Ministros do STF têm segurança pessoal reforçada por causa das manifestações do 7 de Setembro

/ Justiça

Por conta das manifestações marcadas para esta terça-feira (7), feriado da Independência do Brasil, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) terão a segurança pessoal reforçada após decisão da corte. A informação foi divulgada pelo jornal O Globo e confirmada pela CNN Brasil.

Os ministros da corte têm sido alvos frequentes de ataques pelas redes sociais, principalmente o ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e o ministro Alexandre de Moraes.

Atualmente, o STF conta com 10 magistrados, pois a cadeira de Marco Aurélio ainda não foi preenchida após sua aposentadoria no mês de julho.

De acordo com a CNN Brasil, o prédio da corte e seus anexos já receberam grades e estão cercados por carros de polícia. Além da segurança pessoal e de protocolos que visem proteger suas residências, eles foram aconselhados a evitar locais públicos desacompanhados. O temor é pela integridade física dos magistrados.

Os comentários estão fechados.