Alckmin diz que Bolsonaro não vai para o segundo turno das eleições presidenciais

/ Política

Geraldo Alckmin é pré-candidato a presidente. Foto: Reprodução

Apesar de estar na liderança de todas as pesquisas de intenção de voto nos cenários em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não está presente, o deputado Jair Bolsonaro (PSL) não deve chegar ao segundo turno, afirmou nesta terça-feira, 5, o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB). “Acho que ele (Bolsonaro) não chega no segundo turno. Vocês (jornalistas) se impressionam com pesquisa antes da hora”, afirmou o pré-candidato tucano, que participou de um encontro da Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústria de Base (Abdib). Sem entrar em detalhes sobre as razões pelas quais descarta o deputado fluminense na segunda etapa de votação, Alckmin repetiu o mantra de que a eleição só começa depois de definidos os candidatos. “Depois de acabar a Copa do Mundo e depois de umas duas semanas de (campanha na) televisão e rádio, aí você esta mais perto e a população está interessada. Aí é que começa a corrida eleitoral”, resumiu. A menos de duas semanas da Copa, Alckmin continua estagnado nas pesquisas de intenção de voto, o que causa apreensão em seus aliados. Geraldo Alckmin também teceu elogios à sua adversária nas eleições deste ano, a ex-senadora Marina Silva (Rede), dizendo que ela é uma “pessoa de convicções, mas sem radicalismos”. “Tenho grande respeito pela Marina desde a época de ministra. Pessoa idealista, correta, tem espírito público”, disse. Questionado sobre a possibilidade de uma eventual união com Marina Silva, em chapa única, Alckmin manteve o seu estilo comedido. “Não posso cometer uma indelicadeza dessa com alguém que é candidata. Mas independentemente de disputar ou não, é uma pessoa por quem tenho até apreço pessoal. Gosto do estilo da Marina”, declarou. Segundo o ex-governador, a última vez em que os dois estiveram juntos foi durante o Fórum da Liberdade, em Porto Alegre, no início de abril. Questionado sobre se acredita que a ex-senadora tem se mostrado mais disposta ao diálogo que nas eleições anteriores, Alckmin disse que achar que sim. Sobre a possibilidade de união de centro, Alckmin disse ser importante evitar uma fragmentação do centro político. “Não vai ter convergência de todos, mas se tiver um mínimo de convergência é bom para todos”.

Pesquisa DataPoder360 diz que Bolsonaro lidera todos os cenários para presidente sem Lula

/ Política

DataPoder360 coloca Bolsonaro na liderança. Foto: Divulgação

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) segue na liderança isolada na corrida pela Presidência da República, segundo pesquisa do instituto DataPoder360. Sem a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silv, nos três cenários testados Bolsonaro pontua de 21% a 25%, conforme a combinação de nomes apresentados. Ciro Gomes (PDT) se consolidou em segundo, com média de 12%. Pela primeira vez neste ano de 2018 o nome do ex-prefeito de São Paulo João Doria (PSDB) foi testado como candidato a presidente (no momento, ele é pré-candidato ao governo paulista) e teve apenas 6%. Isso o coloca em situação de empate técnico com o nome oficial da pré-candidatura tucana ao Planalto, Geraldo Alckmin, que pontua 6% ou 7%, a depender do cenário. O levantamento DataPoder360 é o maior já realizado pela divisão de pesquisas do portal Poder360. Desta vez, foram 10.500 entrevistas por meio de telefones fixos e celulares. Foram atingidas 349 cidades em todas as regiões do país, de 25 a 31 de maio. A margem de erro para o total da amostra é de 1,8 ponto percentual, para mais ou para menos. O registro do estudo no TSE é BR-09186/2018.

Ministro Eduardo Guardia afirma que o governo não estuda subsídio para a gasolina

/ Brasília

O governo não está discutindo nenhum programa de subsídio para a gasolina. A afirmação é do ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, que participou hoje (5) do seminário Diálogo Público – Financiamento de Estados e Municípios: Desafios para um Novo Pacto Federativo, organizado pelo Tribunal de Contas da União (TCU). ”Quando anunciamos a solução para o problema do diesel, fomos absolutamente claros que não há espaço fiscal para esse tipo de coisa [subsídios para reduzir o preço da gasolina] neste momento”, enfatizou Guardia. Sobre a definição de uma política de amortecimento das flutuações do preço do petróleo, Guardia disse que é preciso discutir respeitando as regras da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Segundo o ministro, a ideia é discutir a possibilidade de ter um imposto como amortecedor das flutuações do preço, ou seja, um sistema flexível de tributos que oscilaria de acordo com a variação do preço do petróleo no mercado internacional. ”Isso tem que ser discutido à luz da Lei de Responsabilidade Fiscal porque exige um imposto regulatório. A Cide [Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico] não está entre os impostos regulatórios. Então, temos um problema formal com a lei”, alertou. Guardia acrescentou ainda que o uso de um imposto regulatório também gera impacto fiscal. ”Tudo tem que ser discutido com muita calma, olhando a Petrobras, os interesses dos consumidores e as restrições impostas pela situação fiscal”, disse. O Ministério das Minas e Energia anunciou a criação de um Grupo de Trabalho composto por técnicos dos ministérios da Fazenda e de Minas e Energia (MME), além da Agência Nacional do Petróleo (ANP), para criar uma política de amortecimento dos preços dos combustíveis ao consumidor. Mas o presidente Michel Temer decidiu adiar a discussão, ainda sem data definida.

Jaguaquara: Homem de 34 anos morre durante confronto com a Polícia Militar

/ Jaguaquara

Polícia socorreu homem ao hospital público. Fotos: Blog Marcos Frahm

Um homem de 34 anos morreu durante ação da Polícia Militar de Jaguaquara, na tarde desta segunda-feira (4). Segundo nota divulgada pela 3ª Cia da PM, uma guarnição teria sido solicitada para ir ao campo da Bela Vista, no bairro Casca, onde conforme diz a nota havia comercialização de drogas e, ao chegar ao local, por volta das 17h, os policiais perceberam os suspeitos adentrando num matagal.

Ronivon Santos Barbosa morreu depois de dar entrada no HGPV

Em ato contínuo, os suspeitos teriam disparado tiros, havendo revide, sendo Ronivon Santos Barbosa alvejado e encontrado caído ao solo, portando um revólver calibre 38 com numeração suprimida, além de um cachimbo e uma pequena porção de sustância análoga a maconha. Ele foi socorrido pela PM ao hospital público de Jaguaquara e posteriormente transferido ao Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, em Jequié, onde foi a óbito horas depois de dar entrada na unidade hospitalar. Ronivon possuía passagem pela Delegacia.

Motorista fica preso as ferragens após carro bater com carreta na BR-116, entre Jaguaquara e Irajuba

/ Jaguaquara

Motorista foi salvo por equipe de resgate. Foto: Blog Marcos Frahm

O motorista de um veiculo de passeio sofreu lesões graves ao se envolver em um acidente na BR-116, nesta segunda-feira (4), no trecho entre os municípios de Jaguaquara e Irajuba. A colisão entre o carro e uma carreta ocorreu no KM 623 da rodovia e deixou o condutor preso as ferragens, sendo necessária a presença de uma equipe do 8º Grupamento do Corpo de Bombeiros de Jequié para resgatar a vítima. O homem foi encaminhado ao Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, onde permanece internado. Conforme apurou o Blog Marcos Frahm, a Polícia Rodoviária Federal ainda apura as causas do acidente.

Governo Federal adia reunião sobre preço de combustíveis, sem nova data para ocorrer

/ Economia

Marcada para esta segunda (4), a reunião do Grupo de Trabalho composto por técnicos dos ministérios da Fazenda e de Minas e Energia (MME), além da Agência Nacional do Petróleo (ANP), foi adiada e ainda não tem uma nova data para ocorrer. A iniciativa foi anunciada na sexta-feira (1º) pelo MME. Na ocasião o ministério informou, por meio de nota oficial, que a reunião buscaria criar uma “política de amortecimento dos preços dos combustíveis ao consumidor”. A suspensão da reunião foi determinada pelo presidente Michel Temer, segundo o site Agência Brasil. Temer considerou inoportuno e indelicado o governo discutir eventuais mudanças nos prazos de reajustes de preços da gasolina e demais combustíveis, no momento em que o novo presidente da Petrobras, Ivan Monteiro, mal assumiu o cargo. O presidente Temer orientou seus auxiliares a conduzir os estudos internamente e compartilhá-los mais tarde com a Petrobras, antes de anunciar publicamente qualquer intenção ou proposta. A ordem no Palácio no Planalto é que se consolidem primeiramente a redução efetiva do preço do diesel nas bombas em todo o país e, em seguida, as medidas legais para compensação do desconto de R$ 0,46 por litro, antes de se iniciar o debate sobre a gasolina e gás. Segundo o MME, a iniciativa não tocaria na política de preços da Petrobrás. Uma das possibilidades seria repassar as variações nos preços da gasolina mensalmente, em vez de acompanhar diariamente as variações do mercado. ”Essa política de proteção terá que preservar a atual prática de preços de mercado para o produtor e importador, o que é tido pela atual administração como um ponto fundamental para a atração de investimentos para o setor. Vai trazer previsibilidade e segurança ao consumidor e ao investidor”, sustentou o MME na última sexta-feira. Ainda segundo o Ministério de Minas e Energia, seria formado um Grupo de Trabalho para ouvir especialistas sobre o assunto a fim de ”ajudar a construir uma solução que permita, por um lado, a continuidade da prática de preços livres ao produtor/importador e, por outro, o amortecimento dos preços ao consumidor.”

Aatração do São João de Jaguaquara, Magníficos é excluída e Prefeitura alega crise

/ Jaguaquara

Magníficos está fora do São João de Jaguaquara. Foto: Divulgação

A Prefeitura de Jaguaquara, através de sua Assessoria de Comunicação – ASCOM divulgou nota, nesta segunda-feira ((4), alegando dificuldades financeiras para promover alteração na grade de atrações do São João, mesmo depois de ter propagado nas redes sociais a grade com as principais atrações musicais, inclusive a Banda Magníficos, que não se apresentará mais na festa pública. Na nota, a Prefeitura diz que, ”em virtude da queda de receita que assola o país, afetando diretamente a arrecadação dos impostos municipais, bem como as perspectivas negativas de receitas públicas, que nesse momento tende a se agravar com a redução de recursos federais, se fez necessário revisar toda a grade do São João e da Vila Junina, lançada dias atrás”. Com a revisão, o show de Magníficos que estava incluído na programação oficial da Praça Guilherme Silva não será apresentado e nem haverá substituição da atração, conforme o comunicado. A Prefeitura manteve as demais atrações anunciadas, para o São João 2018, que ocorrerá de 22 a 24 de junho. Targino Gondim, Silvânia e Palinha, Raneychas, Rony Barbosa, Pirilampo, além de bandas locais estão mantidos. Os festejos juninos de Jaguaquara, considerados pelo comércio local o principal evento para impulsionar as vendas deixou de ser prioridade para a Prefeitura há tempos e o município não figura mais entre os destinos mais procurados pelos baianos na época.  Os munícipes reagem a falta de investimento nos festejos, com críticas nas redes sociais. O comportamento do jaguaquarense é justificado porque a cidade já foi palco do maior São João da Bahia.

Jequié: Com cachê pago pelo Estado, Solange Almeida substitui Dorgival Dantas no São João

/ Jequié

Solange entra e Dorgival sai da grade. Foto: Reprodução

A assessoria de imprensa da Prefeitura de Jequié divulgou comunicado dando conta de que o Governo do Estado, através da Bahiatursa, informou que ”em função da logística de agenda, o cantor Dorgival Dantas não poderá se apresentar nos festejos juninos deste ano em Jequié”. O show do cantor estava incluído na grade da programação da Praça da Bandeira, sem data ainda fixada. Diante disso,uma reunião do prefeito Sérgio da Gameleira com o governador Rui Costa, com o apoio do gestor da Bahiatursa Diogo Medrado, definiu a substituição com a a cantora Solange Almeida, ex-Aviões do Forró. Diz ainda o comunicado oficial que uma atração surpresa para ser incluída dentro dos próximos dias na programação da festa que na Praça da Bandeira estará acontecendo de 22 a 24 de junho. A Vila Junina, na Praça Rui Barbosa, terá início no dia 19 prosseguindo até o dia 24, diminuindo o número de dias em relação aos últimos anos.

Centenas de aves que eram transportadas para Jequié foram resgatadas pela Polícia Rodoviária Federal

/ Política

Aves eram transportadas em um carro na BR-116. Foto: PRF

Durante fiscalização na BR 116, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) encontrou um condutor transportando mais de 220 aves. O mesmo, que estava em um veículo VW/Gol com placa de São Paulo, foi abordado pelos policiais após desobedecer a ordem de parada. O condutor foi acompanhado pelos policiais por cerca de 7Km, em Vitória da Conquista. o fato ocorreu no domingo (3). Foram encontrados dentro do veículo 15 gaiolas com 222 aves vivas e seis mortas. Entre os tipos de aves, 175 Cardeais, 12 Pixoxós e sete Pintassilgos, informa a PRF. O homem, cujo nome não foi revelado, informou que estava fazendo o transporte das aves para o município de Jequié para fazer negociações. Os animais foram encaminhados para o Instituto Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema). *Por Souza Andrade

Ex-assessor político e membro de ONG é achado morto com sinais de estrangulamento em Itabuna

/ Bahia

Antônio Muniz foi achado. Foto: Acari-Comunicação & Cidadania

O ex-assessor político e membro de uma ONG, Antônio José Pinto Muniz, foi achado morto ao lado do próprio carro na noite de domingo (3), em Itabuna, no sul da Bahia. De acordo com a Polícia Civil, a vítima, de 49 anos, foi achada com sinais de estrangulamento. Autoria e motivação do crime são investigadas. Segundo o G1, Antônio Muniz foi assessor do gabinete da Prefeitura de Itabuna, com cargo comissionado, entre junho e dezembro de 2016, segundo informações da assessoria do município. Ele também era membro da Acari-Comunicação & Cidadania, uma ONG que atua em projetos para crianças e adolescentes. Por meio de nota, a organização lamentou a morte de Muniz. Com relação ao crime, a Polícia Militar, que atendeu ao caso na noite de domingo, detalhou que populares ligaram para o Centro Integrado de Comunicação (Cicom) da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) informando que um veículo estava parado na região do anel rodoviário de Itabuna, no bairro Califórnia e que havia um homem caído próximo ao veículo. Em seguida, uma guarnição da PM foi ao local indicado pelos populares junto com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que constatou a morte de Antônio Muniz.