Máscara volta a ser obrigatória na Bahia em transportes públicos, bares, igrejas, escolas e cinemas

/ Saúde

O uso de máscaras voltará a ser obrigatório em transportes públicos, como trens, metrô, ônibus, lanchas e ferry boat, e seus respectivos locais de acesso, como estações de embarque. A determinação será publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) na edição desta terça-feira (29) e entra em vigor no mesmo dia.

Os baianos ainda terão que usar a máscara em salões de beleza e centros de estética; em bares, restaurantes, lanchonetes e demais estabelecimentos similares; em templos para atos religiosos litúrgicos; em escolas e universidades; em ambientes fechados, tais como teatros, cinemas, museus, parques de exposições e espaços congêneres.

A secretária da Saúde do Estado, Adélia Pinheiro, disse que as medidas contidas no decreto visam reduzir o avanço da Covid-19 no estado. ”Essas ações, que poderão ser juntadas a outras a depender da evolução da pandemia, são importantes para que a população esteja melhor protegida e para que possamos deixar todos assistidos”, afirmou.

O decreto não vai restringir a realização de eventos de diversas modalidades, mas quem for aproveitar terá que usar a máscara e comprovar que se vacinou nos locais em que haja controle de acesso e venda de ingressos.

A necessidade da demonstração de vacinação será obrigatória também para o acesso a quaisquer prédios públicos, nos quais se situem órgãos, entidades e unidades administrativas. Os atendimentos presenciais no Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN) e no Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) ficam condicionados à comprovação da vacinação e à obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção. Com informações do site Bahia Notícias

Os comentários estão fechados.