Polícia Militar conduz cerca de 200 pessoas em uma rinha de galo na cidade de Maracás

/ Polícia

Polícia apreendeu 98 galos de combate na rinha. Foto: CIPM

Cerca de 200 pessoas foram conduzidas pela Polícia Militar de Maracás, neste domingo (22), depois de serem flagradas no interior de uma rinha de galo, na Rua Nestor Sá, no bairro Lagoa Cumprida. A Polícia Militar (CIPM) recebeu uma denúncia anônima e, ao chegar ao local, encontrou uma estrutura montada para briga de galos. A operação comandada pelo Major PM/Caldas as guarnições do 1Pel/3Pel/PETO da 93ª Companhia Independente da Polícia Militar de Maracás, que conduziu pessoas oriundas de Jaguaquara, Itiruçu, Lafaiete Coutinho, Lagedo d Tabocal, Itaquara, Jequié e Iramaia, que foram prestar esclarecimentos à polícia e depois liberadas.

Rinha funcionava na Rua Nestor Sá, no bairro Lagoa Cumprida

Ainda de acordo com informações policiais, foram detidos: Edmundo da Silva Novaes Júnior, 46 anos, Jeilton do Nascimento Lago, 32, e José Henrique Duarte Santos, de 28 anos. Foram apreendidos 15 automóveis, 19 motocicletas, 98 galos de combate e 7 pássaros silvestres. A promoção de briga de galos, além de caracterizar prática criminosa tipificada na legislação ambiental, configura conduta atentatória à Constituição.

Os comentários estão fechados.