Professores da rede municipal de Salvador decidem manter greve e prometem ocupar secretaria

/ Educação

Paralisação na capital baiana dura 27 dias. Foto: Divulgação/APLB

Os professores da rede municipal de Salvador decidiram manter a greve, que já dura 27 dias, em assembleia nesta segunda-feira (6). A categoria decidiu começar uma ocupação da Secretaria Municipal de Educação nesta terça-feira (7), das 7 às 17h. Segundo a dirigente da APLB municipal, Elza Melo, houve negociação com a prefeitura nesta segunda, mas não houve sinalização da possibilidade de reajuste linear. Na quarta-feira (8), os docentes prometem ato às 14h em frente à prefeitura e irão voltar a se reunir em assembleia na quinta-feira (9), às 10h. Em entrevista ao site .ba, o secretário municipal de Educação, Bruno Barral, disse que esperava que a paralisação acabasse nesta semana. ”Eu vejo que o movimento chega muito próximo ao fim. É uma vontade mútua tanto do executivo municipal quanto da APLB que isso acabe. Nós temos muitos alunos retornando às salas de aula”, afirmou o secretário. O prefeito ACM Neto, nesta segunda-feira (6), voltou a dizer, eme entrevista à Itapoan FM, que a paralisação teria interesses políticos. Segundo ele, apenas 32 escolas estariam paradas e 400 estariam funcionando.

Deixar uma Resposta