Sem Lula no páreo, Rui Costa defende candidato de outro partido e Jaques Wagner vice

/ Política

Rui defende que candidato seja da base aliada. Foto: Manu Dias

O governador Rui Costa voltou a defender que o PT tenha um candidato de um partido da base aliada na corrida ao Palácio do Planalto nas eleições de outubro, caso o ex-presidente Lula seja impedido de participar do pleito. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o petista foi além, durante a participação no fórum sobre mobilidade da Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos; bancou a tese de uma ala da legenda que acredita ser o ex-ministro Jaques Wagner o nome ideal para a vice de Josué Alencar (PR) para a Presidência da República. ”A gente precisa dar um sinal também de que a prioridade é reconstruir Brasil. A melhor pessoa é o Lula, se ele não pode, acho que não necessariamente tem que estar filiado ao PT”. Quanto à aliança com Ciro Gomes (PDT), o petista destacou que a aproximação do ex-ministro com os partidos do Centrão comprometeu a relação e provocou um afastamento entre os interesses.

Os comentários estão fechados.