Vereadores cobram obras da prefeitura em Jaguaquara; ”Só conhecemos obras do estado”

/ Jaguaquara

Gama e Rodrigo sobem o tom na sessão. Foto: Rede social/Câmara

Dois vereadores da bancada da minoria na Câmara de Jaguaquara, Dermeval Gama (Republicanos) e Rodrigo Dias (PSD) fizeram críticas a prefeita de Jaguaquara, Edione Agostinone (PP), durante sessão na noite desta quarta-feira (23), enfatizando que a mandatária estaria tentando tomar para si os méritos por obras que são realizadas pelo Governo do Estado no Município.

Em seu pronunciamento, Gama questionou o fato de Agostinone ter anunciado em rede social que estaria assinando ordem de serviço para requalificação de uma praça em frente à Igreja Matriz, no bairro Muritiba, cuja obra iniciada nesta semana será executada com recursos do Estado e havia sido licitada pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (CONDER). ”Autorizar uma obra da CONDER? Está lá a placa do governo do Estado. Não sou contra a obra, mas tem uma placa da CONDER e a prefeita vai lá e assina ordem de serviço. Mudou? Na minha época não era assim. Me mostrem uma obra municipal terminada pela prefeitura?” questionou o parlamentar, que foi um aliado do governo carlismo e defendeu a candidatura do ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (UB), nas eleições 2022.

O discurso de Gama foi combatido por vereadores governistas, Antonio Barbosa (PP) e Valdemor  – Bode (PL). ”Não concordo em dizer que a prefeita não está fazendo nada. Você está desinformado” bradou Bode ao rebater Dermeval após o edil  dizer que obras de pavimentação asfáltica iniciadas pelo estado estariam paralisadas no bairro Muritiba. Quando questionado sobre obras com recursos do Município, Bode citou construção de escolas e Gama retrucou: ”A escola Eraldo Tinoco é com recurso do governo federal”.

Também integrante da oposição, mas apoiador do mesmo candidato a governador aliado da prefeita, Rodrigo Dias endossou o discurso crítico de Gama  e disse que informar sobre o que é realizado com recursos próprios é uma maneira de a gestão municipal prestar contas dos gastos e fez elogios ao governador Rui Costa (PT) pela liberação de obras para Jaguaquara:

”O vereador quis dizer que aqui não tem obras com os impostos do município e todos nós sabemos que essas obras da educação são feitas com recursos que não foram gastos na época da pandemia. Uma cidade que arrecada mais de oito milhões e, aí, eu pergunto o que é que tem sido feito com esses oito milhões para que se justifique a população pagar os impostos? Pagar o IPTU? Porque aqui em Jaguaquara eu só conheço obras do Governo do Estado”.

Os comentários estão fechados.