Prostituta é acusada de matar motorista na BR-116

/ Polícia

Daniela, 22 anos. se diz prostituta
Daniela de Oliveira, 22, se diz prostituta. Foto: Divulgação

Está detida na Delegacia Territorial de Poções, Daniela de Oliveira Cordeiro, 22 anos, acusada pela morte do caminhoneiro Hudemberg Guedes Tavares, cujo corpo foi encontrado no último sábado (30), na cabine de um caminhão que ele conduzia às margens da BR-116. A vítima apresentava perfuração à faca no corpo e pancada na cabeça, segundo a Polícia Civil de Poções.

Acusada está na Delegacia de Poções
Daniela está na Delegacia de Poções, à disposição da Justiça

Daniela, que diz ser prostituta, revelou na Delegacia que agiu em legítima defesa durante discussão com o caminhoneiro após ato sexual, e que teria cobrado a quantia de R$ 30,00 pela prática do sexo com Humdemberg. O corpo do motorista foi encaminhado ao Estado de São Paulo, onde ele residia com familiares. A mulher permanece presa a disposição da Justiça e o crime esta sendo investigando.

Os comentários estão fechados.