Quase 50% das pessoas que usam plano precisaram ajustar orçamento para não perde-lo

/ Saúde

A Associação Nacional das Administradores de Benefícios (Anab) aponta que 47% dos entrevistados tiveram que ajustar o orçamento em 2021 para não perder o plano de saúde. Entre os que não têm plano de saúde, 83% consideraram que ele é necessário, e o mesmo percentual têm medo de perder o benefício.

Dos entrevistados que são usuários exclusivos do Sistema Único de Saúde (SUS), 68% precisaram de algum tipo de atendimento médico em 2021, mas relataram dificuldade no acesso.

O presidente da associação e idealizador do estudo, Alessandro Acayaba de Toledo, a portabilidade é uma das saídas para quem precisa reduzir o custo com o plano de saúde, mas sem perdê-lo. ”É direito do beneficiário. O interesse pela portabilidade aumentou 12,5% de acordo com a ANS [Agência Nacional de Saúde]. Em alguns casos, foi possível reduzir em 40% os custos com a saúde”, ressaltou Toledo à Agência.

A pesquisa da Anab foi feita no último mês de abril com 1.012 pessoas, de 16 anos ou mais, responsáveis pelas principais decisões do domicílio.

Os comentários estão fechados.