Coletiva para anúncio de vice de ACM Neto atrasou em meio a insatisfação de Zé Ronaldo

/ Política

Zé Ronaldo teria deixado reunião enfurecido. Foto: Reprodução

A entrevista coletiva em que ACM Neto (União) anunciaria o candidato a vice-governador em sua chapa, na tarde desta quinta-feira (4), aconteceu de forma atrasada. A empresária Ana Coelho (Republicanos), sobrinha do ex-governador Nilo Coelho (UB) e presidente do Grupo Aratu, foi a escolhida (veja aqui).

O ex-prefeito de Feira de Santana, Zé Ronaldo (União), outrora favorito para ocupar o posto (saiba mais aqui), saiu enfurecido da sede do União Brasil em Salvador, segundo relatos dos presentes. Uma reunião foi convocada de última hora, com deputados federais do grupo, para aparar arestas. Apesar dos problemas, a entrevista coletiva aconteceu e Ana foi definida com vice, segundo informações do site Bahia Notícias

Nem Zé, nem Nilo! ACM confirma Ana Coelho como candidata a vice-governadora em sua chapa

/ Política

A empresária Ana Coelho é a vice da chapa. Foto: Assessoria

O pré-candidato ao governo do estado ACM Neto (União) confirmou, na tarde desta quinta-feira (4), a empresária Ana Coelho (Republicanos), presidente do Grupo Aratu, como vice em sua chapa para as eleições de 2022.

A escolha de Ana Coelho foi feita durante reuniões ocorridas nos últimos dois dias, após outros nomes despontarem como favoritos, como os deputados federais Marcelo Nilo (Republicanos) e Adolfo Viana (PSDB), além do ex-prefeito de Feira de Santana, Zé Ronaldo (União). Até esta quarta-feira (3), a empresária não aparecia no bolão de apostas sobre quem seria ocuparia a vaga de vice na chapa do ex-prefeito de Salvador.

Em pronunciamento feito à imprensa nesta tarde, ACM Neto exaltou a importância da escolha de uma mulher para vice e ressaltou a juventude da chapa formada por ele para o pleito de outubro. ”Eu sou o mais velho”, disse ele, lembrando que Ana Coelho e Cacá Leão (PP), seu candidato ao Senado, são mais jovens que ele.

”Até hoje, não tivemos nenhuma vice-governadora no estado. Portanto, a primeira vice-governadora, quebrando paradigmas”, afirmou ACM Neto.

Segundo ACM Neto, apesar da palavra final ter sido dele, a escolha de Ana Coelho como vice-governador partiu do Republicanos, através do presidente estadual do partido, o deputado federal Márcio Marinho.

”A decisão de apresentação do nome [de Ana Coelho] coube ao presidente do Republicanos, Márcio Marinho. Ele poderia ter escolhido outros caminhos, mas decidiu por esse. Ana é do Republicanos, se filiou ao partido compreendendo que poderia ter alguma oportunidade, como de fato aconteceu”, relatou ACM Neto.

Além de presidente do Grupo Aratu, Ana Coelho é esposa do deputado estadual Tiago Correia (PSDB) e sobrinha do ex-governador do estado Nilo Coelho, atual prefeito de Guanambi, no Sudoeste do estado. Nilo foi eleito como vice de Waldir Pires em 1986 e assumiu a gestão estadual após a renúncia do então governador.

A família de Ana Coelho é sócia de ACM Neto em um fundo imobiliário que possui negócios em Praia do Forte, na Região Metropolitana de Salvador; e em Trancoso, no Extremo Sul da Bahia. Recentemente, o grupo adquiriu o Palácio dos Esportes, na Praça Castro Alves (saiba mais aqui). Com informações do site Bahia Notícias

Otto Alencar teria se emocionado ao ver vídeo de Nilo desolado após ser limado por ACM

/ Política

Otto teria telefonado para Marcelo Nilo. Foto: Rede social

A saída de Marcelo Nilo (Republicanos) da disputa pela vice de ACM Neto (União) (leia mais aqui), na corrida pelo Palácio de Ondina, ganhou novos contornos no manhã desta quarta-feira (3). Segundo informações obtidas pelo Bahia Notícias, o senador Otto Alencar (PSD) teria telefonado para Nilo após o ex-aliado político ter publicado um vídeo em tom emocionado.

Interlocutores de Nilo e de Otto confirmaram o telefonema. De acordo com as informações, Otto teria se solidarizado com a situação de Nilo e chegou a chorar na ligação ao lado de sua esposa. Ainda não há definições se o senador ofereceu acolhimento político a Nilo.

A informação de que o parlamentar está fora da disputa pela vice de Neto foi confirmada pelo Bahia Notícias no final da noite desta terça-feira (2). Ao longo das últimas semanas, Marcelo Nilo afirmou reiteradamente que não trabalhava com um “plano B” para seu destino político pois estava convicto que seria o escolhido de Neto.

Após a intensa movimentação nos bastidores, Nilo usou as redes sociais no início da manhã desta quarta (3) para dizer que esse é um “momento difícil” em sua vida. Com uma trilha melancólica ao fundo do vídeo, ele afirmou que acredita em Deus e ”quem acredita em Deus sabe que bons tempos virão” (relembre aqui).

Após ser ”rifado” da vice de ACM Neto, entorno de Marcelo Nilo diz que ele pode deixar a política

/ Política

Marcelo Nilo não será o vice de ACM Neto. Foto: Rede social

Após ser rifado do processo para a escolha da vice de ACM Neto – que disputa o Governo do Estado – o deputado Marcelo Nilo (Republicanos) pode deixar a política. Segundo interlocutores do ex-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), essa é uma das hipóteses avaliadas por Nilo para seu futuro.

A confirmação de que o parlamentar está fora da disputa foi inicialmente publicada pelo site Política Livre e confirmada pelo Bahia Notícias no final da noite desta terça-feira (2) (leia mais aqui). Ao longo das últimas semanas, Marcelo Nilo afirmou reiteradamente que não trabalhava com um ”plano B” para seu destino político pois estava convicto que seria o escolhido de Neto.

Uma das alternativas para o deputado federal é disputar a reeleição pelo Republicanos, cenário que ajudaria a incrementar a bancada do partido caso ele seja eleito, com expectativa de eleger quatro parlamentares para a Câmara dos Deputados.

Após a intensa movimentação nos bastidores na noite desta terça, Nilo usou as redes sociais no início da manhã desta quarta (3) para dizer que esse é um ”momento difícil” em sua vida. Com uma trilha melancólica ao fundo do vídeo, ele afirmou que acredita em Deus e ”quem acredita em Deus sabe que bons tempos virão”. Com informações do Bahia Notícias

Pesquisa Genial/Quaest: Lula mantém vantagem e chega a agosto com 44%; Bolsonaro tem 32%

/ Política

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) aparece com 12 pontos de vantagem sobre o presidente Jair Bolsonaro (PL) em pesquisa Genial/Quaest divulgada nesta quarta-feira (3/8). O petista tem 44% das intenções de voto, ante 32% do atual chefe do Executivo.

Ambos oscilaram dentro da margem de erro – que é de 2 pontos – em relação à rodada anterior do levantamento. O ex-presidente, um ponto para baixo; o presidente, um para cima.

Ciro Gomes (PDT) segue na terceira posição e pontuou 5% nesta rodada. Simone Tebet (MDB) e André Janones (Avante) têm 2% cada; Pablo Marçal (PROS), 1%. Os outros candidatos ao Palácio do Planalto não pontuaram.

A pesquisa mostra uma melhora da percepção sobre o governo Bolsonaro, embora a avaliação negativa ainda supere a positiva.

A fatia de eleitores que considera a gestão federal ruim caiu de 47%, patamar em que esteve nos últimos dois meses, para 43%, o menor nível desde que a pesquisa começou a ser feita, em julho de 2021. A queda ocorre de forma gradual desde fevereiro, quando o índice era de 51%. Os que consideram o governo bom são 27%.

Ainda segundo o levantamento, Bolsonaro tem a maior rejeição entre os presidentes que buscaram a reeleição desde Fernando Henrique Cardoso (PSDB), em 1998. O tucano chegou ao mês de agosto daquele ano reprovado por 18%; Lula, por 22%; e Dilma, por 24%.

O levantamento foi encomendado pelo banco Genial. Foram consultados 2 mil eleitores entre os dias 28 e 31 de julho. O código de registro na Justiça Eleitoral é BR-02546/22.

Marcelo Nilo é descartado na disputa pela vice de ACM Neto e deve tentar vaga de deputado federal

/ Política

Marcelo Nilo deve tentar reeleição de deputado. Foto: Reprodução

A quase 48 horas do início da convenção do União Brasil – onde a candidatura de ACM Neto ao governo da Bahia será oficializada –, o deputado federal Marcelo Nilo (Republicanos), por muito tempo favorito na ”bolsa de apostas” para ser o candidato a vice na chapa, agora está descartado para o posto.

Nilo vinha em campanha massiva para ser escolhido como o candidato a vice na chapa de ACM Neto, mas enfrentou resistência de outros partidos aliados do ex-prefeito de Salvador e acabou ficando de fora da briga.

Por outro lado, o entorno do ex-prefeito de Feira de Santana, Zé Ronaldo (União), aponta um clima de “otimismo” para que o correligionário de Neto seja o escolhido para a vaga de vice na chapa.

Interlocutores ligados a Zé Ronaldo informaram ao Bahia Notícias que a expectativa é positiva, reflexo das últimas movimentações nos bastidores da política baiana e da intensificação das agendas do ex-prefeito de Feira ao lado de Neto pelo interior do estado.

Uma pesquisa qualitativa, contratada pelo União Brasil para auxiliar na escolha do vice de Neto, constatou que o eleitorado baiano está em busca de quadros com perfil político e com experiência em gestão pública. Por esse motivo, o nome de Zé Ronaldo tem subido na cotação desde segunda-feira (1º).

Uma fonte ligada ao ex-prefeito de Feira de Santana informou que o político estava em Salvador na noite desta terça.  Além de Zé Ronaldo, o caminho ainda está aberto para um outro nome: a vereadora de Serrinha, Edylene Ferreira (Republicanos). Essa escolha evitaria a concentração de vagas na chapa majoritária no União Brasil, o que poderia deixar partidos aliados insatisfeitos.

O deputado federal Adolfo Viana (PSDB) também disputa o posto de vice, mesmo o nome tendo perdido força nas últimas horas. A reportagem tentou contato com a vereadora Edylene e com o deputado Marcelo Nilo na noite desta terça-feira, mas ambos estavam em uma reunião fechada. O ex-prefeito Zé Ronaldo também não retornou as ligações.

Do PP de João Leão, prefeito de Coração de Maria declara apoio a Jerônimo Rodrigues

/ Política

Jerônimo e prefeito de Coração de Maria, Kley Lima. Foto: Divulgação

O prefeito Kley Lima, da cidade de Coração de Maria, declarou apoio à candidatura de Jerônimo Rodrigues (PT) ao governo do Estado na noite desta terça-feira (2). Filiado ao PP, partido de oposição ao governador Rui Costa (PT), Kley é um dos 92 gestores eleitos pelo Progressistas nas eleições municipais de 2020. De acordo com a assessoria do candidato, 90% decidiram continuar a aliança com o PT no Estado.

Em vídeo divulgado nesta terça, Kley agradeceu a Rui Costa pelos investimentos realizados em Coração de Maria e disse que estará junto com Jerônimo na campanha eleitoral. ”Uma lição que eu aprendi com meu pai é que o homem tem que ter palavra e gratidão. E eu tenho muita gratidão e tenho que ter palavra para que não restem dúvidas. Eu estou aqui hoje declarando o meu apoio a sua candidatura, então, conte comigo”, disse o prefeito de Coração de Maria para Jerônimo, que agradeceu a manifestação pública de apoio e ressaltou a alegria e a confiança no gestor.

Candidato João Roma diz que loteamento da Embasa gera serviços de má qualidade aos baianos

/ Política

João Roma (PL), candidato a governador da Bahia. Foto: Assessoria

O candidato a governador da Bahia, ex-ministro da Cidadania e deputado federal João Roma (PL) disse que a Embasa tem prestado um serviço ruim aos cidadãos baianos ”devido ao loteamento de cargos por razões meramente políticas para preencher posições em que deveriam estar técnicos capacitados”. ”A Embasa teve um importante papel, não se pode tirar todo o mérito da empresa, em especial dos seus servidores. Mas o que se vê hoje é que ela está sendo atacada justamente por uma prática política atrasada”, disse Roma ao ser questionado pelos apresentadores Neto Maravilha e Cosme Bonfim, que reproduziram a pergunta de um ouvinte durante entrevista à Rádio Rainha FM, de Senhor do Bonfim, nesta terça-feira (2).

O ouvinte disse que a prestação de serviços da estatal baiana deixa muito a desejar em Senhor do Bonfim e os apresentadores reforçaram que as reclamações ocorrem em todo o Estado. ”O que não dá para aceitar é ver uma empresa sendo loteada, que é posta a serviço de grupos de poder. Isso não está contribuindo paro o desenvolvimento da Bahia. Hoje, se um produtor precisa perfurar um poço, ele passa cinco anos sem conseguir sequer uma outorga e, com isso, ele perde financiamento, deixa de gerar emprego e a economia não gira”, comentou Roma, para quem a Embasa já poderia executar parcerias e levar desenvolvimento a outras regiões do Brasil.

Ele apontou que os resultados dessa política ”atrasada” são vistos no quotidiano dos baianos. ”Vemos as pessoas vivendo como se nós estivéssemos ainda no século passado. Senhores carregando lata d’água na cabeça. Pessoas sem abastecimento d’água. Isso precisa mudar e a forma de fazer isso é justamente oxigenando, trazendo para a planilha assuntos objetivos”, disse.

O candidato do PL a governador ainda sugeriu que o eleitor deva perguntar por que as empresas públicas federais, que estavam dando prejuízo, e segundo ele, melhoraram a imagem que tinham e são produtivas com a gestão do governo do Presidente Jair Bolsonaro. ”Nós precisamos colocar uma gestão adequada, com profissionais, e não fazer esse loteamento político em cada departamento da Embasa. Você tem que beijar a mão de um ou de outro porque sabe que está loteada. Essas práticas é que não funcionam mais nos dias de hoje”, enfatizou João Roma.

Após assassinato de jovem a caminho da escola, Cacá Leão defende endurecer leis contra o crime

/ Política

”Assusta nosso estado”, diz Cacá sobre violência. Foto: Divulgação

Nesta terça-feira (02), o pré-candidato ao Senado, deputado federal Cacá Leão (PP), reforçou que vai transformar em principal bandeira de seu mandato, caso eleito, a mudança da legislação penal para agir, segundo ele, com ”mais rigor” contra a violência ”que assusta nosso estado”. Parceiro de caminhada de ACM Neto (UB), pré-candidato a governador, Cacá afirmou que a Bahia tem perdido a guerra direta contra a violência e, atualmente, a pauta da segurança pública deve ser prioridade. Ele lamentou a morte da jovem assassinada enquanto se deslocava para a escola, na capital baiana.

”Comigo no Senado, Neto e o povo da Bahia terão um representante que vai trabalhar para endurecer a nossa legislação criminal, que vai se dedicar para ajudar o nosso governador a botar bandido na cadeia e fazer com que as pessoas sejam respeitadas. É inadmissível o que aconteceu hoje na Bahia, onde, pela manhã, uma jovem quando ia para a escola, acabou sendo assassinada”, completou, lamentando o ocorrido da manhã desta terça, em Salvador.

Cacá destacou que, de acordo com as pesquisas, o estado lidera ranking de mortes violentas no país. ”Não sou eu que digo que a Bahia, hoje, é o estado mais violento do Brasil, são os índices e as agências reguladoras que mostram. Eu acho que precisa-se ter uma mão mais forte do Estado para resolver a violência, que tem tomado conta tanto dos grandes quanto dos pequenos municípios”, disse.

Ministério Público Federal recorre contra liminar que autoriza Eduardo Cunha a ser candidato

/ Política

O Ministério Público Federal (MPF) protocolou, nesta terça-feira (2), recurso contra a liminar deferida pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), que suspendeu os efeitos quanto à inelegibilidade e à proibição de ocupar cargos públicos federais impostas ao ex-deputado federal Eduardo Cunha (PTB).

Segundo o Metrópoles, o MPF também apresentou mandado de segurança para a imediata suspensão dos efeitos da decisão (reveja aqui), que liberou o ex-presidente da Câmara de se candidatar nas eleições de outubro.

Na justificativa, o MPF apontada nulidades na ação apresentada pela defesa do ex-deputado. O mandado de segurança será julgado pela Corte Especial do TRF1, enquanto o recurso passa por análise da 5ª Turma do mesmo tribunal.

Para a procuradora regional da República Michele Rangel de B. Vollstedt Bastos, é um risco artificial, ”o ora agravado aguardou ardilosamente a proximidade do pleito eleitoral de 2022 para só então ajuizar a ação originária com o fito de afastar as penalidades que lhes foram impostas pela Resolução 18/2016”.

A representante do MPF defende ser necessário ponderar os valores presentes no caso: de um lado os supostos direitos políticos de uma pessoa contra quem foi regularmente aplicada a penalidade de perda de mandato de parlamentar e, de outro, o interesse público e social.

Ao admitir que o ex-deputado Eduardo Cunha possa concorrer às eleições deste ano, apesar de ele ter sido submetido a um ”retubante e regular processo político-disciplinar de perda de mandato parlamentar”, a decisão do TRF1 ”põe em xeque a segurança jurídica, a confiabilidade nas instituições, a paz social e a própria democracia, dentre outros valores caros ao Estado Democrático de Direito”, acrescenta a procuradora. Com informações do Bahia Notícias

Bruno desconversa sobre Nilo e diz que grupo busca nome que agrade a todos os partidos

/ Política

Bruno fala sobre chapa da oposição. Foto: Cássio Santana/bahia.ba

O prefeito Bruno Reis (União Brasil) desconversou nesta terça-feira (2) quando perguntado sobre a possibilidade de o deputado federal Marcelo Nilo (Republicanos) ser o indicado para a candidatura a vice na chapa do pré-candidato a governador ACM Neto (UB). ”Estão avançando as conversas”, disse, segundo o bahia.ba.

De acordo com o gestor, a intenção é que até sexta-feira (5), nas convenções, seja escolhido um nome que agrade a todos os partidos que apoiam o ex-prefeito de Salvador. ”Que seja o melhor nome para a gente ganhar as eleições e para governar o estado”, sintetizou Bruno, que não comentou a postagem de Marcelo Nilo, nesta terça, na qual afirma que ”hoje é um dia muito especial”.

”Essa definição (do candidato a vice) pode acontecer nas próximas horas ou pode acontecer só na convenção. As conversas estão em curso. Estamos dialogando com todos os partidos que compõem a base”, resumiu Bruno. Além de Nilo, outros três deputados federais são citados nos bastidores como possíveis postulantes a vice-governadoria: Márcio Marinho (também do Republicanos), Félix Mendonça Júnior (PDT) e Adolfo Viana (PSDB)”.

Do PSDB, Mara Gabrilli é confirmada na chapa de Simone Tebet à Presidência da República

/ Política

Escolha ocorreu após reunião das candidatas. Foto: Globo

Candidata do MDB à Presidência da República, a senadora Simone Tebet confirmou na manhã desta terça-feira (2), o nome da também senador Mara Gabrilli (PSDB) como sua vice na chapa que disputará a eleição de outubro. O anúncio foi feito em São Paulo.

A decisão foi tomada após conversas entre as candidatas e os presidentes dos três partidos da aliança: Baleia Rossi (MDB), Bruno Araújo (PSDB) e Roberto Freire (Cidadania).

”A riqueza do Brasil é a diversidade da população. E quem desdenha isso não merece ir adiante. (…) Um estado ou um país que é bom para a pessoa com deficiência, ele é maravilhoso para as pessoas normais. Sou uma pessoa que tem compromisso com a Justiça, com o combate à fome. Conte comigo e com a minha devoção para mudar o país”, disse Mara Gabrilli nesta terça (2) em São Paulo.

Após ACM Neto desistir de debate na Band, Jerônimo Rodrigues provoca: ”É preciso coragem”

/ Política

Jerônimo provoca ACM após desistência de debate. Foto: Divulgação

O candidato a governador da Bahia pelo PT, Jerônimo Rodrigues, reafirmou nesta segunda-feira (1º), sua participação no debate da TV Band Bahia, marcado para o próximo domingo (7), e criticou a desistência do adversário e postulante pelo União Brasil, ACM Neto. ”Talvez o ex-prefeito não consiga explicar no debate da TV onde aplicou os mais de meio bilhão arrecadados com o IPTU, principalmente agora que estamos mostrando que as grandes obras em Salvador foram feitas com recursos do Estado. Quem transformou Salvador foi o governo do Estado”, lembrou Jerônimo.

Para o postulante petista, a desistência do adversário pode estar também relacionada ao medo de trazer à tona uma capacidade de gestão que só existe na propaganda dele. ”Basta conversar com qualquer cidadão que depende do sistema de transporte na quarta maior capital do Brasil, considerado um dos piores sistemas do país. Além de pagar caro pelo serviço, a população sofre até hoje com as superlotações, andam em ônibus desconfortáveis, sujos e sem as manutenções adequadas para uma maior segurança. Já são quase dez anos e a precariedade do serviço, considerado essencial, só faz aumentar”, criticou Jerônimo, ao alertar sobre a fala do adversário quando diz que vai ”fazer pela Bahia, o que fez por Salvador”. ”Deus livre o povo da Bahia do aumento abusivo de impostos e de sequer ofertar preventivo às mulheres nos postos de saúde”, alertou.

O debate na TV Band Bahia, o primeiro encontro entre os candidatos ao governo baiano, será realizado no próximo domingo, dia 7 de agosto, às 21h, com transmissão simultânea pela Rádio Band News FM.

Novo coordenador, Caetano vê campanha de Jerônimo crescendo e ACM Neto murchando

/ Política

Coordenador Luiz Caetano

O novo coordenador da campanha de Jerônimo Rodrigues (PT) ao governo do estado, Luiz Caetano (PT), demonstrou otimismo com as eleições deste ano. Em entrevista ao Bahia Notícias, ele afirmou que o candidato petista tem tido sinais de crescimento durante as viagens do grupo pelo interior do estado, enquanto ACM Neto (UB), principal adversário, estaria ”murchando”.

”Em Conquista, por exemplo, foi um desastre. Em Belo Campo, foi um desastre também. Em vários outros municípios que ele tem ido, como Irecê, tem sido um desastre. Então, nós superamos. Demos inclusive um salto de qualidade na nossa campanha. Montamos a nossa chapa e eles agora estão um problema para escolher o vice”, afirmou Caetano, sobre a campanha do União Brasil.

Sem citar o nome de Marcelo Nilo (Republicanos), Caetano aproveitou para cutucar o ex-aliado. Segundo o novo coordenador da campanha petista, Nilo foi para o lado de ACM Neto esperando ser recebido de braços abertos, mas acabou sendo rejeitado.

”Uma figura lá achava que ia para o céu, acabou indo para o inferno. Está sendo desprezado pelo time lá. É assim que eles fazem lá. Eu disse a ele: não caia na conversa do diabo. Não estou dizendo que ninguém é diabo não, mas tem esse ditado: cuidado com o diabo, o tinhoso é perigoso”, disparou o coordenador. Confira aqui a entrevista completa.