Professor de capoeira, de 32 anos, morre após ser esfaqueado perto de casa no município de Caetité

/ Bahia

Um professor de capoeira de 32 anos morreu após ser esfaqueado na rua onde morava, na cidade de Caetité, na região sudoeste da Bahia. Conforme a polícia, o homem era responsável por vários projetos sociais na cidade.

Ainda de acordo com a polícia, Wagner Marques de Oliveira Silva, conhecido como mestre Imburana, estava perto de casa, na Avenida Ernesto Geisel, no bairro Nossa Senhora da Paz, quando um homem chegou e esfaqueou a vítima no pescoço, no domingo (9). Um vizinho é suspeito do crime.

Após o caso, a vítima chegou a ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), mas não resistiu aos ferimentos e morreu. A polícia fez ronda pelo bairro, mas não encontrou o suspeito do crime. Ele segue sendo procurado. No domingo, a Prefeitura de Caetité usou as redes sociais para lamentar a morte do homem. A nota destacou o trabalho da vítima e a importância para a comunidade.

”Querido e respeitado pelo lindo trabalho social que realizava com crianças e adolescentes, levando cultura e disciplina através da Capoeira. Além das ações sociais que desenvolvia, mestre Imburana atuava como monitor no Programa Novo Mais Educação nas escolas da rede municipal de ensino”, afirmou parte da nota. Não há detalhes da motivação do crime. O caso segue sob investigação. G1

Os comentários estão fechados.