O meia Guilherme, do Bahia, está fora da relação do time para o jogo contra o Jequié

/ Esporte

O Bahia admite negociar o meia Guilherme. Foto: Felipe Oliveira

Após a polêmica entre Guilherme e a torcida do Bahia no jogo contra o Sergipe na última quarta-feira (13), o meia está fora da relação do técnico Enderson Moreira para a partida decisiva diante do Jequié, no domingo (17), pela última rodada da fase de classificação do Campeonato Baiano. A exclusão acontece após uma conversa entre o jogador e o presidente do clube, Guilherme Bellintani, na última quinta-feira (14), sobre o ocorrido. Nos últimos segundos do duelo pela Copa do Nordeste, o camisa 8 gesticulou contra os torcedores que vaiavam. A situação gerou revolta da torcida nas redes sociais. Segundo apuração da reportagem do site Bahia Noticias, o clube admite internamente negociar o jogador. Caso a saída aconteça, a diretoria vai iniciar uma conversa com o Corinthians para definir o que será feito sobre os R$ 2 milhões da negociação envolvendo o lateral Juninho Capixaba. Ficar com o crédito, receber o valor em dinheiro ou um outro atleta emprestado são as opções. Desde que chegou ao Fazendão no início da temporada, emprestado pelo Corinthians, Guilherme atuou em onze partidas e marcou um gol com a camisa tricolor. As suas atuações, porém, não cumpriram com as expectativas, o que geraram diversas críticas dos torcedores.

Deixar uma Resposta