Secretaria de Direitos Humanos diz que acompanha apuração da morte de transexual em Jequié

/ Jequié

Corpo da transexual foi encontrado em matagal. Foto: Blog Marcos Frahm

Ainda repercute em Jequié a morte da transexual Paula Santos, 27 anos, que já estava desaparecida, cujo corpo foi encontrado no último dia (07/11). A vítima foi encontrada nas imediações do anel viário de Jequié. O corpo da jovem já estava em estado de decomposição e continha marcas de requintes de crueldade: dentro de um saco, mãos e pés amarrados com fios elétricos.

O caso já está sendo investigado pela Polícia Civil. Nesta terça-feira (12), representantes da comunidade LGBT foram à Câmara de Vereadores e entregaram oficio para usar a Tribuna Livre Casa, para debater a transfobia. A participação foi agendada para a 1ª quarta-feira do mês de dezembro. Também foi protocolado documento pedindo apoio dos vereadores para eleboração de um projeto de Lei para trabalhar as políticas públicas LGBT no município.

Secretaria do Estado diz que acompanha o caso

Por meio de nota enviada à imprensa, a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS), lamentou o ocorrido e afirmou já estar acompanhando o caso junto ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

”Mais uma vez, reafirmamos o compromisso do Governo do Estado com a promoção da igualdade, do respeito e da cultura de tolerância. Estes fatos devem ser investigados e punidos de maneira exemplar. Preocupa o aumento expressivo da violência contra a população LGBT motivadas pelo discurso de ódio, que teve um crescimento exponencial no último ano”, disse.

Os comentários estão fechados.