criadora do grupo, Ludimilla Teixeira, afirma que o grupo não cometeu crime algum e segue a determinação da lei eleitoral. Disse ainda que as mulheres não podem ser silenciadas dessa forma. Além da invasão das páginas, foram hackeados e-mails, whatsapp e dispositivos pessoais, como smartphone. Segundo Ludimilla, as senhas continuam em posse de terceiros. ”Estou sem telefone, tenho que ir à operadora resgatar o meu chip, que foi localizado em São Paulo. O ataque começou através do meu aparelho”, relatou. Ela acredita que os invasores continuam em posse, inclusive, de arquivos pessoais, pois usava há muito tempo o e-mail que foi hackeado. O defensor público geral do Estado, Clériston Cavalcante de Macêdo, afirmou que a Defensoria Pública repudia esse atentado ao direito de expressão e que a livre manifestação é essencial para a democracia. A Defensoria Pública encaminhou as denúncias para o Ministério Público da Bahia (MP-BA). O grupo foi recebido pela procuradora-geral de Justiça Ediene Lousado. Também foram expedidos ofícios ao delegado-geral da Polícia Civil, Bernardino Brito Filho, para diligências quanto à denúncia feita na 12ª delegacia, e ao comandante da Polícia Militar da Bahia, coronel Anselmo Brandão, para a garantia da integridade física das organizadoras e ao secretário de segurança pública do Estado, Maurício Teles Barbosa. Através da Defensoria foi marcada também audiência nesta quarta (19), com o secretário de Estado Cézar Lisboa, da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social. A Defensoria dará o suporte necessário para o grupo a fim de resguardar a integridade física de seus membros e garantir o direito a liberdade de expressão. Com informações do site Bahia Notícias

Apesar de aumento, menos de 40% dos municípios brasileiros têm política de saneamento

/ Brasil

Entre os 5.570 municípios brasileiros, 2.126 têm política de saneamento básico, mesmo que não seja regulamentada por instrumento legal, o que equivale a 38,2% do total. Apesar do baixo percentual, o índice avançou 10 pontos percentuais desde 2011, quando 28,2% tinham uma política estruturada para a área, que engloba os serviços de abastecimento de água, esgotamento sanitário, manejo de águas pluviais e manejo de resíduos sólidos.Os dados foram divulgados hoje (19) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no suplemento Aspectos gerais da gestão da política de saneamento básico, dentro da Pesquisa de Informações Básicas Municipais (Munic) 2017. O levantamento foi feito de abril a setembro por meio de questionários às prefeituras. A pesquisa não avalia a qualidade e a efetiva prestação dos serviços. Conforme a pesquisa, 24,1% dos municípios estavam elaborando política de saneamento básico no ano passado. Quanto ao plano municipal de saneamento, que traz o detalhamento das ações, diagnóstico, objetivos e metas de universalização, o percentual passou de 10,9% em 2011 para 41,5% em 2017. A gerente da pesquisa, Vânia Pacheco, diz que o plano é o instrumento mais adequado para monitorar e avaliar a prestação do serviço. ”Com mais possibilidade de acompanhamento, de monitoramento, de regulamentação da política, de regulação dos serviços. Tudo isso permite que o município possa se avaliar mais para frente.”

Controle social

Sobre o controle social dos serviços, apenas 17,2% dos municípios, 958 do total, afirmaram ter um Conselho Municipal de Saneamento. Destes, 816 eram exclusivos da área e 142 em conjunto com outras políticas, como meio ambiente, saúde ou desenvolvimento urbano. Porém, 41,5% deles não tinham realizado nenhuma reunião nos 12 meses anteriores à pesquisa. Em 2011, 195 municípios tinham conselho para tratar do saneamento. O Fundo Municipal de Saneamento Básico, fonte de recursos exclusivos para a área, estava presente em 580 municípios, 10,4% do total. Enquanto que em 2011, eram 215, ou 3,9%.

Gestão

Em 30,2% (5.570 municípios), o saneamento básico é administrado por consórcios,16,3% informaram ter sistema de informações públicas e 31,4% tinham ouvidoria ou central de atendimento ao usuário. Para a gerente, a tendência é que os dados melhorem e mais municípios implementem as políticas de saneamento nos próximos anos. ”O movimento do governo federal institucionalizando a existência de uma política nacional e um decreto que regulamenta essa política, faz também com que esses se movimentem para isso, deixem de trabalhar fora da institucionalização e tenham instrumentos para gerir aquela política de uma forma mais organizada, mais estruturada para tratar aquela política”. Após 31 de dezembro de 2019, o plano municipal de saneamento básico será condição para o acesso a recursos da União ou geridos por órgão ou entidade da administração pública federal. A pesquisadora lembra que  o Decreto 7.217/2010, que regulamentou a Política Nacional de Saneamento Básico, previa a data-limite de 31 de dezembro de 2013. Depois, foi prorrogada para 2015,  2017 até chegar a 2019, estabelecida no Decreto 9.254, 29 de dezembro de 2017.

Vem aí o 8º CONFIT – o maior event Fitness da Bahia

/ Bahia

Unir bem-estar, esporte, qualidade de vida e conhecimentos na área de saúde. Estes são alguns dos objetivos do 8º CONFIT – Convenção realizada em Vitória da Conquista-BA. O evento, que é o maior da Bahia nesse segmento, está em sua 8º edição e acontece de 28 a 30 de setembro. Aberto a todo o público, o evento traz durante três dias vários profissionais renomados da área de saúde, como profissionais de educação física, nutricionistas, fisioterapeutas, personal trainers, administradores além de personalidades do mundo fitness que se destacam no cenário brasileiro.

A Convenção

Tem o intuito de promover conteúdos trazendo o que há de mais atual nas diversas áreas de saúde. Serão 16 cursos e minicursos teóricos e práticos com temas nas áreas de esporte, fitness, nutrição, saúde e bem-estar, fisioterapia, gestão, educação escolar e recreação, ministrados pelos profissionais mais qualificados e apresentando conteúdos inovadores e exclusivos.

Expo Fitness

A Expo Confit é uma feira de entretenimento e lazer, que traz as maiores tendências e novidades em produtos e serviços do mundo fitness e bem-estar. Quem visitar a exposição poderá adquirir produtos de qualidade a preços de custo, além de participar de diversas atividades como FESTIVAL DAS ACADEMIAS (várias aulas com atividades diversas realizadas durante todo o evento) e o CONCURSO GAROTO E GAROTA CONFIT (demonstração da beleza fitness da região), e tudo isso de graça.

Competição de CrossFit

Lançado em 2017, o WODs CONFIT GAMES chegou para ficar. A competição foi feita para quem busca viver novas experiências e superar limites. Um torneio de CrossFit em trios masculinos e femininos. Dezenas de atletas unidos pela paixão por um estilo de vida saudável e desafiador.

CONFIT RUN – Corrida de Revezamento

Se você é um apaixonado pela corrida garanta a sua vaga no Confit Run – Corrida de Revezamento. A novidade tem conquistado espaço no cenário de corridas da região, graças ao CONFIT. A corrida de revezamento tem como foco a integração e interação entre os participantes, com alto poder motivacional.

Local do evento

Realizado na Rede FTC de ensino – unidade de Vitória da Conquista (Rua Ubaldino Figueira, nº 200, bairro Recreio), o evento é dividido em espaços estratégicos para oferecer diversas oportunidades onde os frequentadores poderão unir conhecimento e entretenimento em um só lugar.

Maiores informações e programação completa:

http://www.confit.com.br/ou / Facebook: confitvca / Instagram: confit_

Mais informações:

Diego Ribeiro – (77) 9 9101-5310

Nayla Santos – (77) 9 9120-9474

”Gavião não vota em Bolsonaro”, declara presidente de torcida organizada do Corinthians

/ Política

Futebol e política sempre se misturaram e a atual corrida presidencial não está sendo diferente. Após o volante Felipe Melo, do Palmeiras, dedicar o gol marcado no empate com o Bahia no último domingo (16) ao candidato à presidência Jair Bolsonaro, foi a vez do presidente da maior torcida organizada do Corinthians, a Gaviões da Fiel, indicar seu voto. Ou melhor, pedir aos mais de 112 mil sócios que não escolham o número 17 no próximo dia 7 de outubro. O pedido não tem a ver com a rivalidade entre os dois times paulistas, mas sim com a ideologia da Gaviões. Em carta divulgada na madrugada desta quarta-feira (19) no blog do jornalista Juca Kfouri, Rodrigo Gonzalez Tapia, conhecido como Digão Vila Moraes, explicou o motivo da opção. No texto, ele lembrou a história da fundação da torcida organizada do Corinthians, no ano de 1969, durante a Ditadura Militar. ”Você sabe que no período da nossa fundação tínhamos como principal objetivo derrubar um ditador dentro do nosso clube? Você sabe que os nossos fundadores sofreram muita opressão por levantar a bandeira em favor da democracia e dos direitos do povo?”, escreveu. Digão ainda pediu que os eleitores de Bolsonaro, sócios da Gaviões, deixem a organizada, diante do conflito de ideologias. ”vocês que apoiam um cara que vai contra todas as nossas ideias e joga no lixo o nosso passado de muitas lutas, por favor, se forem seguir apoiando esse cara, repense sobre sua caminhada dentro da Torcida. Ou seja, se está no Gaviões por interesses pessoais, status, para ostentar apenas uma camisa ou se beneficiar atrás de ingresso e pagar nas redes sociais que faz parte da maior torcida do Brasil, por favor, se retirem”, afirmou na carta.