Prefeita é multada pelo Tribunal após nomear cunhados e mais 15 parentes de gestores

/ Bahia

Rosa Maria Dourado foi multada em R$ 10 mil. Foto: Facebook

A prefeita de América Dourada Rosa Maria Dourado Lopes, conhecida como Rose Dourado (PSD), no centro-norte baiano, foi multada em R$ 10 mil pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-BA) por nomear 17 parentes dela, do vice-prefeito e dos secretários com cargos na gestão municipal. A decisão foi em sessão desta quarta-feira (5) e cabe recurso. O TCM julgou como parcialmente procedente a denúncia encaminhada por vereadores do município de América Dourada, pela prática de nepotismo. As nomeações ocorreram no ano passado. O relator do caso na Corte de contas, Antônio Carlos da Silva, determinou a formulação de representação ao Ministério Público Estadual (MP-BA) para que seja apresentada à Justiça denúncia pela prática de improbidade administrativa. Também foi determinada a exoneração de todos dos cargos nomeados ilegalmente. Foram nomeados Áureo de Souza Machado e Ioni Marcos Batista dos Santos, ambos cunhados da prefeita. As nomeações ainda incluem uma tia, uma sobrinha e o cunhado do vice-prefeito. Também estão entre os beneficiados dois tios da secretária de saúde, um irmão e um primo do secretário de governo, além da irmã da secretária de educação.  A lista também contém tio, primas e até a mãe do Diretor de Divisão de Incentivo ao Esporte. Em todos os casos, não houve a necessária comprovação da qualificação técnica dos nomeados. Uso de carro – A prefeita ficou conhecida em episódio em julho do ano passado, quando determinou a apuração da conduta de um funcionário que apareceu nas redes sociais usando um carro da Secretaria de Saúde para transportar cerveja e ração.

Os comentários estão fechados.