Protesto: Por causa de demora do DPT, corpo de vítima de tiro acidental é colocado na BR-330

/ Polícia

Corpo de vítima motiva protesto de familiare
Corpo de vítima colocado na pista. Foto: Ubatã em Foco

Uma adolescente de 15 anos presenciou a morte do pai após ter sido baleado na boca de modo acidental pela espingarda que usava para mexer em uma jaca no pé de árvore. O caso ocorreu em uma fazenda no município de Ibirapitanga, na região sul da Bahia. As informações foram confirmadas pela delegacia da cidade, onde a ocorrência foi registrada, nesta quarta-feira (4). De acordo com a polícia, moradores chegaram a fazer uma manifestação com o corpo da vítima no meio da rodovia da BR-330 acusando demora do Departamento de Polícia Técnica (DPT). O fato ocorreu por volta das 14h da tarde de segunda-feira (2) e o corpo só foi retirado do local por volta das 15h de terça-feira. A vítima tinha 46 anos e era caçador, segundo informações da família em depoimento à polícia. No momento do acidente, o homem tinha virado o cabo da arma para cima e, enquanto mexia na fruta, ocorreu o tiro acidental da espingarda, que estava virada em direção à boca da vítima. O caçador morreu no local. Ainda de acordo com a polícia, o corpo foi levado para o DPT de Ilhéus. As informações sobre o enterro ainda são desconhecidas.

Os comentários estão fechados.