Mais um: Mensagens mostram pedido do deputado Jutahy Jr. ao presidente da OAS

/ Política

Jutahy Jr. se depara com denúncias. Foto: Reprodução
Jutahy Jr. se depara com denúncias. Foto: Reprodução

Além de sua proximidade com o governo federal e com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro, também recebia pedidos de doações eleitorais de integrantes da oposição. As mensagens obtidas em seus celulares pela Polícia Federal (PF) mostram solicitações de ao menos três parlamentares oposicionistas, dentre eles, o deputado federal baiano, Jutahy Jr. (PSDB). Outros pedidos partiram do senador Agripino Maia (DEM-RN), o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ). O deputado Jutahy Júnior enviou duas mensagens em 2014 abordando o tema doações, segundo a PF. A primeira é um pedido, em 29 de setembro: ”Caso seja possível gostaria da sua ajuda para Varjão [funcionário da OAS] completasse o combinado. Desde já agradeço a grande ajuda que vcs deram para minha campanha. Do amigo Jutahy”. Em 14 de setembro um funcionário de Léo Pinheiro lhe informou que naquele dia o empreiteiro falaria com Jutahy. A segunda mensagem do deputado tucano, um agradecimento, em 3 de novembro daquele ano: ”Entreguei hoje minha prestação de contas da minha campanha sem débitos. Mais uma vez obrigado pela grande ajuda de vcs. Abrç amigo do Jutahy”. Jutahy declarou à Justiça Eleitoral, em 2014, o recebimento de uma doação de R$ 30 mil da OAS.

Os comentários estão fechados.