Roma chama ACM de ”murista”, rebate fake news e reafirma pré-candidatura a governador

/ Política

Roma chamou ACM Neto de “murista”.  Foto: Felipe Iruatã/A TARDE

O pré-candidato a governador da Bahia, ex-ministro da Cidadania e deputado federal, João Roma (PL), rebateu a especulação, plantada por adversários, de que, com o crescimento da popularidade de Jair Bolsonaro (PL) entre os baianos nas pesquisas, haveria uma composição para ele ser vice na chapa do ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (União Brasil).

”Toda vez que uma candidatura começa a crescer e incomodar, os adversários espalham mentiras, fake news. E agora não é diferente. Então deixo aqui bem claro: a minha candidatura a governador da Bahia é pra valer. Não trabalho com outro cenário. Tenho andado por todo estado e percebido um desejo por mudança muito grande”, afirmou João Roma.

O pré-candidato disse ainda que nunca fugiu dos desafios que a vida lhe traz e não será diferente na eleição ao Governo da Bahia, o maior da sua vida pública. ”Quem corre de campanha não sou eu.  Precisamos de uma grande mudança no estado e minha pré-candidatura é a única capaz de realizá-la”.

Roma disse que tem lado e está com o presidente Bolsonaro, com quem, disse ele, esteve junto na ajuda a duas milhões de famílias baianas com a criação do Auxílio Brasil, no período em que foi ministro da Cidadania. ”Ninguém se engane. Outro dia, nas minhas andanças pelo interior, uma senhora expressou a sabedoria popular sobre o cenário das eleições baianas: ‘João Roma é bolsonarista. Jerônimo é lulista. E ACM Neto é murista”, alfinetou o pré-candidato a governador do PL. Com informações do A Tarde

Deixar uma Resposta