Secretário de Saúde de Ibirataia deixa cargo por não concordar com retorno de comércio

O agora ex-secretário de Saúde, Alex Calheira. Foto: Reprodução

O secretário de Saúde de Ibirataia, no Médio Rio de Contas, Alex Calheira, pediu exoneração do cargo por não concordar com as manifestações de pedido de reabertura do comércio local feitas por políticos, comerciantes e líderes religiosos. O ex-gestor municipal lamentou que a cobrança ocorre no momento em que os casos de novo Coronavírus crescem no município e que, portanto, seria arriscado adotar medidas de relaxamento no combate à Covid-19.

”Sempre nos posicionamos em defesa do cumprimento das normas sanitárias que visam a desaceleração da nossa curva de contaminação do novo Coronavírus. Porém, levando em consideração os acontecimentos da semana, quando lideranças políticas e alguns comerciantes formais, informais e alguns religiosos promoveram uma manifestação (na segunda, 1º), pedindo a reabertura do comércio. Posso até entender, porém, na condição de secretário municipal de Saúde e maior autoridade sanitária me vejo na condição de me afastar da função, por não concordar com atitudes como essas”, diz o trecho da nota oficial emitida por Alex Calheira.

O comércio de Ibirataia reabriu na quarta-feira (3), na modalidade de revezamento. O boletim da Vigilância Epidemiológica local aponta 24 registros confirmados. Com informações do A Tarde

Os comentários estão fechados.