Zé Ronaldo admite ter se esquivado de encontro com ACM Neto para evitar ”faíscas”

/ Política

Ronaldo será coordenador de campanha de ACM. Foto: Acorda Cidade

Após ser anunciado como coordenador de campanha de ACM Neto (União) para as eleições estaduais (veja aqui), Zé Ronaldo (União) admitiu ter ficado chateado após ser preterido para o cargo de vice-governador na chapa do partido. Em coletiva de imprensa na Princesa do Sertão, o ex-prefeito de Feira de Santana também se declarou a Neto e afirmou que o candidato será um ”grande governador”.

Durante o encontro na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Zé Ronaldo contou sobre o período em que esteve enfurecido depois de ser descartado para a posição de vice candidato a governador. O agora coordenador de campanha afirmou que chegou a se esquivar de um encontro com Neto para evitar ”faíscas”.

”Uma coisa é certa, todos os dias, iremos aprender algo novo, todos os dias, teremos novos ensinamentos e na própria quinta-feira à noite, me perguntaram se eu poderia receber Neto, isso já era por volta de 21h, 22h, mas eu não estava bem e se fosse para atendê-lo, poderia até sair faísca de mim, a coisa poderia não prestar. Já na sexta-feira, entraram em contato comigo novamente, perguntando se eu poderia receber Neto, mas inventei que estava em um jantar, que não tinha condições, seria como forma de castigo, coisa de pai, e como eu sabia que ele iria viajar no final de semana, nós tivemos a oportunidade de conversar na última segunda-feira”, contou Zé Ronaldo, segundo o Acorda Cidade, parceiro do Bahia Notícias

Os comentários estão fechados.