Prefeito de Paulo radicaliza e impõe multa de R$ 1 mil para quem não usar máscara

/ Bahia

Prefeito Luiz de Deus endurece regras. Foto: Reprodução

A prefeitura de Paulo Afonso, na divisa com Sergipe e Alagoas, resolveu radicalizar no controle do novo coronavírus. É que um decreto do prefeito Luiz de Deus determinou uma multa de R$ 1 mil para quem não usar máscaras nos limites do município. Em Paulo Afonso, o uso da proteção facial deve ocorrer nas vias públicas, em transportes coletivos, estabelecimentos comerciais, industriais e de serviços em geral. Luiz de Deus é um dos seis infectados pelo novo coronavírus na cidade. Quando testou positivo, chegou a fazer um pronunciamento.

A obrigatoriedade e a multa em caso de desobediência – dispostos no diário do município da última terça-feira (5) – valem enquanto durar o estado de emergência no município decretado em razão da pandemia, publicado em 16 de março passado.

De acordo com o último boletim da vigilância epidemiológica local, Paulo Afonso tem 8 casos de covid-19 em um total de 134 notificações. Há 24 registros suspeitos, 134 descartados, 5 em aguardo do resultado e 362 pessoas são monitoradas. As informações são do site Bahia Notícias

Os comentários estão fechados.