Presidente da OAB-BA sai em defesa de Santa Cruz: ”Muito claro que é uma retaliação”

/ Entrevista

Fabrício diz que Bolsonaro retalia Santa Cruz. Foto: Metro1

O presidente da OAB/BA (Ordem dos Advogados do Brasil Seção Bahia), Fabrício Castro, manifestou nesta quarta-feira (07) seu descontentamento com a decisão da Petrobras de romper com o escritório de advocacia do presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, que atuava em causas trabalhistas. Recentemente, o advogado foi atacado pelo presidente Jair Bolsonaro.

”Penso que o Santa Cruz esclareceu contrato que trouxe benefícios bilionários a Petrobras, que teve vitória na atuação do poder de do escritório de Santa Cruz. Muito claro que é uma retaliação do governo”, disse em entrevista ao site bahia.ba.

No ano passado, o escritório venceu uma causa de R$ 5 bilhões, que seriam pagos como horas extras atrasadas a funcionários embarcados em plataformas de petróleo da estatal.

”Era uma ação rescisória, algo como ressuscitar alguém que morreu. Eu salvei a empresa na causa trabalhista mais grave que ela já enfrentou”, comentou Santa Cruz, segundo a Folha de S. Paulo.

Os comentários estão fechados.