Proposta para dar título de cidadão de Itabuna ao prefeito ACM Neto é barrada na Câmara

/ Política

Câmara de Itabuna veta título a ACM Neto. Foto: Reprodução

A secretaria parlamentar da Câmara de Itabuna vetou uma proposta para conceder título de cidadão itabunense ao prefeito de Salvador e presidente nacional do Democratas ACM Neto. Isso porque ele já foi agraciado com a honraria em 2010. O autor da medida, vereador Enderson Guinho (PDT), alegou que está no seu primeiro mandato e desconhecia a homenagem que ocorreu oito anos atrás, na história recente do Legislativo. Neto receberia o ”segundo” título no dia 26 de julho, em uma sessão especial, às 19h, na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB) de Itabuna, dentro das comemorações pelo aniversário de 108 anos de emancipação política da cidade. A informação da seção do título foi divulgada na imprensa local na manhã desta quinta-feira (12), mas precisou ser corrigida por conta da duplicidade da matéria. Se pudesse ganhar os holofotes, ACM Neto se juntaria a três aliados que poderão, sem impedimentos, ganhar a cidadania itabunense: Zé Ronaldo, pré-candidato ao governo da Bahia pelo DEM, João Gualberto, deputado federal (PSDB-BA), e Jutahy Magalhães, pré-candidato ao Senado pelo PSDB. Os dois primeiros foram indicados pelo vereador e presidente da Câmara Chico Reis (PSDB). Já Jutahy, é uma sugestão do ex-vereador Zé Silva, do PSDB, que foi aprovada na gestão anterior, mas que ainda havia sido entregue. As informações são do Bocão News

Os comentários estão fechados.