Reforma no Estádio Waldomirão não começa e Jequié não jogará primeiros jogos em casa

/ Jequié

Estádio Waldomirão aguarda obras. Foto: Blog Marcos Frahm

No início desta semana, foi comentado no programa Bom Dia Jequié (Jequié FM 89,7) que a ADJ corre risco de mandar seu primeiro jogo em Salvador, porque a reforma do Estádio Waldomiro Borges, prometida pelo governador Rui Costa, não deve ficar pronta no prazo estabelecido pela Federação Bahiana de futebol, entidade máxima do futebol do estado. Também foi destacado que a lentidão do governo (as obras sequer começaram) poderia prejudicar o Jequié em um momento crucial do time, que inicia em janeiro de 2018 uma nova e importante etapa de sua história. Pois bem. O que era apenas uma desconfiança se confirmou como uma triste realidade. Em entrevista concedida ao radialista Toni Silva (Rádio Sociedade de Salvador) levada ao ar na Povo de Jequié e reproduzida no Blog Charles Meira, nesta quarta-feira (17), o governador falou o seguinte sobre o assunto: ”No dia 15 de dezembro nós não teremos condições ainda de entregar a reforma, porque nós íamos fazer por convênio com o município, mas por conta da burocracia, nós para acelerarmos, andar mais rápido, nós resolvemos fazer diretamente”. E acrescentou: ”Vamos acelerar a reforma para que ele possa, ano que vem, se não na primeira ou segunda partida, mas nas primeiras partidas, poder jogar em Jequié, tanto é que nós vamos apenas fazer uma melhoria no gramado, o gramado ficará para depois do Campeonato Baiano”. O time que não tiver estádio aprovado pela FBF no prazo estabelecido terá de mandar seus jogos em Salvador, provavelmente no estádio Pituaçu. *Por Souza Andrade

Os comentários estão fechados.