Prefeito de Maracás destaca independência entre poderes durante reinauguração da Câmara Municipal

/ Política

Soya prestigiou sessão de reinauguração da Câmara. Foto: Assessoria

O prefeito de Maracás, após participar de sessão solene de abertura dos trabalhos legislativos do segundo semestre e de reinauguração do prédio-sede da Câmara Municipal, na noite desta sexta-feira (22), destacou a relação harmônica e a independência entre os poderes Executivo e Legislativo. ”No exercício do cargo de Chefe do Executivo, prezarei sempre pelo princípio da independência e harmonia entre os poderes, pelo bem de Maracás”, disse o gestor ao comentar sua participação no ato em publicação na rede social.

Soya agradeceu aos parlamentares pela receptividade, parabenizou o presidente da Casa, João Menezes, e ressaltou a importância da ampla requalificação realizada no prédio-sede da Câmara.

A sessão também foi marcada por homenagens, com entregas de títulos de cidadão. Entre os homenageados, o deputado estadual Euclides Fernandes, que apesar de não ter marcado presença no ato foi bastante elogiado pelo prefeito e vereadores pelos serviços prestados a Maracás através do seu mandato.

Rui revela que ACM Neto recusou construir creches em Salvador mesmo com terreno e verba

/ Política

Rui alfineta ACM em Feira de Santana. Foto: assessoria

O governador Rui Costa disse, durante a Caravana Mais Bahia, em Feira de Santana, na noite desta sexta-feira (22), que o pré-candidato ao governo da Bahia recusou criar creches em Salvador na época em que em ele era prefeito da cidade. Segundo Rui, em 2015 a ex-presidente do Brasil Dilma Rousseff ofereceu a construção de 14 creches e o governo cedeu o terreno, mas, segundo ele, nada foi feito.

”O Lula e a Dilma criaram um programa para oferecer creches para o brasil inteiro através do programa Brasil Carinhoso. Ofereceu seis mil creches as prefeituras do Brasil. Como em Salvador não tinha quase creche nenhuma, em 2015 eu chamei o prefeito e disse: ‘prefeito, a Dilma está lhe oferecendo 14 creches, mas eu vi que você não construiu nenhuma ainda. Por que você não constrói aí prefeito? Sabe o que ele me respondeu? ‘Governador eu não construo porque não tenho terreno” disse Rui.

Segundo o petista, para resolver a questão, ele teria cedido o terreno, ”mas ainda assim ele não fez”.

”Eu disse: prefeito, eu vou resolver seu problema então. Se a Dilma está lhe dando a construção, eu estou dando o terreno de graça. Escolha qual terreno que você quer que o Estado vai te dar. A gente desapropria e entrega de graça para a prefeitura. E eu pergunto a vocês… quantas escolas do Brasil Carinhoso foram construídas pela prefeitura de Salvador? Nenhuma”, pontuou.

O governador disse ainda que a maioria das crianças em Salvador não tem creche municipal para estudar. “Elas estudam em creches comunitárias ou em creches particulares nos bairros populares”.

 

Cacá Leão faz compromisso para ajudar na entrega do frigorífico de Itororó, caso chegue ao Senado

/ Política

Cacá Leão, pré-candidato ao Senado pelo PP. Foto: Divulgação

O pré-candidato a senador Cacá Leão (PP) firmou compromisso com Itororó, conhecida como ”terra da carne do sol”, assegurando que, se chegar ao Senado, concretizará a construção do frigorífico do município. Na noite de quinta-feira (21), partindo do seu histórico de entregas como deputado federal, disse: ”É com a segurança de quem já provou que sabe fazer que, hoje, eu posso assumir um compromisso com o povo de Itororó e de toda a região”.

”Itororó tem a carne do sol que é referência na Bahia e no Brasil, e é uma vergonha que a gente não tenha um frigorífico para fazer esse abate. Hoje, eu assumo um compromisso com estes parceiros aqui presentes e com nosso pré-candidato ao governo, ACM Neto. Lá de Brasília, eu vou conseguir os recursos para o nosso futuro governador terminar essa obra e entregar a dignidade que é um frigorífico para o município”, afirmou Cacá.

Ainda em viagem pelo Sudoeste baiano, Cacá Leão e ACM Neto (União Brasil) partem, nesta sexta-feira (22), para as cidades de Itarantim, Potiraguá e Caatiba. Até domingo a dupla percorrerá 13 cidades da região.

”Precisamos de uma mudança para valer”, diz João Roma ao confirma candidatura em convenção do PL

/ Política

João Roma confirma candidatura em convenção. Foto: Divulgação | PL

O candidato a governador da Bahia, João Roma (PL), que teve sua candidatura confirmada em Convenção do PL na manhã desta sexta-feira (22), em Salvador, disse que a Bahia precisa de uma mudança de verdade e que sua prioridade, se eleito governador, será reduzir os impostos para atrair investimentos para o estado.

”Todos observam que nós precisamos de uma mudança para valer. Não adianta uma mudança de seis por meia dúzia, queremos uma mudança efetiva nas práticas políticas da Bahia, porque a outra matriz que está aí é a política do atraso, da perseguição, do empreguismo e o que nós queremos é uma Bahia liberta, uma Bahia que caminhe de mãos dadas no Brasil”, disse Roma, durante entrevista coletiva que antecedeu os discursos dos convencionais.

Questionado pela imprensa, Roma disse que sua prioridade será baixar impostos. ”Minha prioridade será baixar impostos, pois não é possível que um estado fique perdendo competitividade. Isso faz com que os investimentos corram da Bahia”, explicou. O candidato do PL disse que tem uma ligação com o interior do estado e também com o setor produtivo.

”Não farei como esses governantes que viram as costas para toda essa Bahia grandiosa, com muitas vocações, com muitos vetores de desenvolvimento, literalmente abandonados, pois não é nem o estado nem a prefeitura que geram emprego, quem gera emprego é quem atrai investimentos e colocam uma roça para produzir, uma pequena indústria, um comércio e um serviço”, exemplificou

Euclides comemora aviso de licitação para mais duas praças pelo Estado em Jequié; ”É qualidade de vida”

/ Política

Euclides comemora aviso de licitação. Foto: Blog Marcos Frahm

O deputado estadual e pré-candidato à reeleição comemorou, nas redes sociais, em publicação feita nesta quinta-feira (21) o aviso de licitação publicado no Diário Oficial do Estado para contratação de empresa para execução de obras de requalificação de mais duas praças em Jequié, fruto de emenda parlamentar destinada ao Município pelo deputado.

As intervenções, no bairro Amaralina, no valor de R$ 22.4433.650,35 e no Mutirão São Judas Tadeu com custo de R$ 817.068,95 serão realizadas pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (CONDER).

Euclides disse que, as obras, irão beneficiar as comunidades e destacou a solicitação feita pelo vereador Marcinho e agradeceu ao governador Rui Costa pelo esforço para que o Estado atendesse a demanda: ”É qualidade de vida e desenvolvimento chegando para nossa gente”.

”Não é governo e prefeitura que geram emprego”, diz Roma ao propor condições para quem empreende

/ Política

João Roma é pré-candidato a governador. Foto: Divulgação

O pré-candidato a governador da Bahia, ex-ministro da Cidadania e deputado federal João Roma (PL) defendeu mudança na forma de fazer política na Bahia e deixou claro que o foco da gestão deve estar em ajudar quem produz e gera emprego e não em engordar as estruturas governamentais com elevação da cobrança de impostos. O ex-ministro da Cidadania aponta que, enquanto o Brasil registra as menores taxas de desemprego nos últimos 15 anos, a Bahia segue dificultando a vida de quem produz.

”Não dá para pensar que é governo e prefeitura que geram emprego. Quem gera emprego é quem está produzindo, é quem está plantando numa roça, é quem está implantando uma pequena indústria ou abrindo um estabelecimento comercial. E hoje na Bahia nós temos uma grande dificuldade porque a Bahia é o estado que mais cobra impostos no Brasil”, disse João Roma, na manhã desta quinta-feira (21), em entrevista à Rádio Baiana FM, de Riachão do Jacuípe.

João Roma reiterou que seguirá o modelo inaugurado pelo governo do presidente Jair Bolsonaro e, se eleito, vai trabalhar para transformar a forma de fazer política no Estado. ”É preciso acabar com o ‘toma lá, dá cá’, com a forma que deixa tudo muito amarrado na burocracia. Quando o cidadão quer perfurar um poço na sua propriedade, passa mais de cinco anos sem conseguir uma outorga. Isso tudo amarra o desenvolvimento do Estado. Se quer abrir uma empresa, é outra dificuldade”.

Na avaliação de Roma, o caminho para que sejam superadas as dificuldades de quem quer empreender e produzir na Bahia é “colar no presidente Bolsonaro”. “A Fiol, a duplicação de BRs, o Canal do Sertão Baiano e o Auxílio Brasil são exemplos de ações para gerar mais renda, mais emprego e mais infraestrutura em nosso estado. E, no caso de eleito, vou criar o Auxílio Bahia, que será mais R$ 200 no bolso dos que mais precisam.

O pré-candidato a governador apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) comentou que a violência é um outro fator que afasta investimentos na Bahia. ”A violência na Bahia já passou do limite do tolerável, temos um novo cangaço, pior que nos tempos de Lampião. Às vezes a pessoa quer investir na Bahia, mas a insegurança afasta esses investimentos”.

ACM Neto confessa que deve votar Lula em eventual 2º turno das eleições presidenciais, diz jornal

/ Política

As informações de Neto são do Jornal da Metrópole. Foto: Rede social

O ex-prefeito de Salvador e pré-candidato a governador da Bahia, ACM Neto (União), confessou a pessoas próximas que deve votar em Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em eventual segundo turno na corrida presidencial. As informações foram publicadas no Jornal da Metrópole.

Neto teria afirmado que não pretende apoiar o ex-presidente e que votaria no candidato do União Brasil, Luciano Bivar, durante o primeiro turno na disputa pelo Palácio do Planalto.

Porém, o ex-prefeito de Salvador estaria determinado a evitar a reeleição do atual presidente da República Jair Bolsonaro (PL) e votaria em Lula no segundo turno, caso ocorra.

Em agosto do ano passado, o pré-candidato petista afirmou que estaria ”aberto para diálogos” com o União Brasil, porém, segundo Lula, ACM Neto não teria sinalizado disposição (relembre aqui). Nota do Bahia Notícias

Apostando na vitória de Lula, Wagner diz que Bolsonaro tem estilo truculento e de ameaçar

/ Política

”Eu aposto na vitória de Lula”, diz Wagner. Foto: Reprodução

O senador Jaques Wagner foi nesta quarta-feira (20) ao Twitter e disse que aposta na vitória de Lula (PT) nas eleições de outubro e explica a confiança ao mencionar a rejeição ”ao estilo pessoal e de governar” de Jair Bolsonaro (PL), que disputará a reeleição.

”Eu aposto na vitória de Lula. Na minha opinião, a rejeição ao estilo pessoal e de governar do atual presidente é muito forte e consolidada. Ele tem um estilo truculento e de ameaçar todo mundo. As pessoas sabem que para o país progredir não pode ter conflito interno”, comentou Jaques Wagner, no Twitter.

O petista ainda afirmou que Bolsonaro não conhece o Brasil. ”Então, tenho muita convicção de que a força de Lula é, na verdade, a força do povo brasileiro que quer voltar aos tempos de emprego, renda, educação”, comentou Wagner, na rede social.

 

Prefeito do PL, partido de João Roma e Bolsonaro, anuncia apoio a ACM Neto e Cacá Leão

/ Política

Di Cardoso é gestor da cidade de João Dourado. Foto: Divulgação

O pré-candidato ao governo do estado ACM Neto (União Brasil) e o deputado federal Cacá Leão (PP), pré-candidato ao Senado, receberam nesta quarta-feira (20) a adesão de mais um prefeito visando as eleições de outubro. Di Cardoso, filiado ao PL e gestor de João Dourado, na microrregião de Irecê, anunciou o seu apoio após encontro com a dupla.

”Vim aqui a pedido do povo de João Dourado. O nosso eleitor de lá pediu o nosso apoio a Neto, então vim aqui hoje seguindo o desejo do povo de João Dourado. Foi uma prosa muito produtiva, Neto se mostrou como sempre muito seguro. A gente já o conhece bem, trata-se de um homem muito preparado, um homem que tem condições de administrar bem a Bahia”, afirmou Di Cardoso após a reunião.

PL confirma convenção com João Roma e Raíssa e anúncio do vice na sexta-feira (22) na Bahia

/ Política

Jair Bolsonaro, Raíssa Soares e João Roma. Foto: Divulgação

O PL na Bahia, partido ao qual é filiado o presidente da República Jair Bolsonaro, oficializará as pré-candidaturas de João Roma a governador e de Raíssa Soares ao Senado na próxima sexta-feira (22), quando deve também ser anunciado o vice na chapa bolsonarista, segundo nota encaminhada na tarde desta quarta-feira (20) pelo partido. São cotados o ex-prefeito de Ourolândia, Antônio Araújo (PL), a médica Leonídia Umbelina (PMB) e a ex-vereadora de Salvador, Lorena Brandão.

A convenção do partido ocorrerá na sexta-feira (22), a partir das 08:22, na Avenida Juracy Magalhães Jr., 1338 – no local onde funcionava a concessionária Toyota-Guebor, antes do Mercado do Rio Vermelho (Ceasinha). Durante o evento, além da chapa majoritária, serão homologadas 40 candidaturas a deputados estaduais e 30 a deputados estaduais. Segundo o presidente estadual do PL, Vítor Azevedo, caravanas estão sendo organizadas por convencionais no interior com destino a Salvador.

Azevedo orienta àqueles que se desloquem de carro para o local a usar o amplo estacionamento do Mercado do Rio Vermelho (Ceasinha), que fica a pouco metros de distância de onde será a Convenção do PL. ”Vamos fazer uma bela convenção para oficializar os candidatos do presidente Bolsonaro ao Governo da Bahia, Senado, Câmara Federal e Assembleia Legislativa”.

Com a abertura às 08:22, a Convenção Estadual do PL terá uma tribuna livre para pronunciamento de convencionais inscritos e, a partir das 11 horas, haverá os discursos dos candidatos da majoritária: João Roma, governador, e Dra. Raíssa Soares, senadora, e também o candidato a vice, que será apresentado no dia.

Eleições no Brasil são modelo e confiamos nas instituições, diz embaixada dos EUA

/ Política

A Embaixada dos Estados Unidos disse, nesta terça-feira (19), que as eleições brasileiras são um modelo para o mundo, e ressaltou que confia nas instituições do país.

”Como já declaramos anteriormente, as eleições no Brasil são para os brasileiros decidirem. Os Estados Unidos confiam na força das instituições democráticas brasileiras. O país tem um forte histórico de eleições livres e justas, com transparência e altos níveis de participação dos eleitores”, disse a embaixada.

”As eleições brasileiras, conduzidas e testadas ao longo do tempo pelo sistema eleitoral e instituições democráticas, servem como modelo para as nações do hemisfério e do mundo”, acrescentou.

A declaração da embaixada dos EUA foi divulgada após o presidente Jair Bolsonaro (PL reunir embaixadores e repetir mentiras e teorias da conspiração para desacreditar o sistema eleitoral brasileiro. Metro1

”Sou a única pré-candidata ao Senado que defende os CACs e o direito do cidadão de bem ao armamento”

/ Política

Raíssa Soares (PL), pré-candidata ao Senado. Foto: Reprodução

Pré-candidata ao Senado Federal pelo PL na Bahia, a ex-secretária de Saúde de Porto Seguro, Dra. Raissa Soares, utilizou as redes sociais na manhã desta terça-feira (19) para garantir o seu apoio aos Colecionadores, Atiradores Esportivos e Caçadores (CACs) caso se consagre nas urnas nas eleições deste ano.

”Sou a única pré-candidata ao Senado pela Bahia que defende abertamente os CACs e o direito do cidadão de bem de se defender”, escreveu a médica, em uma publicação feita em seu perfil no Instagram. A aliada do presidente Jair Bolsonaro (PL) na Bahia aproveitou para criticar o governador Rui Costa (PT) em relação aos números da violência no estado: “A bandidagem e a criminalidade estão em alta graças à péssima administração do governador”.

”Os números da violência não param de crescer em todo o estado. Não podemos ser reféns dos criminosos e terceirizar a nossa segurança e a segurança da nossa família”, continuou a pré-candidata.

A convenção que irá oficializar a candidatura de João Roma (PL) – mesma chapa da Dra. Raissa – será realizada nesta sexta-feira (22) na Avenida Juracy Magalhães, no bairro do Rio Vermelho, em Salvador, onde funcionava a concessionária Toyota-Guebor.

YouTube derruba live de Bolsonaro sobre urnas eletrônicas e analisa mentiras a embaixadores

/ Política

O YouTube derrubou live de Bolsonaro. Foto: Folhapress

O YouTube derrubou na segunda-feira (18) uma live de julho de 2021 em que o presidente Jair Bolsonaro (PL) faz conspirações e afirmações infundadas sobre a segurança das urnas eletrônicas.

O conteúdo da live derrubada embasou parte do que foi apresentado no evento desta segunda-feira (18) com embaixadores. A empresa também avalia se vai manter no ar a transmissão desta segunda.

Procurado, o YouTube ainda não se manifestou. Desde março, a plataforma de vídeos do Google tem uma política que garante a remoção de conteúdos que contenham alegações falsas de fraudes, erros ou problemas técnicos na eleição de 2018.

Nesta segunda, Bolsonaro fez uma apresentação a dezenas de embaixadores estrangeiros no Palácio da Alvorada para repetir teorias da conspiração sobre urnas eletrônicas, desacreditar o sistema eleitoral, promover novas ameaças golpistas e atacar ministros do STF (Supremo Tribunal Federal).

O chefe do Executivo concentrou suas críticas nos ministros Alexandre de Moraes, Edson Fachin e Luís Roberto Barroso. Fachin é o atual presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Barroso presidiu a corte eleitoral, e Moraes deve comandar o tribunal durante as eleições.

Em mais de um momento, Bolsonaro tentou desacreditar os ministros, relacionando especialmente Fachin e Barroso ao PT e ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O petista lidera as pesquisas de intenção de voto, a menos de 80 dias do pleito. Bolsonaro está em segundo lugar, com 19 pontos de diferença, segundo o Datafolha.

Na fala aos embaixadores, Bolsonaro adotou um tom manso, como se buscasse dar um verniz de seriedade a mais um punhado de ilações sem provas ou indícios ao sistema eleitoral, no momento em que aparece distante do ex-presidente Lula nas pesquisas de intenção de voto. No Brasil, nunca houve registro de fraude nas urnas eletrônicas, em uso desde 1996.

*por Paula Soprana/Folhapress

Rui nega cancelamento de convênios: ”Todos compromissos que assumi foram e serão honrados”

/ Política

Governador nega cancelamento de convênios. Foto: Reprodução

O governador Rui Costa (PT) se defendeu, em entrevista à rádio Boa FM, de Alagoinhas, na manhã desta segunda-feira (18), das acusações de que teria cancelado convênios da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Bahia (Conder) firmados com Prefeituras.

Segundo o petista, ”isso faz parte do desespero do ano eleitoral”, ao classificar o caso como fake news. ”O Brasil, desde as eleições de 2018, virou o paraíso de usar prática de grupos de WhatsApp e redes sociais para disseminar fake news e calúnias”, disse.

”Pessoas às vezes fazem juízo das outras achando que estão olhando para o espelho, ou seja, refletindo seu caráter, dignidade e sua postura. Todos, sem exceção, compromissos que assumi com os municípios foram e serão honrados”, garantiu Rui.