Conquista tem maior Ideb entre os municípios baianos com mais de 100 mil habitantes

/ Educação

O município de Vitória da Conquista teve um avanço significativo no resultado do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado nesta sexta-feira (veja aqui). Depois de ter batido em 2019 as metas estabelecidas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a rede municipal repetiu o feito, desta vez registrando os maiores índices tanto nos anos iniciais (até 5º ano) como anos finais (até 9º ano) do ensino fundamental entre os 17 maiores municípios da Bahia com mais de 100 mil habitantes, incluindo Salvador.

Nos anos iniciais (1º ao 5º ano), Vitória da Conquista obteve nota de 5,6, Camaçari ficou com 5,5, Salvador 5,4 e Juazeiro 5,1, os outros 13 municípios do grupo com mais de 100 mil habitantes não conseguiram cumprir a meta do Ideb. Já nos anos finais o desempenho dos alunos da rede municipal de educação obtiveram desempenho ainda melhor: nota 5,1 para uma meta de 4,6. Camaçari ficou com nota 4,8 e Salvador com 4,7. Dos 17 maiores municípios apenas três alcançaram ou superaram a meta definida pelo Inep.

O secretário municipal de Educação, Edgard Larry, ressalta o fato de que o resultado positivo se deu mesmo com as provas de matemática e português terem sido respondidas pelos estudantes das escolas municipais em plena pandemia. ”Este resultado é um atestado incontestável do empenho e compromisso dos nossos profissionais, que mantiveram-se atentos e aplicados, e dos estudantes, que levaram muito a sério as provas. É uma vitória para ser comemorada de forma prolongada”, afirma Larry.

A prefeita Sheila Lemos parabenizou os estudantes e a equipe da Smed e reafirmou seu compromisso de continuar investindo para que Vitória da Conquista tenha uma educação municipal com maior qualidade. ”Fico muito feliz por ver o resultado do empenho da secretaria e dos profissionais da educação. O resultado do Ideb saiu no mesmo dia em que eu pude anunciar o atendimento de reivindicações importantes dos professores, como a recomposição do interstício salarial. O governo reafirma o compromisso de valorização dos profissionais e de continuar a investir para darmos uma educação com cada vez mais qualidade aos nossos estudantes”, afirmou Sheila. Com informações do site Bahia Notícias

Deixar uma Resposta