Morre vítima de coronavírus José Paulo de Andrade, decano do radiojornalismo de SP

/ Imprensa

Zé Paulo, como era chamado, atuava na Bandeirantes. Foto: Secom

Morreu na manhã desta sexta-feira (17), em São Paulo, o jornalista e radialista José Paulo de Andrade, aos 78 anos. Ele tinha estava internado no Hospital Albert Einstein desde o dia 7 de julho após ser diagnosticado com coronavírus.

Segundo informações do G1, Andrade trabalhou por 57 anos na Rádio Bandeirantes e ficou conhecido por apresentar o programa ”O Pulo do Gato” desde que estreou em 1973. Ele começou a trabalhar na rádio como narrador esportivo em 1963.

Zé Paulo, como era chamado pelos amigos, também era bacharel de Direito formado pela Faculdade de Direito do Largo São Francisco, da Universidade de São Paulo (USP). Ele começou a carreira profissional em 1960 como radioescuta do plantão esportivo da Rádio América de São Paulo.

O jornalista também participou de debates políticos na televisão e foi âncora de telejornais como Titulares da Notícia, Jornal de São Paulo, Rede Cidade, Band Cidade e Entrevista Coletiva. Ainda na TV Bandeirantes, interpretou Don Diego/Zorro em As Aventuras do Zorro, em 1969.

Em nota, o Grupo Bandeirantes lamentou a morte do apresentador. ”Com uma voz firme, amplo conhecimento político-econômico, são-paulino fanático e um dos maiores formadores de opinião do Brasil, José Paulo tinha um coração gigante e um caráter ímpar. Com 57 anos de Rádio Bandeirantes, José Paulo de Andrade deixará um legado indiscutível, um vazio enorme e muitas saudades”, externou. Andrade deixa mulher e dois filhos.

Os comentários estão fechados.