População de Jaguaquara padece por não ter um trânsito minimamente organizado na cidade

/ Jaguaquara

Trânsito é bagunçado em vários pontos. Foto: Blog Marcos Frahm

Tem se tornado cada vez mais estressante a situação de quem frequenta o centro comercial de Jaguaquara, sobretudo nos dias de maior fluxo de veículos e pedestres, sexta e sábado, em razão dos problemas no âmbito do trânsito. A desorganização complica a trafegabilidade. Sem espaço para estacionamento, motoristas param para conversar até no meio da rua, para aumentar o caos. A Prefeitura tem designado agentes em alguns pontos, para tentar organizar a travessia de pedestres na Rua Avelar, Praça JJ – Seabra, em frente ao Luzia Silva e na Rua Gomes Pita. Embora o poder público esteja tentando a organização, ainda falta investimentos para resolver a problemática. Quem sai do centro em direção aos bairros Cruzeiro, São Jorge ou área rural via BA-545, por exemplo, enfrenta o trânsito lento, bagunçado e os constantes engarrafamentos que dificultam a vida de quem mora ou trafega pela Rua Rodolfo Santo. A situação é mais complicada na Rua Barão do Rio Branco, nas proximidades da Ceasa. Mercadorias expostas em calçadas, caminhões atravessados na via e os pedestres sem vez. Moradores do bairro Casca sofrem quando tentam transitar pela referida rua.  Não é de hoje que a população jaguaquarense sofre com o pouco caso das administrações públicas quanto à tomada de decisões capazes de oferecer um trânsito minimamente organizado na área.

2 comentários para “População de Jaguaquara padece por não ter um trânsito minimamente organizado na cidade”

  1. claudio

    Quem nao é organizado é o povo, muito mal educados.

  2. Thiago Argolo

    Se o povo tivesse um pouco de educação os transtornos seriam mínimos.

Os comentários estão fechados.