Jequié: Movimento LGBTTI+ marca ato público após morte de homossexual, encontrado em saco

/ Jequié

Paulo Silva Santos Junior foi encontrado morto. Foto: Rede social

O movimento LGBTTI+ de Jequié divulgou nota convocando a população da cidade para ato público contra a transfobia na cidade. O ato foi motivado após a polícia encontrar, na última terça-feira, um corpo em estado decomposição, de um homossexual, que foi morto com requintes de crueldade e posteriormente abandonado em um matagal próximo ao anel rodoviário, nas imediações do Loteamento Sanville, em Jequié.

Segundo informações, o corpo da vítima foi identificado pelos familiares como sendo de Paulo Silva Santos Junior, 27 anos, que se reconhecia como Paula Santos. Em nota, o movimento cobra a elucidação do caso. ”É nítido e justificável o medo da comunidade LGBT+ de Jequié com esse fato, pois o mesmo é consequência de um profundo enraizamento do discurso de ódio proferido por uma parcela conservadora residente no município, o que faz ser mais necessário ainda uma investigação profunda do caso visando elucida-lo. Mais uma vez a ALGBTTIS reafirma o seu compromisso de acompanhar o caso e deixa aqui desde já as suas condolências a familiares e amigos da vítima.”

O movimento marcou o ato público em repúdio ao assassinato para a próxima sexta-feira (8), a partir das 16h, na Praça Rui Barbosa. As informações são do site Jequié Repórter

Os comentários estão fechados.