Para o candidato ACM Neto, governo ”só aparece” no interior ”às vésperas das eleições”

/ Política

Candidato critica o Governo do Estado. Foto: assessoria/ACM Neto

Em evento realizado na cidade de Heliópolis nesta sexta-feira (19), o candidato a governador da Bahia, ACM Neto (União Brasil) criticou as inúmeras promessas feitas pela atual gestão estadual que seguem sem conclusão. Neto também questionou a falta de investimentos no município durante os 16 anos de mandatos do PT na Bahia.

”Eles já tiveram muitas oportunidades, estão nos comandando há 16 anos. E aqui em Heliópolis a região tem um desejo antigo, que é a estrada que liga o município a Poço Verde. Passaram 16 anos prometendo e agora, faltando pouco tempo para a eleição, apareceram aqui com algumas máquinas achando que vão tapear as pessoas”, apontou o candidato.

A manifestação foi feita depois da carreata, quando os moradores tomaram as ruas da cidade. Ao conversar com a população, Neto garantiu que, caso seja eleito em outubro, voltará à região para concluir as obras da estrada de ligação entre o município e Poço Verde. ”Se Deus me permitir, eu vou voltar a Heliópolis como governador para construir e inaugurar a estrada até Poço Verde. E essa mudança virá no dia 2 de outubro. A gente sabe que o cidadão baiano, de maneira livre e consciente, ouvindo o seu coração, vai escolher o futuro que quer a partir de janeiro do próximo ano”, destacou o ex-prefeito de Salvador.

Acompanhado pelo candidato ao Senado Cacá Leão (PP) e por lideranças políticas da região, Neto ressaltou ainda que nas próximas eleições, o que está em jogo é uma nova realidade para a população da Bahia. ”Nós, baianos dos 417 municípios do nosso estado, vamos às urnas para escolher o nosso futuro. Para decidir o estado que queremos para depositar nas urnas as nossas esperanças e os nossos sonhos”, afirmou.

”O sonho de uma Bahia mais forte, de uma Bahia que possa brilhar, que possa ser exemplo para todo o Brasil. O sonho de uma Bahia que possa ter um governador que, de uma vez por todas, encare os problemas vividos pelo nosso povo para colocar ordem na casa”, enfatizou o candidato durante o discurso.

Os comentários estão fechados.