Paulo Guedes quer que seja dada uma ”prensa” para aprovar Previdência e Congresso reage

/ Política

Futuro ministro da Economia. Paulo Guedes. Foto: GloboNews

O futuro ministro da Economia no governo de Jair Bolsonaro, Paulo Guedes, defendeu, ontem (6), que seja dada uma ”prensa” no Congresso Nacional para que seja votada ainda este ano a proposta de reforma da Previdência apresentada pelo atual presidente, Michel Temer. A declaração não pegou bem entre os parlamentares, que recomendaram aos assessores de Bolsonaro ”cuidado com as palavras”. ”Classe política, nos ajude a aprovar a reforma. A bola está com o Congresso: prensa neles!”, disse Guedes, ao chegar ao Ministério da Fazenda para uma reunião com o ministro Eduardo Guardia. Em reação à declaração, o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), que é Presidente da Comissão de Assuntos Econômicos, disse que, apesar da urgência do assunto, é preciso debatê-lo. ”O Congresso é soberano, independente e não tem prensa por aqui. A primeira coisa que esse governo vai ter de aprender é a ter mais cuidado com as palavras.”  O presidente eleito se reúne hoje com Temer para discutir, entre outros assuntos, as chances de votação da reforma em 2018.

Os comentários estão fechados.