Triste ver o STF decidir jurisprudência ao gosto do freguês, diz Joice Hasselmann em Salvador

/ Política

Joice participa de lançamento de pré-candidatura. Foto: Vagner Souza

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP), ex-líder do governo Bolsonaro na Câmara Federal está em Salvador, neste sábado (9), para participar do Congresso Nacional do Avante. A parlamentar comentou sobre a soltura do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, que deixou a carceragem da Polícia Federal em Curitiba, nesta sexta-feira (8).

”É uma tristeza para o Brasil porque a gente tem visto que o STF tem decidido sua jurisprudência de acordo com o freguês. Tínhamos até 2009 uma jurisprudência que se condenado em segunda instancia era prisão. De 2009 até 2016 mudou de novo. Em 2016 muda de novo e agora muda de novo? Em nenhum país sério, a Constituição fica sendo interpretada ao gosto do freguês. É muito triste porque isso mostra que nossa Constituição é fraca ou se faz fraca pela mão do Supremo”, disse.

Para Joice, caberá ao Congresso Nacional decidir, através de uma Proposta de Emenda à Constituição, a prisão de condenados em segunda instância. ”Agora cabe a nós do congresso nacional decidirmos, uma vez por todas, se vale ou não vale. E vamos ver quem tem maioria. A gente não tem que dar trela para polarização. É o que lula quer e o é que radicais da direita querem. Eu sou de direita assumidamente, mas não sou xiita. Estar aqui hoje é a prova disso”, completou. As informações são do BNews

Os comentários estão fechados.