MP intima ex-mulher de Bolsonaro para depor sobre ”rachadinha” no gabinete de Carlos Bolsonaro

/ Justiça

Ana Cristina Siqueira Valle é intimada pelo MP. Foto: Reprodução

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) intimou Ana Cristina Siqueira Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e mãe de Jair Renan [quarto filho do presidente], para depor no  inquérito que investiga prática de ”rachadinha” e uso de funcionários-fantasmas no gabinete do vereador carioca Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ). De acordo com a CNN Brasil, os investigadores esperam o depoimento de Ana Cristina para a próxima quarta-feira (09).

Carlos Bolsonaro é alvo de uma investigação do Ministério Público do Rio desde o ano passado. O MP-RJ enviou 21 ações contra vereadores para a primeira instância, após o Supremo Tribunal Federal (STF) entender que vereadores não tem direito ao foro privilegiado [medida prevista na Constituição do estado do Rio de Janeiro].

Ana Cristina Siqueira Valle foi chefe do gabinete de Carlos Bolsonaro entre 2001 e 2008. A família da ex-mulher do presidente aparece na investigação sobre o esquema de ”rachadinhas” apurado pelo MP no gabinete de Flávio Bolsonaro(Republicanos-RJ), hoje senador, mas na época da investigação era deputado estadual na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

Os comentários estão fechados.