Após três altas seguidas, produção industrial cai 1,2% em novembro, diz levantamento do IBGE

/ Economia

Após três meses seguidos de alta, a produção industrial brasileira caiu 1,2% em novembro, na comparação com outubro. Trata-se do maior recuo mensal desde março (-1,4%). Na comparação com novembro do ano passado, a queda foi de recuou 1,7%.

Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (9) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo o levantamento, no acumulado no ano, o setor industrial tem queda de 1,1%. Em 12 meses, a produção manteve recuo de 1,3%, repetindo os resultados de setembro e de outubro.

Com a perda de ritmo em novembro, o índice de média móvel trimestral ficou negativo (-0,1%) e interrompeu a trajetória ascendente iniciada em julho.

De adcordo com o IBGE, 16 dos 26 ramos pesquisados registraram recuo na produção em novembro. As principais quedas foram registradas nos segmentos de produtos alimentícios (-3,3%), veículos automotores (-4,4%) e indústrias extrativas (-1,7%).

Outras contribuições negativas relevantes vieram de outros produtos químicos (-1,5%), de máquinas e equipamentos (-1,6%), de manutenção, reparação e instalação de máquinas e equipamentos (-5,7%), de celulose, papel e produtos de papel (-1,8%), de produtos de minerais não-metálicos (-1,8%) e de metalurgia (-1,1%).

Já entre os ramos que conseguiram ampliar a produção em novembro, destaques para coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (1,6%), impressão e reprodução de gravações (24,0%) e produtos de borracha e de material plástico (2,5%).

INSS pode ter segunda ”força-tarefa” em seis meses para tentar reduzir espera

/ Economia

Menos de seis meses depois de anunciar a criação de uma estratégia para reduzir o estoque de pedidos de benefícios previdenciários esperando uma resposta, o governo Jair Bolsonaro prepara um novo plano na promessa de solucionar a fila do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

A demora em uma resposta prejudica, por exemplo, idosos à espera da aposentadorias. Em média, 900 mil novos requerimentos entram por mês no INSS. Em novembro, 2,3 milhões de pedidos de benefícios sociais e previdenciários compunham o estoque.

Já houve duas tentativas frustradas de zerar a fila, que antes ficava diante dos postos do antigo INPS. Agora, é virtual; os pedidos de benefícios não são mais feitos nas agências, somente pelo site meu.inss.gov.br ou pela Central 135.

A primeira tentativa foi em 2018, durante o governo de Michel Temer (MDB). A mais recente —apresentada em agosto passado pela atual gestão do INSS, já no governo do presidente Jair Bolsonaro— também falhou. A meta era acabar com a espera até dezembro.

Os dois planos foram focados em tentar aumentar a produtividade dos servidores do INSS. Em dezembro, o presidente do instituto, Renato Vieira, disse à Folha que a estratégia nacional de atendimento tempestivo, como foi batizada a força-tarefa, aumentou o número e a qualidade das decisões. Meses antes, em maio, teve início o pagamento de um bônus aos servidores.

O avanço na digitalização de documentos e a implantação do processo eletrônico deveriam dar agilidade ao sistema, mas essa eficiência não chegou ao atendimento buscado pelo cidadão, que ainda espera muito.

Agora, o atual governo tem mais um desafio: a demora para que o sistema passe a funcionar com as novas regras de concessões de benefícios como aposentadorias e pensões estabelecidas pela reforma da Previdência, em vigor desde o dia 13 de novembro de 2019.

A responsável pela adaptação é a Dataprev (empresa pública responsável pelo sistema da Previdência Social). Apesar de a reforma ter sido aprovada em outubro, a empresa ainda não atualizou os sistemas —e não há prazo para liberar novas análises.

Os atrasos da Dataprev não param por aí. O relatório anual com dados detalhados sobre a Previdência de 2018 até hoje não foi publicado. Isso estava previsto para novembro do ano passado. O documento serve de base para análises e políticas públicas na área previdenciária. O plano do governo é acelerar o processo para que o sistema de concessão de aposentadorias seja logo ajustado.

Do lado do INSS, a ideia é reforçar o quadro de funcionários para analisar os pedidos de benefícios. Está em estudo a contratação de servidores temporários, obter ajuda de militares em reserva ou realocar pessoal de outros órgãos, como a Infraero. No ano passado, 319 funcionários da estatal de gestão de aeroportos foram cedidos ao INSS para tentar reduzir o estoque.

Desde 2015, 11 mil servidores do INSS se aposentaram. Em 2019, foram 6.000 técnicos e analistas do seguro social que deixaram o atendimento. Na força de trabalho, hoje, estão 23 mil servidores ativos.

A nova força-tarefa foi discutida pelo governo na segunda (6). O plano vem na esteira de duas tentativas frustradas de resolver a fila de espera do INSS. Em 2018, foi criada a Central de Análise nas gerências-executivas. Servidores puderam trabalhar de forma remota, mas com dedicação exclusiva à análise de pedidos de benefícios.

No ano passado, o presidente do INSS apresentou outra ampla estratégia que prometia zerar a fila até dezembro. Foi instituído o programa de dispensa de horário dos servidores, que passariam a ser cobrados pela quantidade de análises no mês em vez da jornada tradicional de trabalho.

Os funcionários que ultrapassassem a meta receberiam uma bonificação. Para quem optasse pelo teletrabalho (trabalho remoto), as exigências eram maiores. O plano também previa maior rigidez para gratificação por desempenho e um reforço no número de servidores.

Em nota técnica encaminhada ao deputado Domingos Neto (PSD-CE), relator do projeto de lei do Orçamento da União para 2020, a Secretaria de Previdência diz que a “efetividade do pagamento da bonificação, associada ao aumento da produtividade dos servidores e do aumento da automatização da concessão” levará à redução no estoque.

A previsão do governo é que, de 2,4 milhões em agosto de 2019, o número de benefícios aguardando resposta caia a 285 mil em agosto deste ano. Da Folha de S.Paulo

Assim como Rui, Wagner passa por cirurgia e é presença incerta na Lavagem do Bonfim

/ Política

Wagner passou por cirurgia oftalmológica. Foto: Alessandro Dantas

Assim como o governador Rui Costa (PT), o senador Jaques Wagner (PT) ainda avalia se vai à Lavagem do Bonfim, no próximo dia 16. A informação foi confirmada nesta quarta-feira (8) pela assessoria de imprensa do petista.

Wagner foi submetido a um procedimento oftalmológico na última segunda-feira (6). De acordo com a equipe de comunicação do senador, ele tem o intuito de comparecer ao cortejo, mas depende da autorização médica.

O governador também passou por uma cirurgia, só que no último domingo (5). Ele também está na mesma situação de Wagner de ter a presença no Bonfim confirmada após avaliação dos médicos. A informações sobre Wagner foi publicada pelo site Bahia Notícias

Leão desdenha de Centro de Convenções de ACM Neto: ”é pequeno, parece um shopping”

/ Política

João Leão cutuca ACM Neto. Foto: Reprodução/BNews

O vice-governador da Bahia e secretário de Desenvolvimento Econômico, João Leão (PP), desdenhou do novo Centro de Convenções de Salvador, construído sob a batuta da prefeitura de Salvador, cuja inauguração acontece no fim deste mês. ”É pequeno, parece um shopping”, provocou durante entrevista à Rádio Sociedade da Bahia nesta quarta-feira (8) após indagação do radialista Adelson Carvalho sobre a rapidez da construção.

O pepista ainda garantiu na entrevista que o Estado construirá um empreendimento maior do que será entregue pelo prefeito ACM Neto (DEM). ”Será bem maior”, disse.

A celeuma do Centro de Convenções é antiga e faz parte da cruzada eleitoral entre o governador Rui Costa (PT) e ACM Neto. O equipamento mais antigo, de responsabilidade do governo do Estado localizado no bairro de Costa Azul, está inutilizado após desabamento em setembro de 2016.

De lá pra cá o assunto virou motivo de embates e enquanto o governo não batia o martelo sobre onde e quando uma nova unidade seria erguida, ACM Neto lançou o projeto, com recursos próprios do município, em outubro de 2017. Foi um dos últimos projetos tocados pelo então secretário de Desenvolvimento Urbano, Guilherme Bellintani, que naquele período se despediu da gestão para assumir a presidência do Bahia.

Antes previsto para dezembro, a pré inauguração acontecerá no dia 23 de janeiro, com show de Maria Betânia para convidados e no dia 26 aberto para todo o público. As informações são do BNews

Líder de Rui na ALBA, Rosemberg diz que governo dialoga com servidores sobre Previdência

/ Política

Rosemberg com líderes sindicais. Foto: Reprodução / Twitter

Líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia, o deputado Rosemberg Pinto (PT) disse que estão em andamento as negociações com diferentes categorias do funcionalismo público sobre a PEC da reforma da Previdência do governo Rui.

”Estamos ouvindo todas as representações. A minha insistência é que o movimento apresente os pontos que tem divergência”, afirmou o petista, por meio de nota.

O líder do governo esteve reunido nesta quarta-feira (8) com diferentes representantes de servidores, como fazendários, defensores públicos, procuradores e policiais, entre outros.

”Algumas instituições estão sendo mais amplas no debate, discutindo mais pontos de alteração para atender a nova realidade da nova Previdência”,declarou.

Ex-Corinthians, Clayson é apresentado, elogia projeto e diz que quer fazer história no Bahia

/ Esporte

Clason ao lado do diretor de Diego Cerri. Foto: Felipe Oliveira

Se o 2020 do Bahia tem sido representado pelo início de um novo ciclo com a mudança para a cidade tricolor, a vida do atacante Clayson segue pelo mesmo caminho. Depois de três anos defendendo a camisa do Corinthians, o atacante vai iniciar um novo momento na carreira e chega ao Bahia como a principal contratação do clube, que pagou R$ 4 milhões por 40% dos direitos econômicos do atleta.

No Esquadrão, Clayson vai ter a missão de substituir Artur, que voltou ao Palmeiras e foi negociado com o Red Bull Bragantino. No primeiro contato com a imprensa, na manhã desta quarta-feira (8), na Cidade Tricolor, o atacante se mostrou motivado com o projeto do Bahia e afirmou que quer fazer história no clube.

”Artur fez um bom trabalho aqui. Do meio para frente eu jogo em todas as posições, direita, esquerda. Só não de 9 (risos). Espero construir minha história. Ele fez o trabalho bem feito, espero fazer o meu. Meu objetivo é esse, vim para vencer aqui. Por onde tenho passado, tenho conseguido conquistar títulos. Fui campeão paulista, fui para Ponte, chegamos na final, melhor campanha no brasileiro. Aqui não é diferente. Quero vir e conquistar os triunfos aqui”, disse o atacante de 24 anos.

Formado no União São João-SP, Clayson passou por Ituano e Ponte Preta, onde se destacou e foi comprado pelo Corinthians. Nas três temporadas em que defendeu o alvinegro, ele atuou em 144 jogos e marcou 14 gols. No período, o jogador foi ainda tricampeão paulista e conquistou o Brasileirão de 2017. Agora, o atacante espera manter a boa sequência e seguir conquistando títulos pelo Bahia.

”A gente está começando os trabalhos agora. Expectativas são as melhores possíveis. Me preparando muito bem fisicamente e taticamente. Bahia vai entrar em todas as competições para brigar por título. A ideia é essa. Vem montando grupo forte para isso. A gente vai abraçar a ideia do Roger, ver o que vai implantar para brigar pelos triunfos e pelo título. Vim para ganhar título e junto com meus companheiros e comissão, a gente vai ganhar”, explicou o jogador. Com informações do Correio

Presidente do Supremo pede que ministro da Educação se manifeste sobre críticas à UNE

/ Justiça

Abraham Weintraub fez críticas a UNE. Fotos: Luis Fortes

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli, determinou que um oficial de justiça notifique o ministro da Educação, Abraham Weintraub, para que este se manifeste em até 15 dias sobre críticas proferidas por ele à União Nacional dos Estudantes (UNE).

Em dezembro, a UNE recorreu à corte pedindo que Weintraub prestasse esclarecimento sobre ofensas que ele fez sobre a entidade em suas redes sociais no ano passado. O grupo alega que o ministro ”iniciou verdadeira batalha pessoal contra as entidades estudantis, em especial à UNE, notadamente em virtude de sua discordância que assume em seu posicionamento político e administrativo”.

Entre as declarações do ministro estão falas como: ”Por que algumas pessoas são contra a carteirinha digital? Porque a UNE ganha R$ 500 milhões por ano fazendo isso. A gente vai quebrar mais uma das máfias do Brasil, tirar R$ 500 milhões das mãos da tigrada da UNE”. ”O uso das expressões ‘máfia’ e ‘tigrada’ possuem evidente sentido pejorativo”, alega a entidade.

Estadão

UFRB abre processo seletivo para professor substituto; instituição divulga concurso público

/ Educação

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) abriu um processo seletivo para contratação, por tempo determinado, de professor substituto no Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas (CETEC), em Cruz das Almas, na Bahia. As inscrições devem ser feitas pelo site da instituição, até o dia 20 de janeiro.

São ofertadas vagas para as áreas Sistemas Mecânicos; e Química e Bioquímica, com salário que varia entre R$ 3.130,85 e R$ 5.831,21.

A taxa de inscrição é no valor de R$ 60. Os interessados devem ter graduação em Engenharia Mecânica, Naval ou de Petróleo; e graduação em Química e áreas afins. O professor selecionado vai trabalhar 40 horas semanais.

As vagas são para candidatos brasileiros ou estrangeiros com visto permanente, que não tenham sido professores substitutos em Instituições Federais de Ensino Superior (IFES), ou que não tenham trabalhado, com contrato temporário, em outro órgão federal, nos últimos 24 meses.

Os professores interessados devem manifestar interesse sobre a isenção da inscrição até o dia 10 de janeiro. O processo seletivo possui duas etapas: análise de currículo, com peso 3; e prova didática, com peso 7. As provas serão realizadas entre os dias 3 e 7 de fevereiro.

Concurso público para professores efetivos

A UFRB também abriu um concurso público com 11 vagas para professores efetivos nos campus de Cruz das Almas e Santo Antônio de Jesus. Os interessados têm até o dia 31 de janeiro para fazer a inscrição.

A taxa de inscrição para o cargo de professor (Auxiliar A) é de R$ 75, já para os cargos de Assistente A e Adjunto A (Dedicação Exclusiva) é de 150,00 e 200,00, respectivamente. O salário varia entre R$ 2.236,31 e R$ 4.463,93.

As vagas ofertadas são destinadas para as áreas/disciplinas de: Diagnóstico por imagem e Semiologia Veterinária (1); Engenharia Civil/Mecânica dos Sólidos (1); Engenharia Mecânica/Térmicas e Fluidos (1); Engenharia Elétrica/Sistemas Elétricos de Potência (1); Comunicação e Educação em Saúde; Processo de Apropriação da Realidade V/Saúde Coletiva (1); Saúde da Pessoa Adulta e Idosa/Práticas do Cuidado em Saúde (1); Estágio em Atenção Primária/Práticas do Cuidado em Saúde (1); Estágio em Ginecologia – Obstetrícia/Práticas do

Cuidado em Saúde (1); Saúde na Infância e na Adolescência/Práticas do Cuidado em Saúde (2) e Matemática/Matemática e Estatística (1).

Dependendo da área, para participar do concurso, os candidatos devem ter Graduação, Aperfeiçoamento, Especialização, Mestrado e Doutorado. Os candidatos que preencherem os requisitos para isenção da taxa de pagamento podem manifestar interesse, no ato da inscrição, até o dia 22 de janeiro. Das onze vagas, duas são reservadas para candidatos negros e uma vaga reservada para pessoas com deficiência.

O concurso será realizado através de prova escrita, prova didática, defesa de memorial e prova de títulos.

Bahiagás reduz em 8,15% (média de todos os segmentos) o valor das tarifas do gás natural

/ Bahia

Bahiagás reduz tarifa do gás natural. Foto: Daniele Rodrigues

A Companhia de Gás da Bahia (Bahiagás) informa que, a partir do dia 1º de janeiro de 2020, reduzirá em 8,15% (média de todos os segmentos) o valor das tarifas do gás natural. O reajuste é decorrente do novo regramento de preços definido no mais recente contrato de suprimento de gás natural firmado entre a Bahiagás e a Petrobras.

Em novembro, a Companhia já havia realizado um decréscimo no valor das tarifas do gás natural, no percentual de 4,36%. O segmento Automotivo – Gás Natural Veicular (GNV) – sofreu redução de 7,12%. O decréscimo consolida a vantagem do GNV em relação aos combustíveis líquidos concorrentes.

A Bahiagás salienta que o reajuste da tarifa de GNV é aplicado sobre o valor do energético comercializado pela Concessionária aos postos de combustíveis, e que cada um deles é livre para definir o preço que praticará aos seus respectivos consumidores, não tendo a Companhia, portanto, ingerência sobre a definição de tal valor.

A Companhia também destaca que o gás natural é um energético que proporciona uma série de vantagens aos usuários. É mais prático, seguro, econômico e ambientalmente mais correto. Além disso, trata-se de um combustível versátil, que pode ser usado de diferentes formas em variados segmentos.

Polícia Militar recupera em Jaguaquara automóvel de ortodontista que havia sido tomado de assalto

/ Jaguaquara

Automóvel Hyundai HB.20 foi abandonado. Foto: Polícia Militar

A Polícia Militar de Jaguaquara recuperou, na manhã desta quarta-feira (8), o automóvel Hyundai HB.20 de cor branca que havia sido tomado de assalto por um indivíduo na noite de ontem, na Avenida Marechal Deodoro, no bairro Muritiba, em Jaguaquara.

Segundo a PM, a informação chegou através do Disk Denúncia dando conta de que o carro estava parado em frente a um depósito no bairro Popular, por volta das 09h50 de hoje.

O veículo de placa policial PKH-1806 foi encaminhado para adoção das medidas cabíveis. O suspeito ainda não foi encontrado.

Reconhecimento facial aumenta segurança em serviços de habilitação do Detran-Bahia

/ Bahia

O Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA) iniciou 2020 oferecendo mais segurança em serviços relacionados a condutores. Agora, quem pretende obter a primeira habilitação, tirar a segunda via do documento, renovar a carteira ou mudar de categoria, precisa passar pelo reconhecimento facial. O procedimento é integrado ao sistema do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), que utiliza a base do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro).

Para a validação da habilitação, o índice de semelhança da foto precisa ser igual ou superior a 90%. Caso seja registrado um índice inferior ao mínimo, o documento será bloqueado. ”O novo sistema tem sido bem recebido pelos usuários, que entendem a necessidade da tecnologia para coibir fraudes. Ainda não registramos nenhum caso de carteira que não foi liberada pelo reconhecimento facial”, ressaltou a coordenadora da Central de Atendimento do Detran-BA, Agnailma da Silva.

As carteiras antigas continuam valendo, mas estão sendo atualizadas à medida que o motorista solicita algum serviço relacionado ao documento. Ele também pode optar pela habilitação eletrônica gratuita, baixando no celular o aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT).

Eleições 2020: Em Itabuna, aliados pressionam o prefeito Fernando Gomes para disputar reeleição

/ Política

Fernando ainda não decidiu se será candidato. Foto: Reprodução

Apesar da pressão de aliados para disputar a reeleição no pleito de outubro, o prefeito de Itabuna, Fernando Gomes (sem partido), ainda não decidiu se entrará na briga.

Segundo informações do site bahia.ba, Fernando Gomes vem se reunindo com lideranças para decidir o novo partido ao qual deve se filiar. Nesse processo, o governador Rui Costa (PT) tem, segundo interlocutores, um peso muito grande.

Para um interlocutor, a presença de Fernando Gomes na disputa de outubro pode mudar totalmente o rumo da eleição.

”Ele é experiente, tem um eleitorado cativo e pode ser o fiel da balança. Nós queremos muito que ele dispute, só depende dele. Só dele. O governo de Fernando está melhorando, acho que ele chegará muito bem em outubro”, disse.

O prefeito deve ter, em breve, outra conversa com Rui Costa para decidir seu futuro político.

Deputada federal Bia Kicis defende calote no seguro obrigatório para veículos, o DPVAT

/ Política

”Se gostou da ideia, compartilha”, diz Kicis. Foto: Reprodução

A deputada federal Bia Kicis (sem partido-DF) defendeu no Twitter a adesão a uma campanha pelo não pagamento do seguro obrigatório de veículos, o DPVAT. ”Hoje durante a live surgiu uma tag #NaoPagoDPVAT. Se gostou da ideia, compartilha”, postou na segunda-feira a parlamentar da base de apoio a Jair Bolsonaro. Teve a adesão de 1.740 que retuitaram seu post. Outras pessoas postaram em apoio à hashtag.

O fim do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres foi proposto por Bolsonaro em medida provisória em novembro. Em dezembro, o plenário virtual do STF sustou os efeitos da MP e restabeleceu a cobrança. O assunto ainda será levado ao pleno da corte, em data não marcada.

O calote no seguro proposto por Bia Kicis mereceu uma reprimenda do policial rodoviário Alexandre Gonçalves, que é diretor parlamentar do sindicato dos policiais rodoviários de Santa Catarina e cuja resposta viralizou. ”Se não pagar, deputada, o veículo não será licenciado. Se passar com o carro sem licenciamento em meu plantão, seu carro será removido ao pátio conforme a lei 9.503 manda. Cuidado: incentivar descumprimento de lei aprovada no Congresso pode lhe render processo na comissão de ética”, alertou ele. As informações são do BRPolítco.

São Paulo decide que Jean não vestirá camisa Tricolor e quer dispensá-lo por justa causa

/ Esporte

Jean teria agredido a ex-esposa, Milena Bemfica. Foto: Reprodução

O elenco do São Paulo voltará de férias nesta quarta-feira (8) e a diretoria tricolor vai poder anunciar de que forma o goleiro Jean será dispensado, já que a decisão foi tomada de que ele não permanecerá no clube. O goleiro agrediu a ex-esposa, Milena Bemfica, e isso gerou uma repercussão negativa, manchando a imagem do São Paulo.

Jean Paulo Fernandes Filho tem contrato com o Tricolor até dezembro de 2022 e o clube ainda procura um respaldo jurídico para demitir o atleta por justa causa. Caso isso não possa acontecer, o São Paulo buscará uma outra agremiação para Jean, liberando o mesmo de forma gratuita, apenas o outro clube arcando com todo o salário do jogador.

O Ceará demonstrou interesse pelo arqueiro e chegou a estar próximo de um anúncio, mas a repercussão negativa por grande parte da torcida do Vozão fez com que a diretoria recuasse e desistisse da contratação do jogador.