Alckmin anuncia Marcus Cavalcanti, Juca Ferreira e Margareth Menezes para equipe de transição

/ Política

O secretário estadual da Infraestrutura na Bahia, Marcus Cavalcanti (PSD), foi anunciado, nesta segunda-feira (14), pelo vice-presidente eleito Geraldo Alckmin (PSB) como um dos integrantes do grupo de trabalho da área de Infraestrutura na equipe de transição para o novo governo Lula (PT). Para o setor cultural, o ex-ministro Juca Ferreira (PT) e a cantora Margareth Menezes, ambos baianos, também foram indicados.

Marcus Cavalcanti também integra a coordenação a equipe de transição para o futuro governo de Jerônimo Rodrigues (PT) na Bahia e está sendo cotado para seguir no secretariado na próxima gestão (saiba mais aqui).

Petista histórico, Juca Ferreira chegou a ser ministro da Cultura no segundo mandato de Lula, quando substituiu outro baiano: o cantor e compositor Gilberto Gil.

Já Margareth Menezes, cantora que se lançou para o Brasil cantando o samba-reggae ”Faraó Divindade do Egito” no final dos anos 1980, se aproximou da esquerda nos últimos anos, apoiando candidaturas petistas para diversos cargos eletivos. Em 2012, uma gravação sua da música ‘Cidadão”, de Moraes Moreira, encerrou a campanha eleitoral de Nelson Pelegrino, então filiado ao PT, para a prefeitura de Salvador.

Ainda houve a indicação do também baiano Paulo Gabriel, presidente do Conselho Estadual de Educação da Bahia e professor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), para integrar o grupo de trabalho ligado à Educação na transição.

As indicações ocorrem dias depois de setores da esquerda no Nordeste reclamarem da pouca presença de nordestinos na equipe de transição do novo governo. Na última semana, dos 44 nomes anunciados até aquele momento por Alckmin, apenas quatro eram da região saiba mais no Bahia Notícias.

 

Os comentários estão fechados.