Prefeito de Salvador suspende realização do Festival da Cidade; evento pode acontecer em nova data

/ Entrevista

Por Coronavírus, ACM cancela festa. Foto: Vagner Souza/ BNews

O Festival da Cidade de 2020 – com os eventos musicais, culturais e esportivos -, tradicionalmente realizado em março na capital baiana, está suspenso. O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira (13) pelo prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), durante coletiva à imprensa.

”Nós não vamos fazer o Festival da Cidade no mês de março. Quando eu digo suspenso quero dizer que o desejo da prefeitura é que possamos realizá-lo depois”, explicou. Ainda não há uma estimativa de qual seria a nova data do evento.

Neto acrescentou que a medida foi tomada por entender que este não é um momento de comemoração, com a Organização Mundial de Saúde (OMS) classificando o coronavírus como uma pandemia.

”Com todo o rebatimento que ela tem no Brasil, não cabe, não há qualquer sentido a gente fazer uma festa que obviamente está relacionada a alegria em um momento como esse”, continuou.

Por hora, a recomendação é que nenhum evento seja realizado na cidade. A sugestão, segundo o prefeito, pode virar uma proibição. Isso deve ser medido ao longo do tempo.

Três das principais atrações previstas – Wesley Safadão, Psirico e Alok – entraram na grade do evento em função de transtornos provocados pela chuva em um dos dias do Festival Virada Salvador, no último mês de dezembro – na madrugada de 30 para 31 de dezembro.

Desde 2014 o Festival da Ccidade é realizado tradicionalmente no dia 29 de março – dias antes, dias depois -, para celebrar o aniversário de Salvador. Normalmente, além do evento, a prefeitura costuma entregar uma série de obras, investimentos e realizações no período. Neto garante que essa agenda de ações da administração segue mantida.

”Todo o nosso trabalho, nosso foco, em relação às obras que contemplam novos editais de licitação, novas ordens de serviço e inaugurações. Tudo isso – que será o maior investimento anunciado na história de Salvador – será em 2020 pela oportunidade da comemoração dos 461 anos da cidade e está mantido”, disse durante coletiva.

Os comentários estão fechados.