Por ”economia nacional”, deputado Igor Kannário opõe-se a projeto que cria 10º feriado no país

/ Brasília

Deputado federal Igor Kannário (DEM). Foto: Agência Câmara

Enquanto Salvador discute o possível fim do tradicional arrastão da Quarta-feira de Cinzas, conforme estabelece projeto aprovado pelo Legislativo municipal, o cantor e deputado federal Igor Kannário (DEM) opõe-se a uma proposta na Câmara que torna o dia 22 de abril feriado nacional. De autoria de Marco Feliciano (Pode-SP), o texto confere a Porto Seguro, no sul da Bahia, o título de ”Capital Histórica do Brasil” e também cria a Área de Livre Comércio da cidade.

Relator da matéria e membro da Comissão de Cultura da Casa, Kannário, porém, apresentou três emendas na tentativa de barrar a ideia. Eis a sua explicação: diante do atual contexto, a instituição de mais um feriado no calendário nacional trará impactos negativos à economia nacional.

”Se a presente proposta for aprovada, teremos dois feriados nacionais seguidos: dia 21 de abril, alusivo à morte de Tiradentes, nosso herói nacional, e o 22 de abril, referente ao ‘descobrimento’ do Brasil. Isso teria repercussões desfavoráveis para a economia nacional. Neste sentido, somos contrários à instituição deste feriado nacional no calendário anual”, justificou o parlamentar baiano, ao defender que o ordenamento jurídico brasileiro já dispõe de leis específicas que tratam do tema.

Kannário diz que só apoiará a proposta se suas sugestões foram acolhidas na redação final. ”Por considerar que a concessão do título de ‘Capital Histórica do Brasil’ ao município de Porto Seguro, na Bahia, insere-se no esforço de valorização de nossa História e resgate da memória nacional como instrumentos de afirmação da identidade cultural brasileira, votamos pela aprovação da matéria com a apresentação de três emendas”, escreveu.

Em 2019, o Ministério do Planejamento estabeleceu nove feriados nacionais e sete pontos facultativos no calendário de comemorações nacionais. São eles:

1º de janeiro: Confraternização Universal (feriado nacional)
4 de março: Carnaval (ponto facultativo)
5 de março: Carnaval (ponto facultativo)
6 de março: Quarta-feira de Cinzas (ponto facultativo até as 14 horas)
19 de abril: Paixão de Cristo (feriado nacional)
21 de abril: Tiradentes (feriado nacional)
1º de maio: Dia Mundial do Trabalho (feriado nacional)
20 de junho: Corpus Christi (ponto facultativo)
7 de setembro: Independência do Brasil (feriado nacional)
12 de outubro: Nossa Senhora Aparecida (feriado nacional)
28 de outubro: Dia do Servidor Público (ponto facultativo)
2 de novembro: Finados (feriado nacional)
15 de novembro: Proclamação da República (feriado nacional)
24 de dezembro, véspera de Natal (ponto facultativo após as 14 horas)
25 de dezembro: Natal (feriado nacional)
31 de dezembro, véspera de Ano Novo (ponto facultativo após as 14 horas)

Deixar uma Resposta