Devido à rejeição de contas, prefeito de cidade baiana fica inelegível pelo período de oito anos

/ Política

Valdecir Alves está inelegível. Foto: Brumado Notícias
Valdecir Alves Bezerra está inelegível. Foto: Brumado Notícias

O prefeito da cidade de Malhada de Pedras, Valdecir Alves Bezerra (PT), conhecido como Ceará, foi cassado pelo prazo de oito anos. A Justiça Eleitoral determinou a inelegibilidade devido à rejeição das contas relativas ao exercício financeiro de 2013 pela Câmara de Vereadores. O juiz da 90ª Zona Eleitoral, Genivaldo Alves Guimarães, notificou o presidente do legislativo, Cícero Monteiro Sertão (PP), a fim de que o mesmo proceda à anotação de inelegibilidade no histórico eleitoral do prefeito. De acordo com o site Brumado Notícias, desde o ano de 2005, todas as inelegibilidades (prefeitos, vice-prefeitos e membros do legislativo) devem ser informadas por intermédio da ferramenta SisConta Eleitoral, no prazo de sessenta dias. Isso tem facilitado o trabalho da Justiça.

Os comentários estão fechados.