PT valia a sucessão na Bahia; decisão só em novembro

/ NOTÍCIAS

Rui Costa e Sérgio Gabrielli estão entre os nomes mais cotados

Em decisão tomada recentemente durante reunião do diretório estadual, o PT definiu que um grupo de trabalho formado por dois integrantes da executiva estadual, um deputado federal, um deputado estadual e um secretário – todos petistas – deverá definir parâmetros para a escolha do candidato do partido à sucessão do governador Jaques Wagner. Informações de integrantes da sigla asseguram que não há mudanças no quadro e que, por enquanto, os quatro nomes citados como postulantes, Rui Costa, José Sérgio Gabrielli, Walter Pinheiro e Luiz Caetano, continuam na disputa. A expectativa é que definição saia em novembro. “O debate está morno, da forma como o governador Jaques Wagner quer. Ele prefere dessa forma, pois ainda não é o momento de apresentarmos o nome do partido para a disputa”, afirmou um membro da executiva estadual da legenda. Segundo ele, o momento não é para definições, apenas para ponderações acerca dos cenários, inclusive a cena política nacional, que pode ser decisiva para a escolha do candidato petista ao Palácio de Ondina. “Por enquanto, a única definição é que o candidato é do PT. O partido não abre mão disso. Tanto que vai formar um grupo de trabalho para, em conjunto com o governador, fazer alguns encaminhamentos sobre as pré-candidaturas”, apontou em reservado. Leia mais na Tribuna.

Foto: Blog Marcos Frahm

Os comentários estão fechados.