Petrobras anuncia terceiro aumento da gasolina apenas neste mês de fevereiro

/ Economia

A Petrobras reajustou os preços da gasolina para as distribuidoras em 0,5% e do diesel em 0,6%. O aumento vale a partir de amanhã (6). Esta foi a terceira correção neste mês. A que entrou em vigor no sábado (3) teve os mesmos percentuais, e a que passou a valer na sexta-feira (2), ficou em 0,8% para a gasolina. Na véspera, para o dia 1º, a estatal tinha anunciado reduções nos preços dos dois produtos. A queda para a gasolina ficou em 1,5% e no diesel em 1,4%. De acordo com a companhia, a política de preços para a gasolina e para o diesel vendidos nas suas refinarias às distribuidoras tem como base o preço de paridade de importação, ”que representa a alternativa de suprimento oferecido pelos nossos principais concorrentes para o mercado, na importação do produto”. Somado a isso, a empresa informa na sua página que é avaliada a margem que considera ”os riscos inerentes à atividade de importação, como volatilidade da taxa de câmbio e dos preços”. Ainda na sua página na internet, a Petrobras informa que, em busca de convergência no curto prazo com a paridade do mercado internacional, analisa a sua participação no mercado interno e avalia frequentemente se haverá manutenção, redução ou aumento nos preços praticados nas refinarias. ”Sendo assim, os ajustes nos preços podem ser realizados a qualquer momento, inclusive diariamente”, apontou.

Prazo para votar Previdência é fevereiro, e ponto final, diz o presidente da Câmara, Rodrigo Maia

/ NOTÍCIAS

”Se a gente ampliar prazo, não vota nada”. Foto: Wilson Dias

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou hoje (5) que concorda com o relator da reforma da Previdência, Arthur Maia (PPS-BA), segundo o qual a proposta precisa ser apreciada em fevereiro e que o adiamento do prazo pode acabar com a expectativa de aprovação do texto ainda neste ano. Nesta tarde, após participar de reunião com governadores, Maia defendeu a discussão de outros temas, entre eles a segurança e formas de resolver os problemas fiscais dos estados. ”Se a gente ampliar prazo, não vota nada. Então, o prazo é fevereiro, e ponto final. Eu acho que tem tempo. Todo mundo tem clareza do seu problema fiscal, todos os governadores. Os parlamentares também têm clareza da necessidade da reforma, com todas as dificuldades”, disse o presidente da Câmara, depois da sessão solene de início dos trabalhos legislativos. Segundo o presidente da Câmara, a semana posterior ao Carnaval será o período da ”solução”. Enviada pelo governo, a proposta de emenda à Constituição (PEC) está prevista para ser lida em plenário a partir do dia 19, quando o relator Arthur Maia acredita que os parlamentares já estarão esclarecidos sobre o conteúdo do texto. Mais cedo, Rodrigo Maia havia negado a intenção de retirar a proposta de pauta antes deste prazo.

Vamos construir a solução a partir do dia 19, 20. Em relação a isso, estou otimista: a gente vai conseguir uma solução. A gente vai trazer os governadores para resolver com eles a questão da Previdência dos estados”, acrescentou o parlamentar. Segundo Rodrigo Maia, na reunião, os governadores falaram sobre  a possibilidade de criação de um fundo como forma de ajudar a garantir o equilíbrio fiscal nas contas dos estados. ”A proposta é deles, a ideia é tentar pensar, nas próximas semanas, em algumas soluções para que melhore a questão fiscal dos estados e da União”, disse Maia. ”Eu respondi aos governadores que tínhamos que pensar soluções em algumas áreas que pudessem garantir temas com alguma convergência. A previdência da União e a dos estados estão dentro desses temas.” De acordo com Maia, a proposta discutida com os governadores não dependeria de alterações na Constituição, conforme prevê o texto da PEC em discussão na Câmara. As mudanças serviriam como complemento para a proposta do governo. ”Não adianta mais ficar organizando apenas soluções de curto prazo para o fluxo de caixa dos estados. Não ter mais [recursos da] repatriação [de ativos no exterior], PEC do Precatório etc. As alternativas para garantir fechamento do caixa estados e municípios estão acabando.” A ideia de criação do fundo veio a público no dia 1º, após reunião de Maia com o economista Raul Velloso na residência oficial da presidência da Câmara. Segundo Rodrigo Maia, a ideia é aglutinar o apoio dos governadores em torno de um fundo de previdência complementar para os servidores estaduais, semelhante ao que já existe para o funcionalismo federal. Regulamentado em 2013, o fundo é administrado pela Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal (Funpresp), criada durante o governo Lula (2003-2011). O objetivo do fundo é servir como uma previdência complementar. ”O fundo vai na linha de tentar construir uma solução, ainda está sendo elaborado pelos técnicos, pelo Raul Velloso, que faz consultoria para os governadores, junto com técnicos da Câmara. Tem o tema da segurança pública, algumas questões que também interessam aos governadores”, concluiu Maia. Informações da Agência Brasil

Aécio pede ao Supremo mais prazo para apresentar resposta a inquérito sobre corrupção passiva

/ Justiça

Aécio é investigado por corrupção. Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) pediu um prazo maior ao Supremo Tribunal Federal (STF) para apresentar sua resposta em inquérito que o investiga pelos supostos crimes de corrupção passiva e obstrução de Justiça, instaurado em maio de 2017, com base na delação da JBS. O pedido foi feito ao relator do inquérito na Corte, ministro Marco Aurélio de Mello. ”Aécio Neves da Cunha, por seus advogados, nos autos do Inquérito supramencionado, respeitosamente vem à presença de Vossa Excelência requerer a concessão de prazo em dobro para apresentação de Resposta, nos termos do art. 229 do CPC c.c. o art. 3º do CPP”, requer a defesa. Também são investigados no inquérito Andrea Neves da Cunha, irmã de Aécio, Frederico Pacheco de Medeiros, primo do senador, e Mendherson Souza Lima, ex-assessor parlamentar do senador Zezé Perrella (MDB-MG). De acordo com a defesa, a concessão do prazo em dobro é necessária por se tratar de um caso com quatro investigados, representados por procuradores distintos. Os advogados de Aécio ainda pedem que, se assim não for entendido pelo ministro, que seja o prazo estendido ao menos até 15 de fevereiro, quando vence o prazo para Andrea responder à Justiça. ”Tampouco há que se falar em prejuízo ao processo, considerando que a análise das Respostas será feita por Vossa Excelência na mesma oportunidade, após sua apresentação por todos os acusados”, argumenta a defesa.

Coordenador do MPF na Lava-Jato, Dallagnol recebe auxílio-moradia apesar de imóvel próprio

/ Justiça

Deltan Dallagnol recebe auxílio-moradia. Foto: Divulgação

Coordenador da força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) na Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol recebe R$ 6.659,73 de verbas indenizatórias por mês. O benefício inclui auxílios alimentação, transporte e moradia e não está sujeito ao teto constitucional. De acordo com o MPF, o procurador possui imóvel próprio em Curitiba, onde mora, mas ainda assim recebe R$ 4.377,73. A assessoria afirma também que o pagamento está ”amparado em uma liminar e em regulamentações internas que não trazem entre as vedações o fato de a pessoa possuir imóvel”. O restante do valor é composto por R$ 884 de auxílio-alimentação e R$ 1.398 para pré-escola, já que o MPF paga R$ 699 por filho de até seis anos para todos os membros e servidores. Deltan Dallagnol chegou a comprar dois apartamentos em um prédio do Minha Casa Minha Vida. A iniciativa é destinada a um público de baixa renda e contém juros mais baixos, mas o coordenador do MPF comprou os imóveis à vista, sem financiamento do programa.

Sumiço do ex-prefeito de Valença e dono das logas Guaibim sequestrado já dura 18 dias

/ Bahia

Ramiro Campelo segue desaparecido. Foto: Reprodução

Completa 18 dias nesta segunda-feira (5) o sequestro do ex-prefeito de Valença, no Baixo Sul. Até o momento, a Polícia não tem informações sobre o paradeiro do também empresário, proprietário das lojas Guaibim. Ramiro foi visto pela última vez no dia 18 de janeiro. No meio do caso surgiram boatos de que o ex-gestor teria sido preso pela Polícia Federal (PF), caso descartado pela Polícia. O fato com a PF ocorreu em 2014, quando Campelo cumpriu um mandado de coerção coercitiva durante a Operação Ramsés. À época, o político e empresário era investigado por desvios de verbas federais entre 2009 e 2010. As informações são do Bahia Notícias

Condenado pela terceira vez, ex-médico culpado de assédio pega até 125 anos de prisão

/ Justiça

Larry Nassar ao lado do advogado Matt Newburg. Foto: Scott Olson

Ex-médico da Federação de Ginástica dos Estados Unidos (USA Gymnastics), Larry Nassar foi condenado à prisão pela terceira vez nesta segunda-feira (5). Após o julgamento realizado na semana passada, na cidade de Charlotte, em Michigan, o criminoso ouviu da juíza Janice Cunningham a nova sentença: de 40 a 125 anos de prisão. Desta vez, o julgamento era referente aos abusos cometidos contra jovens ginastas na academia Twistar, localizada na cidade de Dimondale. Anteriormente, o ex-médico já havia sido sentenciado a um período de 40 a 175 anos de prisão por sete outros casos ocorridos também em Michigan e a mais 60 anos por posse de pornografia infantil. Ao anunciar a sentença nesta segunda, a juíza Cunningham afirmou que Nassar ”roubou destas garotas e mulheres um das qualidades humanas realmente mais importantes: a confiança”. ”Isto encerra o processo legal que envolve Larry Nassar. Mas entendo que não coloca ponto final no sofrimento físico e emocional que ele causou”, considerou. Na semana passada, Nassar foi confrontado por dezenas de mulheres que relataram os abusos cometidos por ele. No total, foram mais de 260 testemunhos contra o ex-médico, que admitiu ter “penetrado com as mãos” o corpo de três jovens que foram procurá-lo para relatar lesões na Twistar. Como já havia feito em seu julgamento no mês passado, Nassar pediu permissão para ler uma carta, se desculpando com as vítimas. ”As palavras pronunciadas por cada pessoa que falou, incluindo os pais, tocaram no que há de mais profundo em mim. É impossível mensurar a amplitude e a profundidade do quanto eu estou arrependido por cada uma de vocês”, disse. Após as acusações iniciais de Rachael Denhollander, primeira pessoa a tornar públicas as acusações contra Nassar, mais e mais ginastas ganharam voz contra o médico, incluindo campeãs olímpicas pelos Estados Unidos, como Simone Biles, Gabby Douglas, Aly Raisman, Jordyn Wieber e McKayla Maroney. Aos 54 anos, Nassar deverá passar o resto da vida na cadeia. Mesmo assim, Denhollander cobrou mudanças mais profundas na ginástica. ”Nós não estaríamos aqui se os adultos e as autoridades tivessem cuidado disso há 20 anos. Resolvemos o caso de um criminoso, mas não do sistema que permitiu que ele prosperasse por 20 anos”, comentou.

Jogador de 14 anos sofre mal súbito e morre em campo durante partida na Espanha

/ LUTO

O jovem Nacho Barberà, tinha 14 anos. Foto: Reprodução

Uma tragédia deixou o futebol espanhol de luto neste domingo. O jovem Nacho Barberà, de 14 anos, morreu em campo quando defendia sua equipe, a UD Alzira, em uma partida da categoria de base diante do Sport Base de Ontinyent. O jogador sofreu um mal súbito em campo, chegou a ser encaminhado a um hospital, mas não resistiu. A morte foi confirmada pelo clube e, imediatamente, gerou comoção em todo o futebol espanhol. A federação de futebol do país divulgou nota para lamentar o ocorrido. ”A Real Federação Espanhola de Futebol deseja mostrar suas condolências pelo falecimento do jovem jogador do UD Alzira neste fim de semana. Em nome de todo o futebol espanhol, deseja transmitir seus mais sentidos pêsames aos familiares e às pessoas próximas do jovem futebolista Nacho Barberà”, comunicou. Barberà era capitão da equipe B da categoria cadete do UD Alzira De acordo com o relato do clube, o jogador caiu sozinho durante o duelo. Rapidamente, os médicos trataram de desenrolar sua língua e logo notaram que seu coração havia parado de bater. ”O Samu, que chegou rapidamente, tentou reanimá-lo durante 20 minutos e o levou rapidamente ao hospital geral de Ontinyent, onde nada pode ser feito para salvar sua vida. A UD Alzira agradeceu o tratamento recebido por todos os funcionários do hospital e a companhia dos membros do Sport Base”, informou o clube.

Após novo revés no Baianão, Washington deixa comando técnico do Vitória da Conquista

/ Esporte

Treinador chegou Bode em outubro. Foto: Globoesporte.com

A passagem do técnico Washington Stecanela pelo Vitória da Conquista foi curta. O ”Coração Valente” não resistiu à sequência ruim no início do Campeonato Baiano e entregou o cargo após novo revés no torneio. Neste domingo (4), o Bode foi derrotado em casa por 2 a 1 pela equipe do Juazeirense. O treinador foi anunciado pelo time alviverde em outubro do ano passado. Washington tem 42 anos e atuou dentro das quatro linhas até 2011. Em sua carreira como jogador, teve passagens pelo Fluminense, Atlético-PR, Grêmio, Ponte Preta, Caxias, Paraná, Fenerbahçe, da Turquia, Tokyio Verdy, do Japão, e Internacional, além de vestir a camisa da Seleção Brasileira em nove oportunidades.

Com imóvel avaliado em R$ 200 mil em Brasília, Nelson Pelegrino recebe auxílio-moradia

/ Brasília

Nelson Pelegrino não recusa o auxílio-moradia. Foto: Reprodução

A posse de um apartamento avaliado em R$ 200 mil em Brasília não foi suficiente para que o deputado Nelson Pelegrino (PT-BA) recusasse o auxílio-moradia concedido pela Câmara Federal. Segundo a publicação, o baiano recebe mensalmente pouco mais de R$ 3 mil. O caso do petista, no entanto, não é único. De acordo com a Folha, outros 12 parlamentares recebem a ”ajuda” mesmo com imóveis na capital do país. Além dele, Pedro Chaves (PSC-MS), Angelo Portela (PDT-RR), Nilson Pinto (PSDB-PA), Heráclito Fortes (Sem partido – PI), José Agripino (DEM-RN), Padre João (PR-MG), Danilo Forte (Sem partido – CE), Marinha Raupp (PMDB-RO), Rubens Bueno (PPS-PR), Jair Bolsonaro (PSC-RJ), Paulo Paim (PT-RS) e Carlos Andrade (PHS-RR).

Maia quer engavetar reforma da Previdência e transferir o ônus da derrota para o Palácio

/ Brasília

Maia quer engavetar reforma da Previdência. Foto: Marcos Corrêa

Sem previsão de que o governo conseguirá os votos necessários para aprovar a reforma da Previdência, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pretende engavetar o projeto e transferir o ônus da derrota para o Palácio do Planalto. Maia não deve agendar nova data para a apreciação da proposta caso não haja apoio de 308 dos 513 deputados para aprová-la em 20 de fevereiro, para quando está prevista a votação em plenário. Seu plano é dizer que o texto ficará como ”legado” para ser votado em 2019 pelo novo presidente da República que será eleito neste ano. O deputado se irritou com as declarações de Michel Temer sobre ”ter feito sua parte” para que a reforma avançasse no Congresso, e estuda fazer um discurso duro, com críticas à articulação do Planalto, caso não haja votos suficientes para aprová-la na data prevista. A conta de Maia é a seguinte: quanto mais Temer e sua equipe tentarem transferir aos deputados a culpa por não terem dado aval ao projeto, mais agressiva deve ser sua fala quando a reforma naufragar por completo. As informações são de reportagem de Marina Dias na Folha de S.Paulo.

Gravação mostra a deputada Cristiane Brasil cobrando votos de servidores públicos

/ Política

Cristiane não conseguiu tomar posse. Foto: Agência Câmara

A deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) ainda não conseguiu tomar posse no Ministério do Trabalho por conta de ações movidas contra ela na Justiça do Trabalho. O Fantástico teve acesso ao áudio de uma reunião convocada por Cristiane, em 2014. Naquela época, ela estava licenciada da Câmara dos Vereadores para comandar a secretaria e tentava se eleger deputada federal pelo PTB, o mesmo partido do pai, Roberto Jefferson. Cerca de cinquenta servidores públicos e prestadores de serviço da pasta foram chamados para o encontro com Cristiane. Na gravação, a secretária cobra empenho da equipe para caçar votos. ”Bom dia! Aqui não é uma reunião tensa. É apenas pra gente situar vocês de coisas que não estão no dia a dia de vocês e que vocês precisam entender pra ajudar a gente. Se eu perder a eleição de deputada federal…Eu preciso de setenta mil votos. Eu fiz quase trinta (mil votos). Agora são setenta mil. No dia seguinte, eu perco a secretaria. No outro dia, vocês perdem o emprego. Só tem importância na política quem tem mandato. Só tem mandato quem tem voto. Só tem voto quem tem pessoas como vocês que estão na ponta ajudando a gente pedir e propagar o voto. Do contrário, não funciona”, disse a deputada. Segundo o Fantástico, a autenticidade do áudio foi comprovada por um perito. ”Não foi identificado nada na perícia, na análise técnica, qualquer tipo de corte ou edição nele. A voz de fato é da Cristiane Brasil”, avaliou o perito Wanderson Castilho em entrevista ao Fantástico. No áudio, Cristiane ainda dá dicas de como abordar os eleitores: ”Eu preciso de uma coisa que está na mão de vocês agora, que é a credibilidade junto ao idoso, é a amizade que eles têm com vocês. É o carinho que eles têm com vocês no dia a dia. Se cada um no âmbito familiar me trouxer 30 fidelizados…’pô, tu é minha mãe. Se tu não votar nela, eu perco o emprego’. Olha que poder de convencimento essa frase tem! Pro marido: ‘Meu querido, vai querer pagar minhas calcinhas? Então me ajude!’. Se amanhã vocês ficarem desempregados, como é que vai ser a vida de vocês? Vai ficar um pouquinho mais complicado, não é?” O Fantástico ouviu três pessoas que participaram da reunião. Elas não quiseram gravar entrevista, mas confirmaram a pressão de Cristiane por votos.

Esporte: Jequié perde invencibilidade contra o Flu de Feira, mas é favorecido pela rodada

/ Esporte

ADJ perdeu a primeira. Foto: Facilita.Digital/Emanuel Júnior

Em partida bastante equilibrada, Jequié (ADJ) e Fluminense fizeram um grande jogo, em Feira de Santana, na tarde deste domingo (4), pela quarta rodada do Baiano 2018. A derrota (a primeira na atual temporada) não tirou o Jequié do G4, mas viu o Flu, com uma partida a menos, abrir 3 pontos de vantagem. Atuando em casa, o tricolor feirense não teve vida fácil no começo, ainda assim conseguiu abrir o placar, aos 24 minutos, quando o Jequié estava melhor em campo. Os visitantes sentiram o golpe e demoraram a se acertar. No segundo tempo, porém, já com Fabiano Tanque e Luiz Henrique em campo, a ADJ foi senhora da situação. Domínio quase que total do primeiro ao último minuto da segunda etapa, tendo criado boas oportunidades de gols. Mas teve a infelicidade de sofrer (de novo) gol de bola parada. Foi aos 6 minutos, em cobrança de falta. Diferente dos 45 minutos iniciais, os atletas não se abateram. Pelo contrário, eles mantiveram o ritmo com grande força ofensiva, reforçada mais tarde com a entrada de Xandy. As mudanças feitas pelo treinador Eduardo Bahia deram certo e Peixoto, em um belo gol, diminuiu o placar. Ao fim do jogo, muitas lamentações com a arbitragem central que teria deixado de marcar um pênalti sofrido por Arnold. O lateral foi tocado dentro da área e mesmo desequilibrado finalizou, mas para fora. O árbitro deixou entender que o jogador do Jequié deu sequência a jogada. Deola, goleiro do Fluminense fez uma defesa incrível no apagar das luzes. Antes, o Flu chutou uma bola na trave. Peixoto, além de ter feito mais um gol, voltou a ter grande atuação. Foi um dos destaques da partida. Em geral, o time da ADJ inteiro jogou bem, o que, de certa forma, deixou o torcedor intrigado, porque em outras ocasiões, a equipe mesmo não tendo boa atuação conseguiu vencer, enquanto que ontem amargou a derrota. O time perdeu na hora certa, pois os demais resultados acabaram, de certa forma, favorecendo ao Jequié que permanece entre os 4 mais bem colocados no Campeonato. *Por Souza Andrade/Blog Jequié e Região

Novas regras para MEI contratar plano de saúde já estão valendo a partir desta segunda

/ Saúde

Para evitar fraudes, passaram a valer nesta segunda-feira, dia (29 ), novas regras para microempreendedores individuais (MEI) contratarem planos de saúde empresariais. Agora, o MEI deve comprovar adesão ao perfil empresarial há pelo menos seis meses no momento da aquisição do plano, de acordo com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). As exigências passam a incluir também a apresentação da inscrição no órgão competente – como junta comercial – e comprovante da Receita Federal. A comprovação de atuação como MEI também deverá ser cobrada pelas operadoras de plano de saúde no aniversário do contrato. A ANS explica que as novas regras foram pensadas para evitar fraudes, em que pessoas que não desempenham atividade empresarial realizam registro como MEI para terem acesso ao plano empresarial. Na adesão a um plano empresarial, o MEI pode estender a cobertura a um funcionário, caso tenha, e também a dependentes, desde que seja comprovado o vínculo familiar.

Após fortes chuvas, moradores do distrito Stela Dubois voltam a sofrer as consequências de sempre

/ Jaguaquara

Rua Benedito Cardoso, deteriorada, após chuvas. Foto: Divulgação

A comunidade do Distrito Stela Dubois – Entroncamento de Jaguaquara volta a sofrer as consequências de sempre em razão de chuvas. Após as chuvas de sábado (3), nos locais de costume, foi possível observar, novamente, ruas com pavimentação deteriorada, outras intransitáveis e casas danificadas. Os gritos de socorro ocorreram por quase toda a localidade, mas na Rua Benedito Cardoso, os moradores ficaram mais apreensivos com o grande volume de água transbordando na via pública, que inclusive começou a ser pavimentada pela Prefeitura em 2017, mas por conta de um problema em um canal de esgoto a obra foi emperrada após um morador levar o caso para a Justiça. Na área, a Defesa Civil do município fez vistoria neste domingo (4) e, ao ser procurada pela redação do Blog Marcos Frahm, informou o desabamento de dois imóveis, mas sem atingir moradores.  A coordenadora Adriele Andrade disse que a Prefeitura está fazendo um mapeamento das áreas mais afetadas, de maiores riscos e vulnerabilidade, catalogando tudo que está acontecendo para solucionar os problemas. Os moradores relatam situação de caos em vários pontos, sem alternativas para o escoamento das águas pluviais. No ano passado, os mesmos problemas crônicos foram revelados com as chuvas.